Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Lisboa Santos

Senior Members
  • Content count

    1,652
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    58

Lisboa Santos last won the day on December 6

Lisboa Santos had the most liked content!

Community Reputation

2,016 Excelente

2 Followers

About Lisboa Santos

  • Rank
    Avançado
  • Birthday 11/23/1955

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Caconde (SP)
  • Equipamento
    Preferência atual: AeroPress (99%) e Globinho (1%). MD-40 e Bravo Mini Iron Man.

Recent Profile Visitors

2,041 profile views
  1. Amigo secreto de cafés pelo mundo!!

    Após preencher o formulário e clicar no botão "SEND AND LET WICHTELN BEGIN", nada acontece. Já fiz isso várias vezes, a primeira há uma hora, e nem e-mail recebendo confirmação de inscrição ou participação eu recebi.
  2. Amigo Oculto de café torrado

    que chaleira!
  3. Canadiano

    O Canadiano tem um filtro metálico embutido, do tipo cone mas invertido, aqui está mais fácil de visualizar. O Wood Skull usa filtro Hario (de preferência, segundo o Moka Clube). Se a ideia é o intercâmbio de sabores, entre madeira e café, tudo bem! mas fico pensando na retenção de óleos na madeira, lembrando o quanto o óleo de café se deteriora rapidamente. Na AeroPress (material plástico não poroso) se vc limpar só com água quente (mesmo esfregando bem) depois de uns dias já começa a influenciar o sabor, imagine não limpar (com uma bela duma esfregada com sabão de coco) uma parede absorvente de madeira?!
  4. Filtros Hario: mudanças

    @LUW eu gosto muito do Caféor (monodose metálico da Hario), e tb, mesmo quando faço no Melittão ou Clever, nunca me preocupo com o tempo de "filtragem", mexo regularmente (a cada minuto) e só: sem estresse ou encanações. Acabo por experimentar um certo café de varias maneiras, e por pura praticidade tenho feito muitos café na Moka (nesta não consigo mexer muito na variável tempo rsrsrs). Quando o café é realmente não menos que excepcional, de cada 15 xícaras umas 4 ou 5 eu dedico a buscar o sweet spot dele, e quando consigo chegar lá é sempre uma experiência maravilhosa! quase sempre parece que é um outro café... Mas dá trabalho, não é prático, e nem sempre tenho tempo ou ânimo para isso, então a caça ao sweet spot eu reservo apenas a uns poucos cafés que merecem.
  5. Canadiano

    Quanto sinto nota amadeirada (vulga, de celulose) numa extração, coisa boa não é.... imagine adicionar uma nota destas de propósito?!
  6. Pérolas do mundo cafeínado

    Esse aí tem até retentor de peliculas... chique do úrtimo....
  7. Filtros Hario: mudanças

    @Ricardo Esteves eu tenho ainda uns V60 nº 1 e nº 2, que uso muito de vez em quando pra cortar filtro para AP e Moka! estão com mais de 2 anos, e são dos antigos, talquentos e porosos. Se quiser que eu te mande para comparar ao vivo e em cores, me manda seu endereço numa MP.
  8. @Igor tá dando de novo aquele problema no site: de ter que clicar primeiro no "Meu Carrinho" e depois em "Minha conta" para poder ver o(s) pedido(s).
  9. Filtros Hario: mudanças

    A little longer percolation is not a bad idea, after all!
  10. Filtros Hario: mudanças

    O @Cabral uma vez falou que dentre os filtros de papel o da Hario é (era) o que tinha o maior percentual de algodão. No Manual do filtro eles falam até que se assemelha a um filtro de "flanela", o que pressupõe um forte toque de algodão... o que dá mais maciez e porosidade ao material. Vai ver que reduziram a % de algodão, o que explicaria estar com o fluxo mais restritivo.
  11. Amigo Oculto de café torrado

    Recebi 3 encomendas do AliExpress nas últimas semanas e elas estavam aparentemente paradas, pelo rastreio, mas estavam se movendo.
  12. Da próxima vez não haverá os mesmos cafés, pois, por ex., este do Afonso é um microlote especial para o CdC. E, se for possível, seja na CC ou comprando diretamente do Leandro @dessidepaula, vcs não podem deixar de provar o 2SL dele, está animal! Ganhei um pacotinho de presente, e já estou pedindo outro, coisa rara de eu fazer: repetir um mesmo café.
  13. Ajuda primeiros acessórios

    Além do que o @LUW falou (das 3h30min) [emoji38] é um assunto muito complexo. Vou pincelar... Existe uma medição técnica e objetiva (implementada pela SCAA há muito anos) a chamada caixa de apreciação de Extração: entre 18% e 22%, com média em 20%; acima de 22% o café está sobreextraído, abaixo de 18% está subextraído. Isto, por si só, não quer dizer muita coisa, pois para um determinado grão em determinado método vc pode ter a melhor extração dele (o sweet spot) a, digamos, 20,5%, e passando disto (por ex. a 21%) o café estragar. E também porque nestas medições está-se falando da Extração média do conjunto do pó, então mesmo com um índice não tão alto vc já pode ter sobre-extraído dos grãos mais finos, enquanto que dos mais grossos vc somente subextraiu, o que desequilibra (às vezes estraga) o resultado na xícara. Daí a importância de uma granulometria o mais estreita e uniforme possível. Existe tb o lado de apreciação degustativa, que independe de medição por aparelho, em que se nota (com a prática) que o café pode até não estar ruim (pode até não estar amargoso, se o grão é excelente e está bem torrado), mas falta doçura, notas exóticas marcantes (quando o grão as tem) e complexidade (brilho) na acidez. Num subextraído vc pode dizer que ele tem uma acidez cítrica; à medida em que vai aumentando a extração esta acidez passa a ser percebida como de limão, avançando mais vc a define como sendo de limão siciliano; ou então aquela progressão de um genérico frutas vermelhas para de morango, ou cereja ou cranberry. E quando se chega no sweet spot (lembro bem de um Kenya assim) ao pôr o café na boca vc sente uma nota de nectarina (não é damasco nem pêssego, que são parecidas) mas a finalização (após engolir) é de um suco de morango. Quanto mais vc extrai do café, mais vc sente estas sutilezas todas, e, aqui vem o interessante: isto vc só percebe, no começo (depois com o tempo e experiência isso fica mais fácil), comparativamente: vc pode tomar um café e achar ele bom, mas quando se extrai mais vc percebe nitidamente que aquela extração anterior não era a melhor, ou mesmo que ela não estava boa (como vc percebera antes). Como dificilmente repito um mesmo café, prefiro levá-lo ao sweet spot e sentir tudo que ele tem a me oferecer naquele momento, de bom e, eventualmente, de não tão bom assim. Prefiro sempre um café bem extraído para degustar um café como ele está, como costumo dizer. Sim, isto é verdade, na prática, pois o que está em jogo neste caso são os diferentes níveis de extração (inclusive quanto à uniformidade de extração do conjunto do pó) que cada método proporciona. Métodos por percolação têm extração menos uniforme do pó como um todo (acho até um desperdício de grana), já os por infusão expõem mais o que o café tem a oferecer, de bom ou de ruim. Métodos diferentes têm manutenção de temperatura diferentes, limitações de granulometria ou de agitação diferentes, e tudo isto influencia no resultado final. Mas o mais decisivo, é o tipo de filtro utilizado: papel ou metálico, já que aquele deixa passar muito menos óleos, os quais trazem muito mais doçura e complexidade à xícara (se o grão for excelente). Em tese, e isto já testei bastante, quanto mais perto vc chega do sweet spot de um determinado grão (com variáveis semelhantes, como por ex. granulometria) menos diferença haverá entre os métodos, desde que usado um mesmo tipo de filtro. E isto tem certa lógica, pois se vc extraiu o máximo dos melhores solúveis e o mínimo dos piores, vc está pondo na xícara o que de melhor aquele grão tem a oferecer naquele momento, independentemente do método específico (mas desde que seja de um mesmo grupo: percolação ou infusão). Sou suspeito pra falar, mas é o método mais versátil em termos de manejo de variáveis, principalmente com filtro metálico, e as chances de um resultado que agrade o gosto de cada usuário são maiores mesmo.
  14. Amigo Oculto de café torrado

    Meu endereço (nome da rua e nº) está certo, mas chegando em Caconde, e estando escrito apenas Lisboa, é o suficiente! Coisas de cidade pequena....
  15. Amigo Oculto de café torrado

    Depois que passa o prazo limite de entrega (conforme a modalidade: PAC ou SEDEX), o remetente (somente ele) pode abrir uma reclamação/ocorrência no site dos Correios.
×