MarcoC

Senior Members
  • Content count

    54
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

MarcoC last won the day on July 10

MarcoC had the most liked content!

Community Reputation

50 Neutro

About MarcoC

  • Rank
    Participante

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    São Paulo
  • Equipamento
    La Pavoni Professional, La Spazialle Mini Vivaldi II, Baratza Vario, Hottop 2K+ Roaster

Recent Profile Visitors

652 profile views
  1. Chegou hoje, da Orphan Espresso, 14 dias após a compra, 11 dias após o envio. Kit de borrachas da La Pavoni Professional, o "vidro" de protecao do nivel da agua, lubrificante e ferramenta de manutencao. Agora so falta coragem pra desmontar Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  2. Recentemente customizei o meu Vario, modelo 885. (Só perfumaria). Troquei o hopper para o modelo novo e o suporte de porta filtro para o de metal com funil. Caso alguem tambem queira fazer, não é apenas encaixe. São necessarias três pequenas alteraçoes, facilmente obtidas com o dremel (pedra esmeril e broca de ponta em esfera) Antes: Depois: 1. O suporte para PF de metal precisa de uma escavação de 1 mm nas duas laminas paralelas que formam a base de apoio: Para poder encaixar na base original: 2. O Hopper com chave limitadora de grãos tem uma área de plástico (que contem o mecanismo de uma esfera de tensão) que bate em uma das três hastes de metal que formam o conjunto da mó superior. (o da esquerda é o original) Basta desgastar o plastico com a broca esferica cerca de 2 mm de profundidade: 3. No holder de PF metalico ha duas esferas de tensao nas laterais externas próximas à base. Com a broca esferica facilmente se faz o encaixe: Apesar da mudança ser fundamentalmente estética, ganhou-se alguma funcionalidade no fim das contas. O funil tem ajudado a concentrar mais o bolo, com o porta-filtro mais solidamente apoiado, e o limitador de graos, bem, esse eu nao tenho usado mesmo, só tenho moído por dose. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  3. Diogo, geralmente tenho 3 a 4 graos diferentes rodando, portanto eu tenho um caderno de anotaçoes sempre à mão para minimizar as perdas nas trocas. Hoje por exemplo tomei um cafe torrado ha 3 dias, o Varginha Lavado, (Cocatel do Alexandre Veloso). No PF duplo BR 40%, 30 segundos. O Vario no 2 W. O fazenda dos Tachos, ja com 6 dias de torra, 2Q. O Bourbom do campo mistico, uns 10 dias de torra, 2L. E assim vai, eles estao com torra média ou media clara (agtron 55 a 65). Nao me preocupo muito com o toque das mós, pois como disse, são de cerâmica, e quando vier a necessidade, troco, mas vai demorar. A ceramica se destaca justamente pelo baixo desgaste. No aeropress, eu geralmente uso no 4L, meio que independente do grao. O que chama a atenção no Vario é como em dias secos a estatica é grande... Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  4. Fala Diogo, tudo bem? Eu faço a moagem com o hopper vazio, sempre pesando previamente a dose que preciso. Pelo que sei, com as mós de cerâmica e com uso doméstico, não pensaria muito em desgaste. Ja recalibrei meu Vario uma vez nesses 3 anos, sem perder a regulagem e com uso do hopper vazio. Agora fiquei curioso se alguem tem experiencia nessa questão pra opinar [emoji848] Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  5. Fale Marcio, Quatro anos após o último post aqui, como esta sua Veloxtermo? Descobri agora todo seu trabalho de restauro dessa beleza, que máquina, realmente uma das mais lindas de alavanca que ja vi!
  6. Excelente heim Gil! Esse bolo esta alinhado! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  7. Que belo kit de espresso esse! Ta famoso! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  8. Caros, reaquecendo a discussao sobre receita de espresso na Pavoni.@moonarse, eu li este tópico e as melhores dicas estao nessas paginas anteriores, o resultado na xícara foi muito diferente do que eu tinha antes obtido: 1. Maquina aquecida por pelo menos 10 min, manômetro indicando 0,6 bar. 2. Não expurgo vapor nem agua pelo grupo. 3. Moagem do café um tanto mais fina que para La Spaziale (geralmente estou no Macro 2 no Vario para Spaziale, subo umas 8 casas no micro pra Pavoni) 4. 13g de café, sempre no porta-filtro duplo, mas retirei o bico divisor e faço sempre para 1 espresso por vez, dando um pouco menos de 30 ml de bebida. 5. Alavanca levantada acima da metade, ai eu coloco o porta filtro e levanto ate o final, deixando 6 segundos de pre infusao e começo a descer lento. O tempo total, somando, da uns 35 segundos. 6. Precisando ir pra um proximo espresso, dou tempo pra pressao no porta filtro equalizar abrindo devagar. Preparo o grupo com um pote de agua fria e levanto a alavanca ate antes do maximo para esfriar o grupo. Pronto pra proxima. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  9. Estou eu navegando na PAGINA PRINCIPAL da La Pavoni, e eis quem surpreendentemente aparece: Gil, vc esta muito famoso cara! Estou preocupado com minha encomenda!! Descobriram vc Gil!!! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  10. [emoji477]️[emoji477]️[emoji477]️ Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  11. Aeropress Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  12. Estarei lá! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  13. Pegando a carona do Pedro Ribeiro, Gil, pode incluir tb na minha encomenda um distribuidor 53 mm pra la spaziale! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  14. Olá Pessoal! Seguindo sugestões do Luis Paulo, torrei o Bourbon Amarelo do Campo místico em 2 perfis: o Batch #15 com RoR decrescente linear, com 177C no Charge e FC suave; e o Batch #16 com RoR plano, com charge alto (212C), FC mais intenso e rápido. Em ambos, os últimos cracks do FC na bandeja, ficando em torra clara. Fiz o cupping com copo inadequado mas com 8g de pó em 150g de agua. Usei na comparacao, esquerda pra direita 1. Catuai vermelho fazenda capadocia (moka clube do mês, para referencia, pois tem ficha de cupping) 2. Bourbon amarelo, campo mistico Batch #16 3. Bourbon amarelo, campo mistico Batch #15 4. Mundo novo, campo mistico, batch #12 (cujo grafico eu postei aqui ha alguns dias) 5. Blend holandes Douwe Egberts (french roast, bem chocolate e caramelo) Voilá: o Bourbon com RoR descendente ficou com sabor mais frutado e menos acido. Foi o que mais gostei do Campo místico. Outro detalhe, o do Batch #12 foi aquele que desenvolvi beeem depois do FC, em full city/full city+. Ele ficou com gosto de nozes e um pouco de cinzas. Infelizmente nao tenho mais o Bourbon pra tentar fazer um RoR plano com queda no FC, e comparar tb. Fica pro proximo cafe, ta chegando a vez dos cafés do Alexandre Veloso!
  15. Valeu Luis, vou aderir a essa tática e posto os resultados no "torrando hoje".