Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Guilherme Torres

Senior Members
  • Content count

    5,171
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    70

Guilherme Torres last won the day on April 19

Guilherme Torres had the most liked content!

Community Reputation

3,130 Excelente

1 Follower

About Guilherme Torres

  • Rank
    Avançado

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    BRASILIA, DF
  • Equipamento
    Gaggia Coffee; FIAMMA MINI BAR; STC 4; BREV SMART GRINDER; Mazzer Super Jolly; etc
  1. Torrando hoje ...

    Passei os últimos dias tomando do Rosângela CD apenas no coador (porque estava gostando muito do forquilha no espresso). Aí, ontem, peguei a última leva e fiz na máquina. Ficou tão bom que tive que torrar outra leva ontem à noite Tentei prolongar um pouco mais a MAI ( entre grãos amarelos e o primeiro crack) e acho que acabei prolongando um pouco além da conta (talvez uma carga com 150°, ao invés de 140 teria sido melhor, para uma inércia um tico maior). O café ficou muito bom no coador hoje de manhã (delicioso nas palavras da patroa), mas quero ver daqui a alguns dias no espresso. Minhas expectativas estão elevadas. Bom, chega de lero lero:
  2. Correio! #%@&!!!!

    Dei sorte. Minha última encomenda de dezembro chegou ontem. Agora é começar a espera dos transdutores.
  3. Fiamma Mini Bar

    Tenho uma máquina hoje completamente diferente da que comprei há poucos anos. Simplesmente fantástica, rápida no aquecimento ao ligar, com funções de máquinas hi end. O único porém seria a vaporização, que numa hx ou numa dual boiler seria melhor. Fora isso, pretendo trazer só uma válvula de vapor com acionamento via joystick, igual nas prossumers, coisa nada barata, pois em torno de 200 dólares. Estou simplesmente apaixonado pelos resultados que venho obtendo na xícara. Esse negócio de pressure profiling on the fly é muito gostoso de brincar. Guilherme
  4. Torrando hoje ...

    Estou relendo um bom livro, que, embora não estabeleça os parâmetros básicos (parte do pressuposto de que o leitor já tem certa prática), dá boas dicas a respeito do que pode ser maximizado ou minimizado durante cada fase de uma torra, com base em planejamento de variação do tempo em que a torra vai desenvolver cada fase. É bem interessante e acho que, na minha segunda leitura (cada uma delas se revela difícil por conta do meu domínio insuficiente da língua inglesa. Acho que ainda tenho que ler mais uma terceira vez), ainda estou apenas arranhando a superfície. Agora, me acostumando com o que cada variação no ar e na temperatura surte efeito na minha máquina, posso começar a brincar mais seriamente com isso. O tempo dirá... A propósito, o livro é "Modulating the flavor profile off coffee", do Rob Hoss. Anteontem fiz uma torra de um café fornecido pela Roast. Bem redondo no espresso (estou adorando a minha máquina de espresso depois das alterações que fiz. Conto no tópico apropriado). Já posto o log e foto:
  5. Torrando hoje ...

    Minha experiência é a seguinte: pouco antes de despejar o café, ele atinge um ponto (aferível no amostrador), que mostra as notas aromáticas que ele terá na xícara. Nesse momento, ainda considero, para meu gosto, subdesenvolvido para despejar na peneira de resfriamento. Logo depois desse momento mágico, o cheiro fica um pouco acre e, a partir daí, só vai se acentuando cada vez mais, a depender do nível de desenvolvimento (a partir do primeiro crack em diante). No entanto, logo depois de resfriado (à exceção de alguns cafés que passaram por processo de fermentação mais acentuada), o cheiro fica muito bom, bem doce, algo que remete a bala de caramelo. Mas, na airfryer, assim como deve ocorrer em outros torradores mais herméticos (sem ventilação ativa puxando a fumaça de dentro da câmara de torra), de fato o cheiro pós torra não é bom. De qualquer forma, obtive cafés muito gostosos e aromáticos depois de moídos nesse tipo de torrador.
  6. Belas Extrações do Expresso

    Hoje fui ao tigerquistão.
  7. Torrando hoje ...

    Helder, embora as temperaturas finais sejam parecidas, a abordagem de torra foi completamente distinta, tanto no fluxo de ar, como também na própria RoR. Se você observar o log do Rosângela, vai ver que a RoR máxima não chegou a 18. Nesse café, privilegiei uma curva menos parabólica, embora tenha existido (não intencionalmente, mas por conta de uma variável de ar que tinha me esquecido o comportamento) uma subida súbita na RoR aos 5min50s. Veja que o desenvolvimento nesse café foi mais prolongado, mas, ao mesmo tempo, mais tênue a subida, o que preservou mais a acidez, com menor grau de caramelização do grão. Já no Forquilha, fiz uma curva bem parabólica, partindo de uma RoR inicial alta (em torno de 25), mas sempre decrescente, quase batendo 1 no fim. É uma autêntica curva RAO, que costuma propiciar bons cafés para espresso (e, de fato, ao que parece minha impressão pós torra, a caramelização foi bem maior, com maior atenuação da acidez do café, o que, provavelmente, culminará num espresso com bastante caramelo, acidez atenuada, sem prejuízo acentuado das notas de origem).
  8. Fiamma Mini Bar

    Guilherme
  9. Fiamma Mini Bar

    Fiz uma extração agora de manhã e pirei com esse controle manual. Com o devido exagero, parece até que estou usando uma la mazzorco com aquele paddle que controla a pressão na extração. Muito legal a brincadeira. http://www.youtube.com/watch?v=-XpHp1GdZ7E Guilherme
  10. Torrando hoje ...

    Estoque ficando baixo. Ontem parti para duas torras. Cada uma com uma abordagem. Primeiro torrei a Rosângela cd. Fiz uma torra visando primordialmente a aeropress. Já o forquilha objetivei um café para espresso Ambos ficaram bem cheirosos.
  11. Fiamma Mini Bar

    Eu tenho uma opv com regulagem de latão aqui, de 7 a 11 bar. Mas, para colocá-la eu teria que retirar o manômetro ou fazer uma nova carenagem para a máquina, pois o espaço lá dentro está bem escasso. De vez em quando coça a mão para abrir tudo e rearrumar lá dentro para encaixar ela Tb. Só que quando o transdutor de pressão chegar a opv perde totalmente o sentido. Do jeito que está já não tem necessidade, desde que descobri que 65% a bomba não consegue colocar mais do que isso numa extração normal (sem filtro cego).
  12. Fiamma Mini Bar

    Fiz uma gambiarra já que não vai ficar assim definitivamente. Mas funcionou bem. A extração abaixo saiu meio rápida, por conta da moagem (troquei o café por outro e não tinha ajustado o moinho para o novo, um pouco mais claro que o anterior). Ficou bem gostoso de qualquer forma. Um pouco sem corpo, mas saboroso. Guilherme
  13. Fiamma Mini Bar

    De fato, dessa vez vou encomendar logo duas unidades. Assim fico com uma sobressalente. Mas quando estava funcionando estava um espetáculo. Parecia outra máquina. Agora o que eu devo fazer é trocar o controle de pressão para manual, controlando a bomba diretamente e ficar de olho no manômetro Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  14. Fiamma Mini Bar

    Puta trabalhão para trocar todo o sistema, instalar as peças novas para, uma semana depois, o transdutor de pressão apresentar mau funcionamento. Bom, saiu a peça até chegar outra da China. No lugar, pus um pot e o manômetro (pronto, lembrei o nome quando foi preciso, RSS. Velheira é assim, só o estritamente necessário fica guardado na memória volátil).
  15. Mostre Aqui seu Cantinho do Café

    Se ele abrir os dois, ao menos as p vão ser cafeinadas. Kkkkkk
×