Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Polygacz

Members
  • Content count

    3
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

3 Neutro

About Polygacz

  • Rank
    Novato

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasília-DF
  • Equipamento
    Delonghi EC220; Baratza Encore; French Press; Moka; Aeropress; Hario V60; Globinho

Recent Profile Visitors

160 profile views
  1. Prezados, Serei direto: Hoje tenho uma DeLonghi ec220cd (com filtro despressurizado) e vou pra Europa em agosto e pretendo comprar uma Gaggia Classic com um porta-filtro naked, compensa essa troca? Será aquele tipo "trocar seis por meia dúzia" ou realmente é um upgrade para tirar melhores espressos? A minha atual é essa: http://www.delonghi.com/pt-br/produtos/cafe/cafeteiras/expresso/ec-220cd-0132151066 A que eu quero é essa: https://www.coffeeitalia.it/macchine-espresso/gaggia/gaggia-classic-ri9403-11-caffe-italia-ultra-edition.html No final das contas, quero justificar minha vontade em ter essa Gaggia, mas não sei se tiraria melhores espressos nela. É isso, Valeu!
  2. Cafeterias em Brasília - DF

    Já mudaram tanto as opções e qualidades das cafeterias aqui em Brasília, que gostaria de tentar atualizar e descobrir com vocês se tem alguma novidade na "cena", tentando apontar algumas diferenças entre cada uma delas (não está em ordem de preferência): Seu Patrício: Fui algumas vezes no da Octogonal, que fechou, era um lugar legal. Só tomei o espresso, achei bom, nada demais. Parece que abriram em um espaço na Asa Norte, mas ainda fui conhecer pra ver. Ernesto: Gostava bem mais quando o café não era tão grande e lotado. O atendimento foi muito prejudicado. O espresso deles pra mim virou uma loteria, as vezes está bom, as vezes não. Gosto do V60 e do Chemex deles. Acervo Café: Novidade bem vinda pra mim. Acho que eles ainda não tem máquina espresso, mas não tem problema algum. Tomei o Chemex deles, dois seguidos, achei muito bom (acompanhando o bolo de chocolate com café). O ambiente é diferente, não recomendo ir com crianças. Fui e foi difícil conter em segurança, hahaha. Belini Café The Coffee Experience: Gosto bastante do espresso e dos outros métodos de preparo, exceto o coado no filtro de pano (água misturada com o café antes de coar), pois fica com um gosto muito estranho. Não me remete ao sabor da fazenda. Objeto Encontrado: Gostava do espresso, mas como nos diversos comentários acima, acho que a política passou por cima do café. Clandestino: Gosto da preocupação deles em explicar os métodos e tipos de cafés. O espresso é bom. Café Cristina: O melhor espresso que já tomei na capital, bem consistente, nunca me decepcionei. São bem ágeis no atendimento. Los Baristas: A primeira vez que eu fui, tive uma boa impressão do espresso, nas demais visitas, não. Mas ainda assim é uma opção. Dylan: Só fui uma vez e o espresso deles foi um longíssimo com um café muito torrado, nem tive a impressão que o foco deles seja o café. Grenat: Que Deus o tenha. Pra mim, aquele da 202 Sul foi o melhor de todos, com diversas variedades de grãos e um preço honesto para cada um. Torço para o nascimento de novas cafeterias, focadas no café propriamente dito.
  3. Há duas semanas comprei em Curitiba os cafés do Franck. Hoje tirei um espresso do de whiskey e ficou muito, muito forte, hehe. Alguém tem alguma dica de extração pra esse tipo de café? Valeu! Enviado de meu SM-E700M usando Tapatalk
×