Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Bernardo B

Moinhos tipo Mimoso

Recommended Posts

Bernardo B    2,001

Achava que o Mimoso nunca moeria espresso, minha surpress quando em um forum australiano elogiavam o moinho Spong, especialmente entre os usuários de maquinas à "leva".

 

Aparentemente o Mimoso brasileiro seria uma cópia do Spong e o link abaixo faz uma boa avaliação e inclusive ensina a regula-lo para espresso.

 

Pode ser mais uma opção para moinhos económicos capazes de moer para espresso.

 

 

http://www.home-barista.com/grinders/spong-coffee-mills-grinder-for-23rd-century-t16165.html#p191823

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Carneiro    1,352

O Daniel (DJR no Home Barista) é fã mesmo dos Spongs e até me perguntou sobre o Mimoso à época dessa avaliação dele. Eu não tenho muita informação dos antigos nacionais, nem mesmo das poucas empresas que ainda fabricam moinhos assim.

 

Ao mesmo tempo, tenho curiosidade de saber da qualidade deles tanto para expresso quanto para outros métodos.

 

Márcio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Alexandre Velloso    2,751

Salve.

 

Apesar de nunca ter experimentado pó moído em um Mimoso numa máquina de espresso, já vi muitos sendo usado no interior de Minas e algumas vezes fiquei com a impressão que o pó produzido poderia proporcionar bons espressos. Alguns "de parede" e outros "de mesa". Nos "de mesa", gosto mais dos antigos que tem roda com manivela e não a manivela de braço.

Agora tem que estar na roça mesmo, porque o bicho é bem lento. Seres urbanos como eu dificilmente conviverão harmoniosamente com a lentidão.

 

O Foginho bem que poderia fazer a tentativa de encontrar um e testar o pó na Gaggia dele.

 

Valeu,

Alexandre

Share this post


Link to post
Share on other sites
leonardopm    480

Alexandre,

 

Se não me engano o Foguinho já tem um em casa...

 

 

Fogo, se manifeste aí.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ruston Louback    1,222

Uai.. interessante.. hehe

mas pelo que vi as mos do brasileiro tb é daquele jeito?

pelo que me lembro parecia uma espiral... la em minas tem varios para enfeite de parede. :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Salve Galera...

 

É o seguinte.... ainda existe fabricação deles e eu tenho um.

 

O meu mimoso é um pouco melhor que a maioria porque é o modelo pequeno de ferro bruto que foi feito para moer café e especiarias, mas a maioria é grande e de ferro fundido, daí a qualidade de moagem é bem inferior.

 

Quando eu utilizava ele na Mondial C 08 fazia bons expressos....na Gaggia não testei, vou testar hoje e coloco fotos.

 

Acredito que fique muito bom pois ele produz particulados o suficiente para restringir fluxo.

 

Vou fazer hoje e assim que conseguir coloco fotos.

 

Para efeito de informação ele é muito mais rápido que o Hario, capaz de moer 18 gramas em 10 ou 15 manivelas (Uns 15 segundos)

 

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ruston Louback    1,222

Fogo

E as mos? Pq a que bernardo postou parece ser diferente do mimoso.

Abs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Pronto!

 

Usei duas moagens diferentes e fiz meio que na correria.

 

É necessário ajustar bem o moinho, isso demanda tempo e desperdício de pó.

 

Grão utilizado: Unique Frutado

Tempo de torra: 8 dias

 

A primeira extração: 18 gramas - 50 ml - 34 segundos - compactação moderada - bolo comportado.

A segunda extração: 16,4 gramas - 50 ml - 28 segundos - compactação usual - bolo comportado.

 

Ambos torra média - bebida suave com retrogosto levemente achocolatado.

 

 

Minhas considerações: O Mimoso é sim, capaz de moer fino o suficiente para expresso e pode ser um bom moinho de entrada para os inciantes, devido sua robustez, facilidade de manuseio, preço muito acessível (Algo em torno de 50 a 70 reais), fácil de limpar e com baixíssimo índice de depósito, além de quase não ter manutenção.

 

Ruston, Suas mós são parecidas com as postadas pelo Bernardo, porém eu desmontei uma há 2 anos para limpar e me lembro desse desenho de mó mas não tive coragem de abrir o meu...rsrsrsrs

 

 

Abraços Galera!

post-53-0-63373000-1339450784_thumb.jpg

post-53-0-11541300-1339450795_thumb.jpg

post-53-0-82379200-1339450802_thumb.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Alexandre,

 

 

Acredite.... apenas 15 maniveladas para os Shots acima!!!

 

Acho que você poderá ter um!!!!! kkkkkkk

 

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Márcio,

 

Respondendo sua pergunta, ele manda bem em todo tipo de extração desde frensh até turco.

 

Você precisa ver a moagem fina dele....é talco!!!

 

Mas não podemos nos enganar, este projeto atende sim, mas como moinho de entrada.....

 

É como um pato... voa, anda e nada mais ou menos>

 

Abraços

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Se quiserem posso levá-lo no espaço café em Outubro para fuçarem..... abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Alexandre e Bernardo,

 

Tomei os 02 expressos postados e posso dizer, ficam muito bom com este moinho.

 

 

abração

Share this post


Link to post
Share on other sites
Alexandre Velloso    2,751

Salve Foguinho.

 

Parabéns. Os shots das fotos parecem deliciosos.

Só agora me dei conta que quando acompanhei moagens no Mimoso, as quantidades de pó eram muito maiores, pois eram para coados. Sempre levavam bem mais que 15 voltas...

 

Valeu,

Alexandre

Share this post


Link to post
Share on other sites
leonardopm    480

Considerando tudo que foi dito até aqui, só posso concluir uma coisa:

 

Pelo visto, fixadas todas as demais variáveis, a geometria do conjunto de mós parece ser mais importante do que o nível de corte das mesmas. Estamos falando de um moinho que tem mós fundidas ao invés de usinadas e com um resultado surpreendentemente bom!

 

O que me dizem?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ruston Louback    1,222

Eu como sou mineiro, ainda estou desconfiado deste moinho. Nao sei se ira fazer um belo shot, com crema bem consistente, tirando claro outras variaveis inerente ao cafe, etc....

de qq forma para uso domestico seria ideal ter o de mesa, ja que o de parede é mais rustico e serve como objeto de decoracao.

quando estiver na minha cidade querida de manhumirim, irei fazer uns testes com ele e tirar da parede hehe :)

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Carneiro    1,352

Acho que é um misto entre os dois, geometria e corte. Não que mós de cerâmica ou como essas de ferro fundido (menos corte) sejam piores ou melhores que as de aço bem afiado. Só diferente. Provavelmente o perfil de distribuição do tamanho das partículas é que fazem muita diferença no sabor. Não acredito muito que o formato das partículas dê diferença, mas vai saber se no todo não dá...

 

Não fiz uma comparação com método mas nesses dias provei o mesmo café feito com o Pharos (cônicas de 68mm) e ProM (planas de 65mm muito precisas). Fica bem diferente. No ProM preciso moer mais fino, pois acho que a quantidade de particulados é menor. E aí o sabor muda bastante para extrações semelhantes. Ainda não posso dizer qual a diferença... :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Eu como sou mineiro, ainda estou desconfiado deste moinho. Nao sei se ira fazer um belo shot, com crema bem consistente, tirando claro outras variaveis inerente ao cafe, etc....

de qq forma para uso domestico seria ideal ter o de mesa, ja que o de parede é mais rustico e serve como objeto de decoracao.

quando estiver na minha cidade querida de manhumirim, irei fazer uns testes com ele e tirar da parede hehe :)

 

Salve ruston,

 

Um belo shot e relativo, depende de muita coisa e ele e apenas um moinho rústico, agora a crema fica bem consistente mesmo depois de eu ter mexido vigorosamente. Mas o resultado ficou delicioso mesmo pode acreditar. O meu e o de mesa se quiserem posso levar no espaço café

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Taí pessoal,

 

 

 

Café ficou forte, pois minha torra era pra coado em full, pouquíssimo amargor, notas de caramelo e melado.

 

Muito satisfatório para um moinho de 50,00.

 

Se não ficar mexendo na regulagem, com certeza proverá pó com consistência para expresso.

 

Abraços e espero que gostem.

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Eu como sou mineiro, ainda estou desconfiado deste moinho. Nao sei se ira fazer um belo shot, com crema bem consistente, tirando claro outras variaveis inerente ao cafe, etc....

de qq forma para uso domestico seria ideal ter o de mesa, ja que o de parede é mais rustico e serve como objeto de decoracao.

quando estiver na minha cidade querida de manhumirim, irei fazer uns testes com ele e tirar da parede hehe :)

 

Convencido agora tio Ruston?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ruston Louback    1,222

O fogo, vc esconde seus cafes da esposa? kkk

so filma na calada da noite :)

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rodrigoks    4,553

Acho que faz café no porão, à luz de lanterna, no bunker onde esconde todo o longo inventário de tralhas cafeísticas que acumulou ao longo dos anos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Hahahaha

 

 

Não é não.... é porque tenho mais disposição para fazer bagunça a noite.

 

Mas e aí? O que acharam do desempenho do mimoso?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rodrigoks    4,553

Achei interessante. Capaz de moer pra espresso ele é.

 

Gostaria de saber sua análise para o uso como moedor principal pra espresso, considerando fatores como praticidade e facilidade de fazer (e repetir) pequenas regulagens para utilizar com diferentes cafés.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Seguinte Rô,

 

É um moinho rústico e de regulagem trabalhosa...... o ideal é acertar um ponto de moagem e não mexer mais.

 

Entretanto se a pessoa tiver espaço para colocá-lo perto dos aparatos de extração, ele cumpre o que promete.

 

Para métodos como:

 

Cafeteiras elétricas por gravidade,

Máquinas de expresso com aparato pressurizador,

Coados

Aeropress

Moka

Globinho

 

Ele dá conta com folga.... French nunca tentei, mas pode ser um método que exija mais dele, pois ele produz muitos fines, mesmo em moagens grossas.

 

Como a maioria dos colegas bebem expressos e coados, o interessante é deixá-lo regulado para um ou para outro, mas se quiser usar para os dois é muito possível, porém perde-se umas gramas de café para acertar a moagem toda vez que se regula ele do coado para o expresso.... apenas.....

 

Em resposta a sua pergunta, apenas para expresso com diferentes grãos, ele mói consistentemente, pois não perde regulagem em momento algum, e na mudança de grãos, basta apenas regular como deseja (Perde-se umas gramas de café) e o resto é braço. ( Não posso em momento algum dizer que é fácil regulá-lo de grão para grão, porém é mais fácil que o Pharos :P )

 

Na minha opinião, para quem não tem recursos suficientes eu indico sem sombra de dúvidas o mimoso.

 

Moedores manuais como Hario e Porlex são precisos porém trabalhosos e vagarosos demais..... se o usuário possuir máquina com filtro pressurizador ou aparatos para filtrados, é mimoso na cabeça... barato, rápido e para, esses métodos, fácil regulagem.

 

Mas com certeza, para quem está iniciando poderá tê-lo para acompanhar máquinas de expresso com filtros comerciais, entretanto exigirá mais cautela e destreza do barista, pois o único complicativo é sua regulagem minunciosa.. apenas.

 

Fora isto, por 50 ou 70 reais que custa um mimoso, um produto nacional e de fácil acesso, eu não usaria um hario nunca... ficaria com ele até comprar um moedor melhor.

 

Mas claro que nem todos tem espaço de bancada para colocar um em casa....

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rodrigoks    4,553

Obrigado pela análise, Fogo. Bem minuciosa.

 

Eu mesmo jamais poderia usar um, pois não tenho bancada compatível para prendê-lo. É bom que os interessados atentem para esses detalhes.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Rô leia de novo que eu completei o post mas já tinha enviado, daí editei e acrescentei resposta a sua pergunta.

 

Abração

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rodrigoks    4,553

Claro, entendi perfeitamente desde a primeira vez. É que o "para quem não tem recursos" pode incluir Hario e Porlex, considerando mais ou menos a mesma faixa de preço. Estou fazendo essas perguntas não por interesse pessoal, mas pra esclarecer bem esses aspectos para quem por ventura queira utilizar o Mimoso (ou Hario, Porlex, Kyocera...) como primeiro moinho.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bernardo B    2,001

Durante um bom tempo acompanhei no ML para ver se encontrava um em perfeito estado (com o interior de "porcelana" inteiro, mas como nunca achei, nessas condições, acabei desistindo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    706

Em porcelana nunca ví Bernardo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×