Ricardo Petruzza

Senior Members
  • Content count

    305
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Ricardo Petruzza last won the day on March 16 2014

Ricardo Petruzza had the most liked content!

Community Reputation

141 Bom

About Ricardo Petruzza

  • Rank
    Participante
  • Birthday 08/13/1968

Contact Methods

  • MSN
    r_petruzza@hotmail.com
  • Website URL
    http://petruzza.blogspot.com
  • Skype
    petruzza

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Marília - SP
  • Interests
    Torra caseira, moagens, extrações espresso, coados, french press, degustação e classificação.
  • Equipamento
    Rancilio EPOCA S2, Silvia, Fiamma Atlantic I, BUNN VPR, Gesto.
  1. Não é bom para espresso em cafeteiras despressurizadas. Tem bastante retenção e mesmo moendo mais grosso para french press ou italiana, espirra na parede do reservatório um pó muito fino que gruda por estática. Só uso para french e moka. E tem o preço de moinhos usados profissionais, porém robustos e extremamente competentes.
  2. [VENDIDO] Moinho vendido!!!!! Olá moderador, peço que feche o tópico, pois acabo de ver que o moinho foi vendido, e para o primeiro membro do CDC que me enviou um mp, nosso colega acabou por concluir a compra no ML. Obrigado a todos pelo interesse, fico feliz que o moinho tenha ficado com alguém do Clube. Abraços a todos. Ricardo.
  3. Não está stepless, queria até fazer, mas com o dólar hoje qualquer importação está fora da realidade. Quanto ao estado geral, está muito bom, é bem robusto e vem com dois hoppers, o original quadrado fumê com a tampa e um novo transparente redondo do Ascaso pra combinar com o suporte de porta-filtro que pode tomar o lugar do reservatório de pó com tampa. Comprei esse moinho e fiz essas modificações mas como peguei aquele bichinho que só se pega aqui no CDC, quando ví o anúncio do Nemox Lux do Guilherme Torres, endoidei e pensei assim, se esse já dá esse resultado, imagine o do "Guilherme", mas no final eles são iguais, mesmo barulho, mesmos defeitos e mesmas qualidades, o que manda é a maquina, o motor e as mós. Não tenho como comparar com o encore, mas pelo que tenho visto e lido, aqui mesmo no CDC ele fica certamente na frente do Preciso e do Encore, mas abaixo do Vario, porém após transformá-lo em Stepless, acho que sua qualidade deve aumentar ainda mais. http://forum.clubedocafe.net/index.php?/topic/1126-nemox-lux/page-13?hl=%2Bnemox+%2Blux#entry116603 Este foi um tópico passado sobre o Nemox Lux, que tomei a liberdade de citar aqui. E olha esse teste que foi feito: http://www.home-barista.com/grinders/titan-grinder-project-can-it-beat-mazzer-robur-t4499.html
  4. http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-711449983-moedor-mod-de-cafe-faema-modelo-semelhante-ao-olympia-moka-_JM 110v Localizado em Marília - SP Podem ler abaixo o que postei quando fiz a MOD. http://forum.clubedocafe.net/index.php?/topic/1623-similar-faema-do-olympia-moca-express-bresaola-coffee-grinder-modificado/?hl=olympia Desconto especial à membros do CDC, favor contactar inbox. Ricardo
  5. Esta abaixo é a DREAM só para POD/ESE https://cafeoteca.com.br/loja/ascaso-dream/ E essa é a Arc Fun para pó e sachê https://cafeoteca.com.br/loja/ascaso-arc/
  6. A minha Arc Fun veio com 2 portafiltros, 1 normal para filtros despressurizados de 1 e 2 cafés e outro para o uso de PODs. O chuveiro é adaptado para os dois sistemas. Nessa, me parece vir somente um porafiltro e 3 fiiltros 1 de 1 café, 1 de 2 cafés e 1 bem raso para o POD. Se ela fosse somente POD viria com o portafiltro fixo no grupo com uma fenda para a inserção do sachê.
  7. R$ 2.600 por uma máquina sem válvula solenoide ? Me parece que esse modelo não tem. Metade ainda é caro, eu acho. Tive uma Cafeteira Expresso Ascaso Arc Fun 110v Igual só não tinha o manômetro e era mais quadrada. com 3 botões e era azul "calcinha" lembra Ana ? Não foi fácil vender, e a vendi com tamper do JC por R$ 950,00
  8. Não tá com cara não amigos. 0% de probabilidade de chuva. 0 mm de chuva http://www.climatempo.com.br/previsao-do-tempo/cidade/2094/saomanuel-sp
  9. O vendedor anunciou de novo, não resisti e comprei. É uma Tim Horthon com assinatura BUNN. Maravilhosa, tenho tomado excelentes coados e no dia a dia faço 1 litro de French Roast. O sistema de pulverização da água é perfeito em forma de chuveiro, somado ao filtro tipo cestinha que distribuem o pó igualmente e aproveita todo o café. Se diferencia de todas aquelas cafeteiras estilo Melitta que tem um fluxo único da água. Faz uma grande diferença. Depende de uma moagem mais grossa com razão de 60g/1litro de água.
  10. Essa foi ótima Anita!!!! Mas deixa eu ficar quieto. Acho que se ela prometer ela cumpre e eu não quero nem ver.
  11. Estou também interessado em French Roast, algúem mais ?
  12. Exatamente Anita, não quero aumentar e nem criar polêmica nenhuma, me senti com vontade de escrever e esse desejo é difícil de controlar. Que não me interpretem mal, como disse é um pensamento, meu modo de ver as coisas e só. Gosto de exercitar a escrita, como não sei rimar, não escrevo músicas e nem poemas, mas descrever o cotidiano ou escrever sobre café aí sim existe parte de minha paixão, meu coração. Abraços a todos novamente. Ricardo
  13. Bem, vamos lá. Diante da atual conjuntura, minha esposa resolveu ir e talvez levemos nossos rebentos. Fabrício de 7 anos e Felipe de 13. Se não puder levar, por favor já me avisem pois tenho que agendar a "vavá = vovó + babá" par que fique com eles. Ainda tenho esperanças de dar certo a vaga de meu amigo que como já disse é um grande classificador, provador e degustador de café aqui da região, especificamente da Cooperativa dos Cafeicultores de Marília. Acredito que poderia ser um ganho muito bom para nossa visita, para o clube e até para quem se interessa em network. Lendo a história do Gilberto me deu vontade de escrever: Quanto aos "caipira", apesar de ter morado minha vida inteira no interiorrrrrr sou urbano até demais, raramente temos os problemas enfrentados nas metrópoles e megalópoles, mas por força do destino, trabalho ou lazer, necessitamos ficar uns dias a trabalho ou lazer ou somente passar por São Paulo para descer ao Litoral, pegar um voo internacional entre outros exemplos. E nessas idas e vindas, já peguei chuva e inundação na marginal, Greve e manifestação, greve de ônibus e metroviários e até de aeroviários. Sei andar em São Paulo a pé, de carro e de metrô, mas sinceramente, viver nesse caos civilizado ou civilização caótica está fora dos meus planos. Porém ainda assim tenho surpresas como em visitas a dois amigos que moram a 20 anos na capital, um radicado na Penha e outro em São Caetano, de "levá-los" para almoçar ou jantar em lugares que sequer tinham ouvido falar, como a mais antiga cantina Italiana em atividade na 13 de maio com a Conselheiro Carrão, a Cantina Capuano, ou na Galinhada do Bahia ao lado do Canindé, na primeira rua a direita passando o estádio da portuguesa, onde encontrará uma galinha a cabidela espetacular entre outras iguarias feitas com essa ave, entre outras comidas tradicionalmente nordestinas. Ou ainda comer uma carne de sol (não é charque e nem carne seca) no Amigos do Picuí na Rua Clélia na Pompéia, ah, tem outra na Freguesia, agora se quiser carne seca é só ir na Adega do Jabá na Rua Francisco de Assis, na Vila Mazzei em Santo André, esses exemplos são uma amostra. Estes meus amigos vivem seus mundos entre o trabalho e casa e entre casa e trabalho sem terem motivação para sair de casa e conhecer outros lugares, pitorescos ou não, ao invés disso escolhem o "conforto" de um Shopping Center apinhado de gente, a maioria delas com suas certidões de nascimento onde São Paulo só aparece no campo "Estado" e outros nem isso. Mas é perfeitamente compreensível devido à insegurança, trânsito e tudo o mais. Talvez esteja aí a diferença da capital e do interior, ainda podemos nos dar esse luxo de sair para jantar sem pensar muito nesses quesitos. Quantos de nós almoçam em casa ou voltam para casa para tomar banho antes de jantar ? Venham conhecer um pouco do interior, mas não se assustem com a urbanidade e a semelhança com a cidade grande, se faltam prédios, sobra insegurança, descaso público, falta atendimento médico e medicamentos, sobram buracos nas ruas, falta água e sobram licitações fraudulentas. As pessoas que ficavam na rua conversando nas calçadas agora se falam pelo WhatsApp onde não há sotaque entre um porrrrta ou porrrrrteira, os coretos das praças vivem cheios de "nóias" fumando crack e nas prefeituras e câmaras nossos políticos nos tratam da mesma forma que na assembléia ou senado, mesmo porrrrrque voto que não tem "R", é ou deveria ser secreto e como sofremos pelas más escolhas de nossos concidadãos. Não me interpretem mal, não estou criando encrenca e nem discussão, mas adoro escrever e principalmente que leiam o que escrevo. Abraços e um beijo no coração de todos N os vemos no sábado dia 19. Se Deus quiser e São Pedro permitir. Ricardo Petruzza