Ir para conteúdo

Foto

Congelar café


  • Por favor, faça o login para responder
96 respostas neste tópico

#91
sergio.m

sergio.m

    Moderador

  • Moderators
  • 4520 posts
  • LocationVinhedo - SP
  • Equipamento:mini gaggia, europiccola, bravo debut, bodum fp, moedor elétrico diy, skerton, behmor 1600 modded
Sim, o congelado é mais duro/quebradiço e o pó fica com mais partículas menores. Se deixar chegar na temperatura ambiente provavelmente a diferença fique menor.

#92
Lisboa Santos

Lisboa Santos

    Avançado

  • Senior Members
  • PipPipPipPip
  • 1352 posts
  • LocationCaconde (SP)
  • Equipamento:Preferência atual: AeroPress (99%) e Globinho (1%). MD-40 e Bravo Mini Iron Man.

Não faço espressos, então não sei dizer especificamente, mas....

 

O grão congelado direto pro moinho (por ter mais densidade) mói mais fino e mais uniforme, então ele vai requerer uma pressão de filtragem maior (ou um tempo maior) para passar um mesmo volume de café pronto. Quanto mais fino o pó menos ele retém água no bolo, então para um dado volume de água vai mais café extraído para a xícara, se a drenagem (filtragem) for completa (deixar o bolo secar, exceto em espresso que é diferente), e supondo-se que a pressão, sendo a mesma, foi compensada por um tempo maior.


Aeropress + Filtro Able Disk Fine, Globinho Hario 600ml, Nespresso Inissia, Moedor Bravo Mini Iron Man, Moinho MD40 (mós novas), Peneiras Granulométricas de Laboratório (3"x1", 600, 850 e 1.000 micra; 5"x2" 180, 355, 600, 850 e 1.000 micra; 8"x1", 250 e 300 micra), Bule Elétrico Bonavita, Balança Hario Drip V60, Cremeira Hario QTO, Pitchers FPRO 350ml e 600ml, Condutivímetro COM-100, Termômetro ES RW, Pirômetro Fluke 59MAX *** Torrador Bolinha nº 2 (ainda não arrisquei) *** Cantinho dos aposentados: Mondial C-08 com filtro duplo despressurizado e seu Tamper LGJ 51mm, Laranjinha - Cafeteira Retrô Pascucci (Tecnosystem, Coffee Magic), Clever pequena, kit Coador e Jarra Hario V60 nº 1 e 2, Cafeteira com Coador de Pano Hario, Cafeteira Hario Caféor, Melita 102 e 103 (ambos com 3 furos), Moedor Hario Slim, Moinho Mimoso nº 2 (pra brincar, e cafés menos exigentes), JC Tamper 57mm.


#93
rbata

rbata

    Participante

  • Senior Members
  • PipPipPip
  • 282 posts
  • LocationRio do Sul-SC
  • Equipamento:mini, md40, AP, FP
Estava pensando... Ao embalar o café a vácuo, devido a pressão negativa ou sucção não acaba se extraindo parte dos compostos mais voláteis do grão? E se usássemos algum recurso de atmosfera modificada (gás carbônico ou nitrogênio) nas embalagens. O pessoal da cerveja utiliza nos barris/kegs tanto com a finalidade de dar carbonatação, pressão e também evitar a oxidação e degradação da cerveja.

#94
Lisboa Santos

Lisboa Santos

    Avançado

  • Senior Members
  • PipPipPipPip
  • 1352 posts
  • LocationCaconde (SP)
  • Equipamento:Preferência atual: AeroPress (99%) e Globinho (1%). MD-40 e Bravo Mini Iron Man.

Esse assunto já rolou há algum tempo aqui no Fórum, com aqueles potes que vc pressiona e tira parte do ar, ou se o vácuo não extrairia do café (voláteis) etc.

 

Pensando com meus botões, se estiver bem embalado a vácuo (mínimo espaçamento interno de ar, com o pacote bem durinho) não há, supostamente, perda de voláteis, ou perda significativa, até porque estando congelado nem haverá reação química relevante, ou seja, não haverá produção e, ou, liberação de voláteis (inclusive óleos), até porque não há espaço (salvo em nível celular) para tanto. O combustível para estas reações é o oxigênio, o que não há (haverá) num ambiente destes. Mas são meras digressões....

 

Que os enormes benefícios do congelamento a vácuo (especialmente em doses individuais) são inquestionáveis não tenho dúvidas, andei descongelando cafés ultimamente, levados ao freezer entre Jul e Nov do ano passado e as características sensoriais foram muito bem preservadas, sei disso por extraio alto e certas substâncias só vêm em altas extrações, então dá pra perceber (ainda que de cabeça) que elas ainda estão lá relativament bem preservadas.

 

Embalar a vácuo já é trabalhoso, ainda mais se em doses individuais ou pequenas ma non troppo, imagine usar nitrogênio! Gás carbônico nem pensar, pois o café já produz demais e temos justamente que nos livrar dele, pois atrapalham a extração e a percepção sensorial na xícara. Talvez seja até interessante, mas já tenho trabalho demais no meu Lab Kitchen para adicionar essa variável de conservação, salvo se muito bem comprovado cientificamente o benefício. Sem falar que congelamento, pra mim, é sempre uma última e desesperada opção.

 

Fora do assunto congelamento, mas ainda no do gás carbônico, a ideia é sempre deixar sair o máximo possível dele até a entrada da 2ª semana da torra (por isso os melhores pacotinhos são valvulados). Mas aprendi tb, e comprovei na prática, que durante os primeiros dias da 2ª semana (10º-12º, depende do grão), é sempre melhor deixar num pote (ou embalagem) com um pouco de "ar" (mais exatamente, não tirar demais o ar) pois isto permite uma liberação e expansão do gás carbônico que está sendo produzido no grão; se não houver espaço para essa pequena expansão, um aumento da pressão interna provocada pela liberação do gás, poderia de alguma forma prejudicar as reações que continuam ocorrendo nos grãos, em que pese em menor velocidade e intensidade.


Aeropress + Filtro Able Disk Fine, Globinho Hario 600ml, Nespresso Inissia, Moedor Bravo Mini Iron Man, Moinho MD40 (mós novas), Peneiras Granulométricas de Laboratório (3"x1", 600, 850 e 1.000 micra; 5"x2" 180, 355, 600, 850 e 1.000 micra; 8"x1", 250 e 300 micra), Bule Elétrico Bonavita, Balança Hario Drip V60, Cremeira Hario QTO, Pitchers FPRO 350ml e 600ml, Condutivímetro COM-100, Termômetro ES RW, Pirômetro Fluke 59MAX *** Torrador Bolinha nº 2 (ainda não arrisquei) *** Cantinho dos aposentados: Mondial C-08 com filtro duplo despressurizado e seu Tamper LGJ 51mm, Laranjinha - Cafeteira Retrô Pascucci (Tecnosystem, Coffee Magic), Clever pequena, kit Coador e Jarra Hario V60 nº 1 e 2, Cafeteira com Coador de Pano Hario, Cafeteira Hario Caféor, Melita 102 e 103 (ambos com 3 furos), Moedor Hario Slim, Moinho Mimoso nº 2 (pra brincar, e cafés menos exigentes), JC Tamper 57mm.


#95
Bruno Marinho

Bruno Marinho

    Avançado

  • Senior Members
  • PipPipPipPip
  • 1224 posts
  • LocationRio de Janeiro, RJ
  • Equipamento:Poemia, Aeropress, Vario, Chemex, Minipresso, Bravo Mini, Espro Mini

https://www.thelittl...blog/cryogenics



#96
Márcio Martignoni

Márcio Martignoni

    Curtindo um bom café...

  • Senior Members
  • PipPipPipPip
  • 1183 posts
  • LocationNiterói
  • Equipamento:Baby Twin, AP, FP, Hario Skerton, V-60, Buono, Rancilio Kryo, Air fryer mod, Bravo Tamper, Clever
Excelente, Bruno!!!

Enviado de meu GT-I9505 usando Tapatalk

Abs,

 

Márcio


#97
Freedom Force

Freedom Force

    Participante

  • Senior Members
  • PipPipPip
  • 83 posts
  • Equipamento:Tramontina Moedor Express; Aeropress; Melita 102; PHC19 c/ filtro não-pressurizado
Muito legal essa entrevista mesmo.

Sobre congelamento de café, eu há tempos atrás gostei de ler esse artigo, apesar de comprido: https://www.home-bar...in-freezer.html




0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 0 visitantes, 0 membros anônimos