Ir para conteúdo

Lisboa Santos

Lisboa Santos

Cadastrado: 08 Jul 2015
Online Última atividade: Hoje, 11:33 AM
-----

#180196 Hario V60

Publicado por Lisboa Santos em 19 January 2017 - 11:44 PM

Em tempo, vejo que algumas pessoas orientam mexer o bolo com a colher após você cobrir todo o bolo com a água. Vocês recomendam ?

Agitação é uma das 4 variáveis básicas de extração, muito negligenciada, que tem por finalidade principal promover uniformidade de extração. Agito em todos os métodos. Nos por percolação, como o Hario, o próprio despejo de uma boa altura já promove uma boa agitação, mas eu sempre reforço com 2 ou 3 mexidinhas com uma colher a cada despejo, ou, depois do último despejo, a cada 30 seg até a água começar a chegar perto bolo.



Enviado de meu LG-K430 usando Tapatalk


#180181 Hario V60

Publicado por Lisboa Santos em 19 January 2017 - 02:26 PM

Quanto mais fina a granulometria mais lento o fluxo, maior (e melhor) a extraçäo. Dificilmente faço com menos de 300ml de água (11g a 13g de pó, BR de 5,5% a 6,5%), daí tb o tempo total maior de 8min ou mais. Mesmo no Hario Caféor monodose de 150 ml, filtro metálico (em tese com maior fluxo) dificilmente fico com tempo total inferior a 4 min, certamente devido à minha granulometria finissima e nível de despejo baixo, 1 cm acima do pó. Tente um despejo mais baixo, digamos mantendo 1cm acima do nível do pó, que isso aumentará o tempo total de preparação. [emoji6]

Enviado de meu LG-K430 usando Tapatalk


#180178 Hario V60

Publicado por Lisboa Santos em 19 January 2017 - 01:00 PM

Alguns poucos detalhes... Mantenho a água a mais ou menos 2 cm acima do nível do pó, o que deixa o pouring mais lento, uns 4-5 min, mais uns 3-4 pra chegar no bolo (na verdade qdo começa um gotejar de 2 gotas/seg). Moagem mais fina que espresso, água fervendo, agitação leve sempre que adiciono água ou, depois, até o gotejamento (em média a cada 30 seg).
Outro dia fiz 4 cafés: esse tipo de Hario-padrão (3 min total, moagem média, água 92"C); depois um em que só aumentei a temp, pus agitação e fiz despejo mais lento; na terceira com moagem mais fina que espresso, deu despejo de 5 min mais 4 min até o gotejamento; finalmente minha receita de AP. A 1a ficou até que normalmente "boa-padrão", como em cafeterias de Sampa há 1,5 ano atrás: levemente amarga, docinha e equilibrada (leia-se acidez tão baixa quanto o amargor e a doçura). Em resumo, ficou com a %Ext mais baixa de todos, e 5% (cinco) a menos que a da AP. É como comparar um leite desnatado de caixinha (0% de gordura) com um Leitíssimo Integral (4% de gordura).

Enviado de meu LG-K430 usando Tapatalk


#180159 Hario V60

Publicado por Lisboa Santos em 18 January 2017 - 10:37 PM

O autor do artigo bloomingueiro extrai no V60 em 2:30 min quando seca o bolo. Ainda por baixo (sic), usa granulometria média-grossa e água a (só) 92°C. Isso dá um café bem subextraído, e discutir proporção água-pó de P.I. nestas (sub)circunstâncias me traz à lembrança aquelas anciãs discussões de qual pneu de tala larga ficava melhor no fuscão preto 1.600, em vez de pensar em ter um Dodge Dart com pneus de fåbrica!

Vai conseguir um xícara infinitamente melhor "sem" P.I. nenhuma, mas com 3 ou 4 min de "infusão" mais 1 ou 2 até chegar no bolo, e sem mexer em moagem e temperatura, pq senão fica ainda melhor.


#180040 Torrador bolinha

Publicado por Lisboa Santos em 16 January 2017 - 11:48 AM

É isso aí, Luis Paulo! Como eu tinha as pedras refratárias, evitei de mexer nas pernas por enquanto.

 

Sobre o acerto de torra vai depender de cada grão, pois cada grão é um grão: tamanho, densidade....

 

Quanto a medir temperatura, você só confirmou minhas suspeitas: tem o risco do "scorching", além da voação pelicular, :P nesta pobreza equipamental o jeito é voar às cegas mesmo. :lol:

 

Na minha planilha, refiro-me à abertura do gás em "full", "half" (metade entre máxima e mínima), "medium" (meio caminho entre metade e mínima) e "minimum". Segui uma recomendação sua neste post, de diminuir (um pouco) antes do 1C, mas tudo indica que diminuí antes demais, pois muitos grãos talvez não tiveram força (calor acumulado) para desenvolver apropriadamente após o 1C. Estava com medo de queimá-los, e mesmo não desenvolvidos alguns queimaram. Estou girando na velocidade de 1 volta/2 seg, talvez seja o caso de girar mais rápido um pouco, ou aumentar a quantidade pra 250g, ou deixar desenvolver mais um pouco (por falha minha cortei uns 30-40 seg antes do que previra). Tem tudo isto pra botar na chaleira! :P Devagar se bebe muito! ;)

 

Agora.... como vários já disseram, inclusive o Alex acima, é meio que nem filha: mesmo que a torra seja feinha (ou ruinzinha) a gente ama do mesmo jeito, só porque foi gerada por nós! :D A faxineira é quem vai adorar essas torras "erradas", repasso pra ela tudo que sobra, e muito mais (o que vai ficando velho e não congelei etc.), mas mesmo assim ainda é umas 10 vezes melhor que o padrão supermercado! Ela já me disse que tá ficando mal acostumada (e esperta): meus cafés ela só toma puro, quando é com leite vai de Pelezão mesmo!

 

Já vi que não largo mais este treco não! muito gostoso e desafiante... :ph34r: e muito, mas muito mais econômico.




#180021 O que você comprou ou recebeu hoje?

Publicado por Lisboa Santos em 16 January 2017 - 02:28 AM

Mas estou até pensando em pedir esses da Inglaterra que se chegar em umas 2 semanas.....

Quando eu comprava da Square Mile estavam chegando (em média) em Curitiba no final do dia seguinte (eles torram e botam no avião no mesmo dia) saindo de lá de Curitiba (após despacho aduaneiro bláblablá) no 5º ou 6º dia corrido (haja incompetência!), chegando em Sampa no dia útil seguinte, e finalmente aqui em casa (interior de SP) dois dias úteis depois. Um eu recebi no 11º dia corrido, mas duas das remessas no 7º dia corrido, aqui! Tava tão rápido (mas proporcionalmente muito mais barato, e melhor) que café super especial comprado em Loja Online de São Paulo! Uma do Coffee Lab, entre fazer o pedido, pagar e receber demorou 1 semana! :rolleyes: E paguei por 250g de café mais caro que as 350g da Square Mile. :angry:




#180020 Torrando os cafés da 2ª Compra Coletiva de 2016

Publicado por Lisboa Santos em 16 January 2017 - 01:55 AM

Minha 3ª torra no Bolinha, minha segunda em casa com um Bolinha nº 2, parti logo pro Brejetuba, sem medo de ser feliz, Qui Si! É que nem treinar extração: não adianta ser com café ruim, tem que ser do melhor! dá dó... mas não tem outro jeito de aprender.

É a torra nº 2, esqueci de medir a temp ao final. Tem muito (na verdade, tudo!) o que melhorar ainda, lógico! Alguns ficaram queimadinhos, e, ainda assim, parte destes não desenvolveu segundo o que chamo de "Índice Rafa Rocks" (coluna "Rafa cracked"): eu olho com uma lupa cada grão pra ver se está com o rachadinho; se não estiver não passou pelo 1C, i.e. tá subdesenvolvido. Vamos provar semana que vem, hoje ficou até interessante, mas nem sombra da torra de 500g no Átila de 5Kg.

 

Bolinha%202%20xlsx_zpscxvtu6up.jpg

Bolinha%202_zpsxrujltsd.jpg

 

Ps.: foto de celular (definitivamente não gosto), ajustada como pude (Photoshop Lightroom Android) para refletir as cores reais, ainda assim não ficou muito parecido não: o moído está um pouco mais escuro, e os grãos um pouco mais claros. :(




#180019 Torrador bolinha

Publicado por Lisboa Santos em 16 January 2017 - 01:36 AM

Fiz mais uma de teste e depois parti logo pro Brejetuba, sem medo de ser feliz, Qui Si! :ph34r: É que nem treinar extração: não adianta ser com café ruim, tem que ser do melhor! dá dó... mas não tem outro jeito de aprender. B)

 

É a torra nº 2, esqueci de medir a temp ao final. Tem muito (na verdade, tudo!) o que melhorar ainda, lógico! :P Alguns ficaram queimadinhos, e, ainda assim, parte destes não desenvolveu segundo o que chamo de "Índice Rafa Rocks" (coluna "Rafa cracked"): eu olho com uma lupa cada grão pra ver se está com o rachadinho; se não estiver não passou pelo 1C, i.e. tá subdesenvolvido. ;)

 

Bolinha%202%20xlsx_zpscxvtu6up.jpg

Bolinha%202_zpsxrujltsd.jpg

 

Ps.: quanto à sujeira das películas, desta última vez foi mínima (fechei melhor a tampa e só abri ao final), voou um pouquinho somente em cima do fogão, uma passadinha com o aspirador de pó resolveu.




#180004 Torrador bolinha

Publicado por Lisboa Santos em 15 January 2017 - 08:28 PM

Até que a lambança foi bem menor do que eu imaginava. Mas tô em dúvida se invisto num fogareiro especial pra usar lá fora no quintalzinho (areazinha de serviço, bem aberta), tem um funileiro aqui que faz pro pessoal da roça que usa Bolinha, vou ver quanto sai, disseram que fica na casa dos R$100,00 e sob medida, próprio pra usar com Bolinha. Acho que só vou mexer na minha Air Fryer quando chegarem os mods importados, daqui uns 2 meses.

 

Agora.... que é divertido é!  :lol:  trouxe à lembrança os velhos tempos em que comecei com meu primeiro moedor, um Mimoso nº 2, levemente modificado, que parei de usar quando comprei meu MD40. :P Vô botá sadupra "Zé Bolinha & Mimoso" pra tocá uns cafezin bão pra ieu bebê, uai! :ph34r: B)




#180002 Faça você mesmo

Publicado por Lisboa Santos em 15 January 2017 - 08:20 PM

Agradeço ao Rodrigo pela sugestão e inspiração, ;) ao mesmo tempo em que peço desculpas pela esculhambação (rimou), visual! :P Era só pra testar e deu super certo! super eficiente, esfriou 200g em menos de 1min, mas continuei por mais 1 min para garantir o resfriamento interno dos grãos. Pus em bom uso meu velho aspirador cansado de guerra (aspiro moedores, finalizo grãos peneirados nas granulométricas e muito mais). Meu trio TAC (Tramontina, Arno e Correios) vai dar pro gasto por um tempão, ô trein bão! :lol:

 

Bolinha%2001_zps0ucxwkls.jpg




#179998 Torrador bolinha

Publicado por Lisboa Santos em 15 January 2017 - 08:00 PM

:lol: :D  Fiz minha primeira torra caseira (em casa, não é redundância) num Bolinha nº 2, que tinha comprado há uns 18 meses. Tô rachando o bico até agora. B) :lol:

 

Primeiro, quase me intoxiquei ao "queimar" (usar) o bolinha pela primeira vez: queimou a tinta, saiu um fumação do cão (tô até agora com dor de cabeça, acho que por isso), depois de uns 2-3 min parou, tava amaciado, daí pude usar.

 

Segundo, tive que adaptar o fogão, com duas pedras refratárias que eu tinha num forninho elétrico, pois ao girar o Bolinha batia e prendia no bico de gás. Ficou legal a altura, e acho que a temperatura tb. Usei a boca central grande (de fogão de 5 bocas) com dois círculos de fogo. Era pra eu ter diminuído o gás lá pelos 4 min mas esqueci, diminuí o fogo lá pelos 7 min quando começou o 1C, tirei com 8 min (ainda estava rolando o crack). Se eu maneirar na temp acho que vou chegar no padrão de 10-12 min.

 

O café (usei 200g) ganhei de um amigo de um sítio de um tio dele. Muito simples o café, bem feinho, bica corrida com grãos de peneira 10 (ou menos) até 14 ou 15 (no máximo), tinha muita sujeira inclusive catei 3 pedaços (sic) de pedra, não vou arriscar moer. Vou fazer mais umas 4 ou 5 torras pra pegar o jeito de mexer. Um pouco antes de começar o crack abri a tampa para medir a temperatura com um pirômetro e tava 202ºC. Deu perda de 13%.

 

Voa película pacas, não sei se vou continuar fazendo dentro de casa, fechei a porta da cozinha pra sala e pro corredor dos quartos, abri a janela e a porta que vai pro quintalzinho, e pus um ventilador pra ajudar a soprar a eventual fumaça pra fora. Usei tb o depurador Suggar do fogão. Ainda que bem que as películas ficaram praticamente sobre o fogão, voou pouco para o chão. Teve uma hora que abri o bolinha e tentei aspirar essas películas, mas não deu certo!

 

Agora sobre fumaça, o meu amigo e produtor João Hamilton do Sítio Canaã (FAF) que só torra em bolinha disse que se você torrar certinho não faz fumaça. Exagero, digamos que faz "pouca" fumaça, isso sim é verdade. As torras dele são claras-médias no máximo, ele tira entre 45 e 60seg depois do 1C, num tempo total em torno de 10 min. O que me animou a tentar, é que ele já me torrou dois batches de um Obatã Roxo dele (93,5 pontos) que ficaram muito bons (fico imaginando aquele café num torrador profissional). Há duas semanas ele me ensinou como usar o bolinha (perdi a virgindade lá no sítio dele onde fiz 1,8Kg, num Bolinha nº 3,  de um Bourbon Amarelo Reserva Especial da FAF que ficou muito bom).

 

Vou ver se consigo abrir periodicamente e medir a temperatura, mas acho isto meio inútil e ineficiente, além de complicado (pode queimar alguns grãos). Quando partir pra minha primeira torra pra valer, vai ser o Brejetuba da 2ª CC, daí pra "harmonizar" acho que vou moer no meu Mimoso nº 2 (que nem o do João Hamilton no sítio Canaã). :P

 

Cara, quando o café é excepcional num tem conversa mole, nem nhénhénhé, nem torrador, nem moedor, nem coador, e nem chaleira que atrapalhe! :ph34r: Uma das melhores xícaras que tomei no ano passado fora de casa foi justamente o Obatã dele, torrado num Bolinha, moído num Mimoso, preparado num Melitta nº 3, com chaleira bico de cano (3 cm de diâmetro) e degustado depois de uma hora na garrafa térmica (intencional, o café dá uma arredondada, incrível), durante o crepúsculo (mas sem vampiros), numa pedra num mirante do sítio dele que tem uma vista incrível do vale de Caconde. Melhor combo café-cafeteria do ano passado!

 

Bolinha%2002_zps5jrqi2fq.jpgBolinha%2001_zps0ucxwkls.jpg

 

Este é o meu resfriador "di grátis" super eficiente, esfriou em menos de 1min, mas deixei 2 min por precaução para garantir o resfriamento interno do grão tb. Inspirado no tópico Faça você mesmo. Ficou feinho de doer, mas era só pra testar se dava certo mesmo, e deu!




#179981 Fora o café, você tem algum outro hobby?

Publicado por Lisboa Santos em 15 January 2017 - 12:44 PM

Hobbie%20Cat%2016%2010003_zpsvwlis4o2.jp

 

Olha só o Gil de peruca ralinha! :o Acho que ele fica melhor sem.... :unsure:




#179950 Fora o café, você tem algum outro hobby?

Publicado por Lisboa Santos em 14 January 2017 - 07:39 PM

Mas e aí, ser maquinista é legal? Dá a impressão de ser algo tão "maçante" rsss

 

Se é legal?!?!  :unsure: Ô mai nem! :ph34r: Se não fosse eu não teria acumulado 15 mil horas ao longo de 14 anos de virtualismo ferroviário, uai!  B)  A única exceção, na vida real, foi em 2005 com uma maria fumaça do início do Séc. XX, lá em Porto Velho (RO), da mudialmente épica Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. Papo vai, papo vem, com o maquinista, falei que era maquinista virtual (na época há 4 anos), ele não botou fé neste negócio de computador e falou "quero ver se você sabe mesmo!". Ele tinha acabado de aquecer a caldeira, peguei a vovozinha, e, apesar de alguns tranquinhos e barranquinhos, fui e voltei no pátio de manobras com 5 vagões, uns 600 metros ida-e-volta, sem ele dar nenhuma dica, e sem nenhum problema como quebrar engate. :ph34r:  Ele ficou besta, e eu mais ainda! :lol:

 

Agora... maçante não é de jeito nenhum! Se fosse um "joguinho" de trem, pra levar o trem de A pra B, poderia. Mas era um simulador muito bom (visualmente era fraco mas a física era muito realista), chamado Run 8, com muitos maquinistas reais (alguns aposentados mas outros jovens e na ativa), nós simulávamos mesmo operações reais com todo o protocolo oficial americano de sinalização e tráfego, com rádio ao vivo; em uma sessão com um grupo fechado de 20 membros teve até a participação de um observador da FRA - Federal Railroad Administration que ficou admirado com o realismo e "profissionalismo" do grupo!

 

Não era maçante, mas com certeza era estressante, principalmente se você quiser levar o trem perto do limite de velocidade permitido, sem problemas, é muito difícil, tudo tem quer pensado com 1 milha de antecedência, em função da sinalização e topografia. Manter um trem expresso  de 8.000 ton, com 2 ou 3 locomotivas, perto do limite a 110mph, ou um super cargueiro com 8 locomotivas e 18.000 ton, no limite permitido de 55mph sem quebrar nenhum engate não é brincadeira! Um cargueiro mais leve em velocidade máxima não pára, com segurança, em menos de 1 milha, um super cargueiro então.... :lol: nunca sofri um acidente, mas levei muitos sustos! suava a frio de verdade em certas ocasiões.

 

Normalmente íamos em dois na cabine: o Condutor que é o responsável pelo trem, lá nos EUA é ele quem manda em tudo (inclusive no maquinista que só opera a máquina), acompanha o movimento pelos mapas ferroviários e fala no rádio com o Despachador (na Torre de Controle) e outros trens; e o maquinista, que não pára 1 min de atuar de alguma forma, se ficar 30seg sem nenhuma atividade começa a disparar um Alerta, e se em mais 15seg não houver reação o trem será freado automaticamente! Às vezes era, diria, "boring", mas não enquanto estava em movimento, por ex. quando você ficava preso num sinal, devido ao trafego ou problemas de quebras com outros trens. Uma vez na Serra de Tehachapi, linha única, um trem que vinha em sentido contrário quebrou e ficamos num páteo de cruzamento quase 2 horas esperando. Como é permitido cochilar, nestas circunstâncias, desde que alguém da equipe fique acordado, eu (estava como maquinista) depois de 1 h de espera, pedi permissão para tirar uma pestana pois já rodávamos havia 6 horas e ainda tinham mais 3 horas pela frente (2h de descida de serra), o Condutor permitiu, eu desliguei o rádio e acordei 1 hora depois com a buzina do outro trem, e a luz cegante na cara (era de madrugada), passando por nós! :lol: :ph34r:

 

Às vezes era também cansativo, imagine uma sessão de 10-12 horas seguidas, com toda seriedade e atenção! eu terminava deliciosamente exausto e literalmente acabado em muitas delas! :P Mas esse "realismo" é que era a graça do negócio. ;)




#179876 Sem assunto!

Publicado por Lisboa Santos em 13 January 2017 - 07:31 PM

Gato preto cafeinado! Guenta coração.... Os bichos já são elétricos de madrugada (eu durmo tarde) imagina com café! :P




#179875 Fora o café, você tem algum outro hobby?

Publicado por Lisboa Santos em 13 January 2017 - 07:18 PM

Não costumo ter muitos hobbies ao mesmo tempo porque sou de mergulhar (já mergulhei tb) de cabeça nos que invento de nadar. Hobby seria aquela atividade não profissional, que não faz parte de suas obrigações, né ou num né?

 

Paulistano da Garoa, morava em Sampa. Quando jovem fui violonista clássico (14-17) neste mesmo período fui escoteiro.

 

Depois (já menos jovem) regente coral e assistente de orquestra (17-27).

 

Fotógrafo amador (27-33) com laboratório B&P (era adepto e estudioso do Zone System do Ansel Adams) em casa, tb gostava de diapositivos, daí minha filha nasceu e o photolab virou quartinho de nenê!

 

Bonsai 40-45, daí mudei para o Interior de Rondônia e tive que deixar minhas árvores com bons e cuidadosos amigos, uma delas já está com seus 20 anos, tive oportunidade de vê-la há 4 anos atrás, emocionante.

 

Em Rondônia virei jogador virtual. Em 2002, ao longo do campeonato mundial de F-1, fiz meu campeonato virtual (carros de 2001) paralelamente às corridas: eu treinava, ajustava o carro, treinava, classificava e corria. Tudo real e pra valer, modo expert (esqueci o nome do jogo), no dia da corrida era pra valer, eu morria pro mundo não podia ser interrompido por nada. Acabei naquele ano em 6º lugar principalmente graças ao Nakajima que me tirou de uma 3 corridas...

 

Lá também me apaixonei e virei um maquinista virtual, com controlador próprio, parei há dois anos, quando participava de longas sessões em tempo real (online) com rádio e protocolo americano, tinha quase 15.000 horas de cabine, e fiz muitos mods para os jogos que usava. Fui também ferreomodelista e construiu um boa maquete (não completei todo o acabamento), quando morava em Rondônia. Ainda tenho meus trenzinhos alemães e italianos, de vez em quando rodo com eles.

 

Depois que voltei para o Estado de São Paulo (2007) fiquei praticamente só com a simulação ferroviária. Mas fiz Filosofia (faltou um semestre para concluir), uma paixão de juventude. Virei massagista de Shiatsu Expresso, e Mestre em Reiki.

 

E desde maio de 2005: coffee.

 

Gosto muito de cozinhar, desde sempre, e tenho uns pratinhos gourmet, mas não considero um hobby, apenas algo que sou "obrigado" a fazer, então faço com muito esmero. Comprei recentemente uma pedra para assar pizza, e pretendo começar a fazer pães, ainda este ano. Iniciei a fabricação de licores há uns 6 meses, acabou de maturar um de café Kenya Gichitaini PB que ficou maravilhoso! Gostaria de entrar na cerveja, e aprender a fazer uma sem lúpulo (responsável pelo amargor, já que não gosto de amargor), se é que isso é possível e não é uma heresia. :P

 

Tem gente que acha estranho eu demorar 20 minutos para preparar uma AP, mas vejam o histórico.... No violão eram horas por dia de malhação básica. Na fotografia, uma hora para tirar um foto que me agradasse e mais duas de laboratório para trazê-la ao papel. Como maquinista chegava a rodar sessões online (com mais de 20 trens simultaneamente) de 12-14 horas sem parar. No Bonsai anos (décadas) para ver o resultado do que vc tinha idealizado.

 

Capricho, dedicação, aprofundamento, evolução, superação de desafios... :ph34r: e criar, seja lá o que for, preciso estar sempre criando, ;) é isso que espero de um hobby, senão não tem graça! :lol: Ah, e claro, nem precisa dizer, muita, mas muita paciência mesmo. B)