Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

mrcoffeafox

Senior Members
  • Content count

    78
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

mrcoffeafox last won the day on March 21

mrcoffeafox had the most liked content!

Community Reputation

51 Neutro

1 Follower

About mrcoffeafox

Profile Information

  • Gender
  • Location
    São Paulo
  • Equipamento
    ROK espresso maker, Bravo Debut, ROK Grinder
  1. Por necessidade eu cheguei a fazer pesquisa sobre transformadores. Uma das coisas que aprendi é que para usar em aparelhos que possuem algum tipo de resistência, que esquentam, é que a a potência do transformador deve ser bem superior do que a do aparelho a ser usado, por exemplo, um transformador de 5000VA para aparelhos de até 1500W. Outro fato comumente ignorado sobre os transformadores é que são poucos que possuem preparo para aterramento de fato, eu não utilizaria transformador em aparelhos caros sem aterramento, a maioria só possui 2 pinos na tomada, o terceiro que seria do aterramento costuma ser cego. Os que têm 3 pinos de fato costumam ser mais caros ainda. Se for possível em sua localidade, mais seguro seria puxar uma tomada 220 para perto do aparelho, já fiz isso várias vezes em apartamentos alugados em São Paulo e não costuma sair caro... @Cabral Pelo que entendi o SMS é uma boa alternativa para ligar aparelhos 110V com mais estabilidade numa tomada de 220V, ele é bivolt na entrada, mas só entrega 110V na saída, certo? Qual "seguro de carro" vc indicaria para aparelhos de 220V?
  2. Fermentação café

    Os que já experimentei daqui não achei nada excepcional, vindo de bons torradores. Achei até um pouco "esquisitinho". O Jimseven, por exemplo, é bem desconfiado com os fermentados, o Scott Rao costuma até mesmo criticar os naturais, por, entre outras coisas, dar início a um processo de fermentação não controlada, bom mas ele é meio chato com tudo no mundo do café, mas vale à pena observar suas reflexões...
  3. Moedores exclusivos para expresso

    20 bar? Pode ter certeza que o filtro é pressurizado. Pode ser que vc consiga bons resultados de sabor. No entanto a simples troca do filtro pressurizado por um não pressurizado não vai deixar necessariamente o resultado melhor, o mais provável é que piore. Não sei se é possível regular a pressão dessa máquina para entregar a pressão em torno de 8-9 bar no bolo do café, o que daria pra brincar com filtros não-pressurizados e micro regulagens em moedores que permitem isso. Na verdade esse tipo de máquina é concebido para quem não tem bons moedores, ou até mesmo nem tenha nenhum moedor, é até possível tirar espressos com "espuma" de café já comprado moído de supermercado. É possível ter boas e agradáveis experiências com essas máquinas, mas é meio complicado esperar que elas cheguem a entregar na xícara o que uma semi profissional (prosumer), profissional ou as boas inteiramente manuais são capazes...
  4. Moedores exclusivos para expresso

    Na verdade o Debut utiliza as mós do Mazzer Robur, de 71mm.
  5. Moedores exclusivos para expresso

    Dependendo do resultado que se procura na xícara, a premissa de que mós cônicas sejam mais adequadas para espresso não é necessariamente verdadeira. O Mahlkönig EK43 possui mós planas e é um dos moedores mais desejados no mundo dos cafés especiais. Tanto que alguns cafés mundo a fora se dão o trabalho de, antes do expediente, pré pesar a quantidade de café usado em uma única dose, deixando vários "potinhos" prontos para a moagem à disposição, este é um moedor que tem sido utilizado como single dose apesar de originalmente ter sido concebido para moagem de grandes quantidades de café (e temperos) de uma vez só. Se estiverem bem alinhadas (tarefa que pode ser um tanto trabalhosa), as mós originais são capazes de produzir excelentes resultados em uma ampla gama granulométrica, do espresso ao cupping ou prensa francesa, as mós turkish são mais adequadas para a gama do espresso. No Brasil deve estar ultrapassando os 15000 reais...
  6. A agricultura biodinâmica segue alguns princípios de colheita, plantio etc de acordo com a lua, entre outras coisas. Ninguém aqui duvida sobre a influência da lua nas águas do planeta, certo? Teria alguma influência também no fluxo de seiva para as plantas. O que eu acho complicado é que neste caso teríamos que acreditar na palavra do produtor, pode até ser que ele contou a verdade... mas... acho meio difícil, parece jogada de marketing, se ainda tivesse um selo IBD que certifica produtores que seguem princípios biodinâmicos...
  7. Cafelat - Panos de Microfibra

    @bluecoffeeEu tinha um cupom de desconto do ebay, 5 panos de ótima qualidade saíram por menos de 30 reais, chegaram em 15 dias, sem taxação, sem 15 reais pros correios... já experimentei vários por aqui que não me satisfizeram muito bem, conhecia Cafelat mas achei que não valia à pena o preço, também não acho problema algum se alguém quiser importar os da Cafelat. Estou gostando bastante da alternativa da China, melhor que todos que já experimentei, esses panos têm características comuns aos de microfibra normais e absorção bem superior aos normais, imagino que seja pelo padrão de "quadradinhos" da trama. A questão é que provavelmente todos os panos de microfibra comprados em supermercados no Brasil devem ter sido importados da China. Se eu quiser qualidade superior, pagar preço equivalente ou mesmo inferior aos encontrados por aqui, e comprar diretamente de algum vendedor da China, qual exagero nisso?
  8. Clever Coffee Dripper

    @Ana Reut um pouco fora de tópico, mas se quiser uma grande diferença de sabor, um método muito interessante é o sifão, se puder moer tão fino quanto o turco, melhor ainda, além de ser um show visual à parte. Ah, usando queimador de butano ou hológeno, o pavio não presta...
  9. Comparação de moinhos

    Pode ter certeza que o mimoso/botini é bem mais fácil de operar (muscularmente), mas o resultado da moagem do Bravo é infinitamente superior.
  10. Comparação de moinhos

    Mesmo no Bravo Debut pode ser um pouco cansativo moer para espresso, apesar das mós bem maiores, assim como a alavanca. Como gosto de torra clara e costumo moer na faixa de moagem pra turco, às vezes penso que poderia até induzir uma LER se fizesse muitos espressos por dia. Já vi em algum lugar uma maquininha adaptada para moer no Comandante. Era uma estrutura com tamanho considerável e estacionária, mais elegante que uma parafusadeira. Vai ser difícil conseguir a consistência do BM num moedor para espresso com valor de entrada... vai $$$ num com resultados parecidos, mais de 10K talvez? Melhor mesmo usar uma parafusadeira, apesar de parecer muito traquitana, funciona...
  11. Cafeteira Aram - O projeto

    O pessoal que utiliza a Decent, Scott Rao e cia, chegou à conclusão de que todas as extrações canalizam, haja vista a leitura dos gráficos das extrações reais que sempre saem "tremidos". Uma hipótese que tenho é a de que torras mais claras são ainda mais propensas a canalização. Outra hipótese: o Sette, quando bem "estacionado" etc. produz ótima uniformidade de moagem, o EK43, quando bem alinhado, excelente uniformidade de moagem... por causa disso as "canalizações" seriam mais caóticas, por isso os respingos, enquanto um moedor OK, mas que não produza excelente uniformidade de moagem, produziria uma "canalização" mais rápida e uniforme, deixando a extração mais limpa... bom, tudo conjecturas aqui... E, claro, não estou utilizando o termo "canalização" no sentido clássico de má preparação do bolo etc, mas nesse sentido de que ocorre em toda e qualquer extração, por melhor que seja a preparação do barista.
  12. DeLonghi EC220.CD

    @ivoesazevedo pra dar certo a extração com filtros não pressurizados precisa ver se vc consegue diminuir a pressão da sua máquina. 15 bar não rola. Uma prática comum que costuma ser um sweet spot no bolo do café é a pressão entre 8 e 9 bar. Veja com colegas mais experientes aqui do fórum se é possível regular a pressão da EC220. Sou bem cético com esse filtro muito largo, não acho que dê muito certo não, mas é só achômetro mesmo.
  13. Robusta especial 100%

    No final de tudo ficaram duas impressões bem fortes: o raposo foi pego pela raposa, touché. e a de que a raposa deve ter aumentado a quantidade de charutos que ela fuma por dia, porque ô café de macho kkkkk
  14. Robusta especial 100%

    Eu achei a experiência interessante. O que não gostei foi de não ser informado claramente quando comprei, sim, os dados estão lá pra quem sabe ler bem e conhece o assunto. A questão é que costumo não estudar muito os cafés que desconheço para não me influenciar no 1o cupping, em alguns lugares de confiança, agora nem tanto, pegava os pacotes sem medo e sem ler as informações sensoriais. Apesar de "coffee lover" sou bem sensível à cafeína, comecei a perceber os efeitos não tão legais no corpo até que me dei conta, não sei se essa variedade tem de fato 2X mais cafeína que arábica, mas que tem bem mais tem. Se a informação estivesse mais clara na embalagem, provavelmente também compraria para provar, talvez uma ou 2 vezes puro e depois iria temperar uns blends...
  15. Robusta especial 100%

    Eis que semana passada estava acabando meus cafés, passo em frente ao Coffee Lab e resolvo parar... numa olhada apressada nas prateleiras acabo fazendo a escolha pelo preço dos menores, $45 o pacotinho, porque por 70 e poucos reais a maioria dos que estavam disponíveis prefiro importar da Square Mille. Não presto muito atenção no que comprei e bora fazer o cupping, interessante, mais na linha do que o Jimseven chama de weird tasting coffee, mas não deixa de ser interessante, no pacotinho diz notas de barril de carvalho, de fato, parece café de macho rsrsrsrs, não pra todo dia mas interessante. Acabam as opções em casa e por três dias só tomo dele, 3 ou 4 vezes ao dia, espresso duplo no capu da manhã, espresso duplo no meio da tarde etc. Ontem me notei bem mais aéreo do que o normal, cheguei a tremer levemente no meio da tarde kkkk. Olho de novo o pacotinho, conheço esse nome de algum lugar, Venturim, presto mais atenção na variedade, Vitória - lote 69. Cai a enorme ficha, estou tomando 100% Robusta há 4 dias kkkkk. Pô, mas nem pra deixar mais claro na embalagem o que estava levando rsrsrsrs. Bora experimentar fazer uns blends com outros cafés mais doces pra ver no que dá. Mas valeu pela experiência, não me lembrava qual a última vez que tomei algum café que tivesse Conilon no blend, e agora 100%!!!
×