Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Lourenço

Senior Members
  • Content count

    89
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

36 Neutro

About Lourenço

  • Rank
    Participante
  • Birthday April 13

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Ribeirão Preto - SP
  • Interests
    Café, chá, sumos naturais, Seleção Brasileira de futebol, musica clássica erudita, gastronomia brasileira e internacional.
  • Equipamento
    Aeropress, Moka, Prensa, Coado, Philco 15, Nespresso, DeLonghi, Breville, I-Roast2 e outros.
  1. Olá colegas, boas festas. Acabou de chegar o café da Rosângela, bourbon vermelho da fazenda Carmelito. Vou caprichar na torra. Abraços.
  2. Peças de Reposição - Porlex Mini

    http://www.eightouncecoffee.ca/index.cfm/product/82/porlex-replacement-part-ceramic-burrs.cfm
  3. Olá Lela, a que consegui melhor resultado foi a de tampa permanente em inox que não é tão barata como a de selinho. Ultimamente tenho utilizado tal cápsula para chás solúveis, pois tenho várias máquinas e aqui em casa só eu sou "fanático" por café. Abs.
  4. Pote à Vácuo.

    Negativo. Um dos potes que comprei já apresentou defeito. Antes mesmo de 12 horas programadas ele solta o vácuo. O outro pote está funcionando corretamente e permanece com vácuo. O vendedor me prometeu trocar, mas os potes sumiram do mercado. Abs.
  5. Recuperar café torrado

    Olá colegas, fiz o prometido. De um café de torra clara feita no mês de Setembro/2017 coloquei 50 gramas no I-Roast 2 e utilizei a "retorra" com 401ºF já que não havia necessidade de perda de umidade. No máximo em 3 minutos de torra clara (SCCA*85) passei a ter uma torra média (SCCA*55). Deixei em repouso mais de 5 horas e moí o café. Utilizando porta filtros pressurizados na Philco 15 Bar, tive uns 5 milímetros de crema e um café saboroso e aromático levemente mais amargo em comparação com o mesmo café em torra clara. Outras pessoas analisaram o café, pois fiz várias torras nas mesmas condições e a análise sensorial não ficou comprometida conforme relatos teóricos. Até comentei pelo Facebook com o colega Rodolfo que, se precisar vou tranquilamente utilizar o processo em outras experiências. Abraços.
  6. I-Roast 2

    Olá colegas. Pelo que vi, procurando buracos para enfiar um termopar no I-Roast. A resposta dele não é tão rápida assim. Os 5 minutos em 320ºF, tudo bem, gradativamente ele chega lá, mas as demais temperaturas em segundos, vai ser difícil. Abraços.
  7. Guia iniciante de graus de torra

    Fpiona, acredito que vc já esteja com o forninho a cesto, modificado pelos colegas do Forum. Eu fiz muitas torras com ele e agora comprei um I-Roast a ar o qual estou testando. As torras no I-Roast são mais homogêneas e estou estudando uma forma de monitorar a temperatura. A maioria das postagens por aqui são de 2013/2014 e para os colegas mais novos, há necessidade de ressuscitá-las. Abraços.
  8. Torra em função da temperatura

    Olá Fpiona, bom dia. Quem me atendeu no departamento de vendas da fábrica foi o Celso na cidade de Espírito Santo do Pinhal-SP. Foi na época 49 reais cada peneira. Contate o representante Celso. Eles tem site: www.pinhalense.com.br Supervisores regionais de vendas Celso Leite Villela Filho Fone: (19) 99341-8878 / (19) 3651-9200 E-mail: celso@pinhalense.com.br Regionais: Oeste de São Paulo, Sul de Minas (Regional Guaxupé). Abraços.
  9. Vendo torrador I-roast2

    Olá colegas, bom dia. Já utilizei o I-Roast2 por aqui e o Leandro gostou, mas acabei ficando com os 2 (I-Roast2 e o forninho Airfry), alegando que não ia ter tempo para fazer as torras e que ficava mais fácil eu torrar e enviar para ele já pronto....ha ha ha Também não segui viagem. Veio mais parentes de fora por causa do Dia das Crianças e as direções de viagens foram diferentes. Acabaram por reunir todos em Paulinia-Sp. O Leandro vai levar duas torras, uma clara e outra escura feita no I-Roast2 para análises em laboratório da Universidade Fluminense de Volta Redonda. Utilizei para isso o PRESET 1 do I-Roast2 para me dar um full city e depois de umas 2 horas fiz outra torra interrompendo no iniicio do primeiro crack. Embalei as amostras de apenas 50 gramas cada em sacos de vácuo e ele levou para Volta Redonda. Observando o desenrolar do PRESET 1, pude constatar que em menos de 10 minutos ocorre a torra e que nos ultimos minutos é muito rápida. Durante a próxima semana vou tentar programas em 5 estágios para entender o forninho. Abraços. Em tempo: Lisboa, tenho um montão de equipamentos obsoletos aqui em casa que aceitavam Windows Xp. Hoje meu notebook está com Windows 10 (não sei até quando). Muitos equipamentos que operavam com Windows 8 não aceitam o Windows 10.
  10. I-Roast 2

    Olá colegas, Comprei o I-Roast do Rodolfo e agora sou eu que vou brincar com estes estágios. Aceito dicas. Abraços.
  11. Vendo torrador I-roast2

    Lisboa, se ainda não comprou, vou comprar !
  12. Torra em função da temperatura

    É isso aí Freedom, o meu forninho se comporta da mesma forma. O primeiro crack com vários grãos experimentados fica entre 200 e 210ºC . O Pagliaroni (Pedregulho) e o TOP (Carmo de Minas) ambos Bourbon Amarelo, o primeiro crack ocorreu em 205º C. A melhor torra média ocorreu com 12 minutos com pré aquecimento a 220ºC. Abraços.
  13. Leverpresso - kickstarter

    Interessante.
  14. Recuperar café torrado

    Positivo colegas, grato pelas dicas. Quando der vou tentar e ver os resultados. Estive no final da semana passada em Carmo de Minas, São Lourenço e Cristina e trouxe alguns cafés premiados (caros "pacas"). Cru só consegui uns 2 quilos e tive que implorar de um pequeno produtor da região. Pelo que senti, só paguei caro por ser um café famoso, mas vamos ver o resultado na xícara. Abraços.
×