Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Leaderboard


Popular Content

Showing most liked content on 07/02/2017 in all areas

  1. 11 points
    Estava devendo compartilhar aqui no fórum os planos do suporte que eu fiz para o Bravo Mini. Parafraseando o Gil, "vamos lá"! Fiz em compensado, bem simples. Foi desenhado para a minha necessidade que era de prendê-lo na bancada da minha cozinha americana. Pensei em prender na lateral, ficando assim numa posição boa para eu girá-lo. A ideia de fazer o suporte surgiu da vontade de diminuir o esforço na moagem. Mesmo que não seja tão duro assim, é algo que me incomodava. A solução de adaptar a furadeira não se mostrou muito prática, já que precisa ficar com a furadeira sempre por perto, precisa usar o adaptador. Por isso, pensei no suporte. Quando planejei, a maior dúvida era como travar o moedor no suporte, já que o corpo do moedor é cilíndrico e bem liso. Pensei em fazer com algum tipo de braçadeira, mas nada que eu pensava ficava bonito. No final, fiz dois anéis de madeira, um com a o diâmetro igual do corpor do moedor e outro com diâmetro um pouco maior. Eu havia pensado em colocar um anel de borracha entre o suporte e o moedor, para que desse a fricção necessária para segurar o moedor durante a moagem. Não precisou de nada disso. O anel inferior ficou justo o suficiente e o moedor trava sozinho ali. Não risca, é fácil de tirar e colocar. Já postei aqui esse vídeo, mas vai de novo para ficar organizado: Fiz o projeto no SketchUp, segue o link para download: http://ge.tt/8N7nWbl2
  2. 8 points
    Fiz 3 torras hoje. Barinas Moka (14,0%, 11min), Sítio Canaã (14,4%, 11,5min), ambos da CC, e Sta. Rosa, Catuaí vermelho CD (16,1%, 13min, para o cappu da esposa). Um cheiro legal na casa Rsrs
  3. 2 points
    Bom dia!!! Estou na minha 4ª torra, utilizando o famoso torrador do Beto-o. Muita coisa para aprender. Já li o tópico inteiro, mas gostaria de saber como estou me saindo. As 3 primeiras torras eu fiz há 03 dias. Todas na mesma noite, esperando 30 minutos de intervalo para o forno esfriar. Não tenho sensor de BT, apenas o de ET, porém em todas as 04 torras o primeiro crack ocorreu sempre com a ET entre 195 e 200ºC (me parece consistente). A única torra que nem fiz questão de experimentar foi a 1ª, pois desliguei o forno precocemente, achando que os sons que estava ouvindo eram o 1º crack. Porém a 2ª e 3ª torras saíram com os seguintes dados: 2ª torra: Tempo total 10:00 min, perda 13,6%, 1C aos 8:00min. 3ª torra: Tempo total 09:30, perda 12,4%, 1C aos 07:30 min. Vou postar fotos e dados da torra de hoje (sempre faço leitura das temp a cada 30s): 4ª torra: * Temp de entrada dos grãos 230ºC * Primeira leitura aos 00:30 162ºC * Turning point aos 02:30 * Grãos completamente amarelos aos 06:00 e ET 177ºC * 1C aos 11:30 e ET 195ºC * Término aos 12:30 ET 199ºC Características dos grãos (comprados pelo amigo André aqui do fórum na Academia do Café): Brejetuba, fermentado, altitude 1.100m, densidade de 700g/L. Nas 03 torras uma coisa vem me incomodando. Existe alguma heterogeneidade na cor (acho que já li que em grãos fermentados que isso é comum... procede???), mas o que mais achei feio é que percebo que em um mesmo grão existem cores diferentes, como rajadas largas de cor mais escura. Isso é o Scortching? Ou no grão fermentado também é comum? Eu experimentei os grãos no Aeropress e o sabor estava bacana, apesar disso. Boa acidez, sem amargor algum. O aroma quando abro o saco não é dos mais fortes, porém tem um cheiro agradável. Agradeço pelas opiniões e dicas do que fazer para melhorar esse aspecto!
  4. 2 points
    A eletrônica/software pode regular a potência da resistência usando o timing dos cruzamentos da voltagem. Se é admitido que isso sempre ocorre na frequência de 50 Hz, ligar no 60 Hz pode embananar o algoritmo.
  5. 2 points
    Fala, pessoal! Este é o meu atual cantinho do café. Nesse mês estarei fazendo uma bancada no meu "estúdio de guitarra" para misturar os ambientes. Assim que ficar pronto, eu mostro para vocês! Tinha esquecido do armário...
  6. 1 point
    @rbata, embora as fontes "chaveadas" (não são fontes com chaves, são as que operam com chaveamento de alta-frequência pra converter energia, como fontes de computador, carregadores originais de smartphones etc.) projetadas pra 50Hz funcionem ainda melhor em 60Hz do que em 50Hz, quando se trata de controlar a potência de circuitos elétricos de alta corrente costuma ser bem isso que o @sergio.m postou: se o circuito que controla a potência usa a duração do semiciclo de 50Hz (10ms) como base de disparo do tiristor que alimenta a resistência ou elemento aquecedor indutivo, ligar em 60Hz (semiciclo de 8,333ms) vai no mínimo causar erros de leitura e ajuste, mas pode simplesmente nem funcionar, se depender de o sistema sincronizar o oscilador interno à rede elétrica pra começar a operar (alguns dispositivos No-Break e UPS funcionam assim). Se fosse uns 10 dólares e eu achasse controle wireless importante numa chaleira eu até arriscaria, por esse valor eu não correria o risco. Caveat Emptor! @CaÊ, bem que estou tentando ler, mas não tenho conseguido alcançar os posts atuais em tempo de comentar. Esse sistema novo mandou mensagem avisando que fui mencionado, por isso vim direto aqui, mas ainda tô lendo postagens de uma semana atrás...
  7. 1 point
    Scorching acho não tem, Helder. Parece que alguns grãos mostram pouca expansão. Se vc quebra uns grãos, como está a homogeneidade interna?
  8. 1 point
  9. 1 point
    Acabei de comprar 2! 108 Reais com frete. Eu já tenho duas de 8OZ e agora peguei essas de 6OZ(180ml) pra capos com gosto maior de café e pra treinar pros TNT que geralmente são 6OZ.
  10. 1 point
    Fala, galera! Que bom que gostaram das xícaras! Não paguei tanto assim não. Custou R$ 41,42 no site da Lighthouse. Porém, comprei só a xicara, não vem com píres... http://www.lighthousecafe.com.br/index.php?route=product/product&product_id=245
  11. 1 point
    Interessante, Sergio, você gostou do sorvete feito assim, ficou com gosto equilibrado ou bem forte? Eu prefiro que nem seja tão forte igual das sorveterias, porque parecem até doce de leite puro, rs. Sobre esse modo de fazer no pote. Noutro dia em que eu só tinha leite condensado em caixinha e queria fazer doce de leite, eu procurei formas de fazer sem ser com a caixa na panela de pressão (porque tinha visto antes que o material da caixa liberava toxina quando aquecido assim) e vi umas receitas no pote assim, daí vi também alguns sites falando que as tampas destes potes também liberavam substâncias nocivas e como eu não sabia em que acreditar, não fiz assim. Continuei procurando e vi um modo de fazer no forno em banho maria, demora mais, mas deu certo igual na pressão. Quando eu estiver em casa vou dar uma olhada melhor na tabela do Gilberto.
  12. 1 point
    @felipejack É, também não entendi essa da variedade, até porque o pessoal do Grave é amigo do pessoal do Colab. Tomei esse 22 lá e estava bem bom mesmo, o melhor 22 que tomei até então. Recomendo voltar sim e tentar sentar no balcão, melhor coisa.
  13. 1 point
    O Cabral sumiu de novo , da última vez que ele fez isso , ficou fora um ano.
  14. 1 point
  15. 1 point
    Almir, as da um coffee sao deles, são bem bonitas mesmo
  16. 1 point
    Eu fico namorando as da Loveramics, mas só importando e sai uma fortuna também. Mas são lindas!
  17. 1 point
    São da cremaware, cerca de 100 pila cada uma.
  18. 1 point
    Esses potes de conserva com rosca. https://http2.mlstatic.com/S_677401-MLB20328087537_062015-O.jpg Coloco no pote e fecho bem, a calda de sorvete de leite, só que sem neutro, sem alcool. Esses só depois no liquidificador com a calda já em temperatura ambiente. Usando neutro que funciona a quente ela precisaria ser engrossada depois normalmente e por último o alcool já morna. Na panela de pressão água até chegar perto da tampa. Quando apitar baixar bem o fogo mantendo o vapor saindo bem devagar. Desligar o fogo após 30 min e deixar a panela esfriar antes de abrir. (não liberar o vapor rapidamente) 30 minutos funcionou bem aqui. Esse tempo pode ser diferente em outra panela. (pressão/temperatura diferente) Sem panela de pressão? Sous vide, 85 C, 15 horas =)
  19. 1 point
    Gil, no caso, ela não pode por mais leite em pó. O SNGL já tá no limite. Para subir os sólidos teria que por mais gordura ou subir o dulçor (mais açúcar) ou usar dextrose. Mas para ter ganho razoável com dextrose teria que tirar um pouco do doce de leite que tem bastante sacarose. Isso do sorvete "suar" com FPD 3.2 e sólidos >= 36% nunca reparei aqui. Acho que aconteceu com ela pois os sólidos estão mais baixos. Faz sentido. Mais água livre em relação aos sólidos.
  20. 1 point
    Olá, tudo bem? O filme "Café, Um Dedo de Prosa" ainda não está disponível em DVD. Informações sobre o longa e suas próximas exibições serão postadas na página do Facebook do filme e do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas. Curta lá: https://www.facebook.com/cafeumdedodeprosa/ https://www.facebook.com/ncacampinas/ Abraços, Andréa Alves Assessoria do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas
  21. 1 point
    @dessidepaula meu caro, Bunn G3 não só indicado como é um dos melhores para moagens média/grossa, super rápido e ótima moagem. Mas para espresso tem q ser um dedicado a espresso.
  22. 1 point
    Gente nada recebi fisicamente hoje, senão a notícia que ganhei (primeiro grau) a ação contra a Receita (sanguinária) Federal em que discuto o assunto da isenção abaixo de 100 trumps. Em algum tópico já disse que tinha entrado em juízo contra a 'receituda'. Pois bem, creio que eu ganhe, também, em segunda instância - o assunto já está meio que pacificado, especialmente no sul que já é fechado. Disponibilizei e disponibilizo aos amigos foristas o modelo para quem quiser (ajuizado no Juizado Especial Federal da cidade em que vive). Vale para mais de um produto por vez, nessa ação eu discuti umas 15 - 18 compras. Sugiro, apenas, não comprarem vários de cada ou muitos em uma compra que passe desses US $100 pra não complicar.
  23. 1 point
    Novo cantinho. Gostaria de dicas para melhor posicionar, dicas de quadrinhos de café, etc, qualquer coisa para melhorar.
  24. 1 point
    Bom dia! Eu sou novo aqui, mas inscrevi me porque quero imenso conseguir fazer latte art. eu tenho uma maquina professional mas nao consigo desenhar nada decente. A minha melhor "obra" foi essa foto que postei. Sera que alguem pode ajudar este jovem :(?
  25. 1 point
    de fato, já é um evento em si. Não vejo muita margem pra gente fazer um evento paralelo. De qualquer forma, vou tentar ir. Quem viver verá.
  26. 1 point
    Hoje torrei o gesha boliviano. O café verde era bem estranho. Vários grãos pareciam ser de robusta, com a cor mais escura e o formato de canoa típico: Com o chapéu colombiano E os grãos torrados:
  27. 1 point
    torrei mais 83,5g do toraja peaberry (Indonesia) da Hasbean. Da primeira vez eu achei bom. Vamos ver dessa. Ficou com perda de 15%, contra 14,7 da outra. O estalo é praticamente inaudível. Só ouvi dois estalos ao longo de toda torra. Olha a foto aí:
  28. 1 point
    Eu tenho uma de 300, e faço sempre cheia, não importa se vou tomar sozinho ou não, se vou tomar tudo ou não. Quando você muda a quantidade de água, ainda que mantenha proporcionalmente a qtde de pó, você acaba afetando, por exemplo, a temperatura média da água durante a infusão (quanto menos água, mais rápido ela esfria), e com isso o resultado final na xícara. Cada tamanho de cafeteira é idealizado para um determinado volume. Fazer uma receita de 250ml numa Clever de 300 poderá dar um resultado relativamente diferente comparado a fazer 250ml numa Clever de 500ml. Problema maior é querer passar num Hario idealizado pra 200ml uns 600ml de café, aí entram outras fatores como "saturação" da parede do filtro... Na Clever, em tese vc vai trabalhar com a capacidade máxima dela, é diferente. Eu ficaria, como fiquei, com a opção com que faria 90% dos meus cafés. Quando, e se, for o caso, nada o impede de fazer duas receitas para atender uma demanda (excepcional) maior. Exceção é exceção. Todavia, e desde que vc padronize uma receita, eu não vislumbro problemas em fazer 250ml ou 300ml em uma com capacidade de 500ml. Só esteja atento para o fato de que o resultado mudará caso você dobre o volume da receita, ainda que o faça proporcionalmente.
  29. 1 point
    Atualizando com os equipamentos novos Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  30. 1 point
  31. 1 point
    O Yirgacheffe tem gosto de mirtilo, segundo a descrição que vem no pacote: O curioso é que mirtilo tem um gosto super sutil. Eu até gosto bastante, mas me recuso a pagar o que pedem aqui nos hortifruti da vida. Se bem que o café foi bem mais caro...
  32. 1 point
    Deve ter no mercadolivre um kit com toranja, ugli fruit e mirtilo, pra você começar a se situar. Eu tô brincando, mas um amigo meu uma vez comprou um kit para vinho cheio de frasco com aromas. Me lembro que um era de banana. Mas não dizia se era prata, d'água...
  33. 1 point
    Pois eu acho mais produtivo tomar dois cafés com características diferentes, sempre lado a lado. Mais fácil compreender as diferenças de aroma, acidez, doçura, etc. Interessante também comparar as amostras quentes, mornas e frias.
×