Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Sign in to follow this  
hugo.monteiro@live.com

Moka Bialetti vazando

Recommended Posts

Oi pessoal, tenho experiência em fazer o tradicional café coado e na utilização da french press, mas comprei recentemente uma cafeteira italiana Bialleti ( e estou usando um pó da unique com moagem própria para moka) e não estou tendo sucesso no processo, a cafeteira vaza um pouquinho de água na parte do meio e quando começa a sair o café em cima se eu desligar o café para de descer, o resultado final tem sido um café invariavelmente mais amargo, a cafeteira está com problema e devo acionar a garantia ou devo testar novos comportamentos no processo?

 

Se puderem dar uma força agradeço, já procurei em vários tópicos mas não achei esse problema específico.

 

Abraços!

 

Enviado de meu D6633 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sendo nova a cafeteira, acredito que o anel de vedação esteja em bom estado.

 

Verifica o seguinte:

 

1. A moagem do café está correta? Se moído muito fino, a água não consegue atravessar e a válvula de segurança é acionada (e/ou há vazamento pela rosca da caldeira).

 

2. Está colocando a quantidade correta de café? Se colocar demais, o pó pode cair sobre a borda do cesto e atrapalhar a vedação. Recomendo passar o dedo pela borda do cesto depois de colocar o café, removendo qualquer vestígio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
mericlis    167

A minha bialetti 6 chicaras acontecia isso qdo nova, tirei a borracha de vedação e inverti o lado

 

Nunca mais vazou

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jose Alexandre    981

também já aconteceu comigo

tirei a borracha pra lavar e coloquei de volta do lado errado

não custa tentar

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera já me deram dicas sensacionais e assim que estiver em casa vou testar todas! Um vacilo que descobri é que o café que comprei na verdade é do grão moca, uma variedade mais redondinha e não tem nada a ver com moagem para moka, vou moer um aqui mais grosso e testar!

 

Enviado de meu D6633 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera comprei um café novo e pedi moagem pra moka, também inverti a borracha como indicado, coloquei pó até a borda mas de forma a não ser pressionado, e também coloquei um pouquinho de água na parte de cima, o vazamento diminuiu bastante mas ainda sim quando o café começa a sair se eu desligar ele para, tem algo de errado?

 

Enviado de meu D6633 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lunatico    431

Hugo, bom dia!

 

Se não há vazamento pela válvula de segurança (recipiente inferior onde fica a água) ou pela lateral (encaixe da borracha de vedação entre ambos os recipientes) tudo deve estar ok. O café sobe pelo furo central em razão da fervura da água do recipiente inferior. Quando você desliga o fogo é normal que o fluxo de café pare logo após alguns segundos, depende inclusive do tamanho da cafeteira que você está usando também. Se for uma pequena para 2 ou 4 xícaras, a quantidade de água e café serão menores, logo o fluxo também.

 

Tenho uma par 6 xícaras, e após desligar o fogo, o fluxo interrompe entre 2~5 segundos. Por isso que o importante na moka é você fazer o café em fogo baixo, para não queimá-lo e garantir que a extração por percolação ocorra devagar, extraindo o máximo do café.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hugo, bom dia!

 

Se não há vazamento pela válvula de segurança (recipiente inferior onde fica a água) ou pela lateral (encaixe da borracha de vedação entre ambos os recipientes) tudo deve estar ok. O café sobe pelo furo central em razão da fervura da água do recipiente inferior. Quando você desliga o fogo é normal que o fluxo de café pare logo após alguns segundos, depende inclusive do tamanho da cafeteira que você está usando também. Se for uma pequena para 2 ou 4 xícaras, a quantidade de água e café serão menores, logo o fluxo também.

 

Tenho uma par 6 xícaras, e após desligar o fogo, o fluxo interrompe entre 2~5 segundos. Por isso que o importante na moka é você fazer o café em fogo baixo, para não queimá-lo e garantir que a extração por percolação ocorra devagar, extraindo o máximo do café.

Entendi, então o segredo seria saber também o ponto certo pra desligar a fim de extrair a quantidade certa de café mas sem deixar queimar? Pois se desligo muito cedo não sai todo o café que preciso e muito tarde ele pode queimar. Ou a regra seria "começou a extrair desligue e pronto"?

 

Enviado de meu D6633 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites
Paulo Simões    211

Na minha de 3 xícaras logo após começar a sair (espero apenas poucos segundos) já desligo o fogo e é suficiente

para sair todo o café.

Se deixo mais a pressão fica forte e começa até a espirrar café.

Nas de maior capacidade não sei se o comportamento é o mesmo, mas na pequena não é comum parar de

sair café após desligar o fogo. Pode ter fuga de pressão em algum lugar.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na minha de 3 xícaras logo após começar a sair (espero apenas poucos segundos) já desligo o fogo e é suficiente

para sair todo o café.

Se deixo mais a pressão fica forte e começa até a espirrar café.

Nas de maior capacidade não sei se o comportamento é o mesmo, mas na pequena não é comum parar de

sair café após desligar o fogo. Pode ter fuga de pressão em algum lugar.

Essa é o meu problema, se desligo logo no início o café não sai todo, ela é de 9 xícaras, aí não sei se é normal pelo tamanho ou está com fuga de pressão

 

Enviado de meu D6633 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lunatico    431

Pois é, já no meu caso (Bialetti Venus 6 xícaras - 300 ml) eu deixo ligado em fogo baixo até o momento em que o fluxo de café começa a ficar mais forte, pra evitar que espirre café para todo o lado. Neste ponto eu desligo, e espero o resto do café sair (que leva cerca de 5 segundos).

 

Boa parte dos vídeos que eu vi o café continuar a sair por mais tempo - logo após desligar o fogo - parecem ser dos modelos de 3 xícaras, embora não tenha certeza disto.

 

De qualquer forma, me parece razoável a teoria de que com um compartimento menor de água, que todo o café consiga ser extraído no modelo menos de 3 xícaras logo após o desligamento. O volume menor em tese favorece isto, diante dos meus parcos conhecimentos de física. ;P

 

Edit: Em tempo, a forma como eu procedo é exatamente o demonstrado neste vídeo (no ponto de 1 minuto do vídeo):

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é, já no meu caso (Bialetti Venus 6 xícaras - 300 ml) eu deixo ligado em fogo baixo até o momento em que o fluxo de café começa a ficar mais forte, pra evitar que espirre café para todo o lado. Neste ponto eu desligo, e espero o resto do café sair (que leva cerca de 5 segundos).

 

Boa parte dos vídeos que eu vi o café continuar a sair por mais tempo - logo após desligar o fogo - parecem ser dos modelos de 3 xícaras, embora não tenha certeza disto.

 

De qualquer forma, me parece razoável a teoria de que com um compartimento menor de água, que todo o café consiga ser extraído no modelo menos de 3 xícaras logo após o desligamento. O volume menor em tese favorece isto, diante dos meus parcos conhecimentos de física. ;P

 

Edit: Em tempo, a forma como eu procedo é exatamente o demonstrado neste vídeo (no ponto de 1 minuto do vídeo):

 

https://www.youtube.com/watch?v=GCbx-SrbA3s

Faço como no vídeo também mas a minha tem dois comportamentos diferentes (mas ela é de 9 xícaras e não 6):

 

1- o café não sai com aquela pressão toda, a não ser que eu aumente o fogo na hora que começar a sair.

 

2- saem algumas poucas borbulhas na ligação da parte se cima com a de baixo, não sei se é uma fuga de pressão considerada aceitável

 

Enviado de meu D6633 usando Tapatalk

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
ricardorg    18

Fala @hugo.monteiro@live.com, vc conseguiu resolver o problema da sua moka vazando? Se sim, dá seu testemunho aí hehe

Comprei uma moka Bialetti de 3 xícaras há algumas semanas, e na maioria das vezes ela tem dado bons resultados, desde que tomados alguns cuidados.

Apesar disso, sempre vaza água no encaixe dela, e acho que é isso que torna a extração mais fraca e inconstante (por conta da perda de pressão), quase interrompendo o fluxo de café em alguns momentos. Com isso, geralmente sai apenas uns 75ml de café, 90 no máximo (a capacidade da moka é de 150 ml).

Como a cafeteira é nova, não acredito que seja problema na borracha de vedação.

 

Procuro tomar os seguintes cuidados (o que não tem resolvido o problema, mas tem feito um bom café quando não queima):

 

- Água preaquecida e no limite indicado no interior da caldeira;

- moagem mais grossa que a de espresso (No moedor Hario Mini, costumo colocar na 12ª regulagem, contando a partir da mais fina p/ a mais grossa);

- quantidade de pó um pouco abaixo do máximo, e sem compactar (como no vídeo postado pelo @Lunatico );

- encaixe firme das 2 partes da moka;

- fogo baixo, mas, como perde pressão com o vazamento, as vezes tenho que aumentar para não interromper o fluxo do café (pelo que vc disse no seu último post, vc também tem esse problema);

- adicionar um pouco de água fria quando começar a extração, para evitar queimar o café.

- quando terminar a extração, levar a moka à torneira por alguns segundos para evitar sobreaquecimento (peguei essa ideia do vídeo abaixo).

 

 

Aproveitando uma das dicas do pessoal aqui, virei o lado da borracha pra ver se resolvia, mas continuou vazando água.

 

Enfim, também tenho dúvidas se é aceitável essa perda de pressão (mas acredito que não seja, pelo menos no meu caso, já que só consigo extrair metade do volume de café possível).

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,220

Se o fogo estiver por debaixo da Bialetti, como recomenda o fabricante, não tem como o café queimar. Em nenhum vídeo do barista italiano Dritan Alsela ele põe água fria em cima. A boca pequena do meu fogão, no mínimo, deixar ultrapassar da base um pouco de chama na área do bico, mas mesmo assim já fiz 10 medições com pirômetro e a média de temperatura do fundo da parte superior quando o café começa a verter é de +-50ºC, e o café começa a verter a +-80ºC. No vídeo acima eles aquecem a moka sobre um fogão top sem chama, ou sobre uma placa térmica, não há chama ultrapassando a base da cafeteira, então não tem como queimar. Pela mesma razão, não há porque resfriar a moka se foi desligado o fogo, ou se ela retirada da fonte de calor, já que o café que saiu dela é mais quente que é ela. Eu costumo passar imediatamente para uma pitcher para aerar e resfriar o café até a temperatura que gosto de tomar.

Se não for a borracha, veja se vc está "rosqueando" bem uma parte na outra: elas não se "encaixam", elas são rosqueadas (com firmeza, mas sem exagero), uma à outra. Pode ser tb pó em volta da borda do funil do pó, isto pode estar impedindo as partes de serem devidamente rosqueadas. Fora isto não pode ter vazamento nenhum de pressão, nem em Xingletti, muito menos em Bialetti. :P

 

  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
ricardorg    18

@Lisboa Santos Muito obrigado pela ajuda! Com as medições que vc fez, fico mais tranquilo quanto ao problema de queimar o café. A partir do que vc disse, vejo que cometi um grande vacilo com o fogo: diante da perda de pressão (decorrente do vazamento), pensei que a água precisava entrar em ebulição para que a extração fosse possível, razão pela qual eu aumentava a chama (ainda na boca pequena do fogão).  Não sei se a chama influenciou no vazamento, mas certamente resultou no café queimado, quase petróleo haha

 

Hoje tentei novamente. Pela primeira vez, não vazou água no meio e saiu um volume adequado de café, longe de queimar. Dessa vez fiz 2 coisas diferentes:

 

- fogo o mais baixo possível;

- umedecer o anel de borracha antes de rosquear firme as duas partes da moka (vi esta dica num fórum gringo: https://www.home-barista.com/brewing/moka-pot-leaking-between-midsection-brand-new-t44442-10.html , no comentário #17)

 

Agradeço demais a sugestão que vc deu sobre os vídeos do barista Dritan Alsela. Achei um vídeo no youtube e realmente ele não fica com preciosismos para evitar sobreaquecimento. Só não tenho certeza se ele aquece a água antes de encher o reservatório, mas parece que sim.. Enfim, vou compartilhar o link desse vídeo pra quem se interessar:

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
thiagovcosta    42

Aqui não vaza nada, Bialetti 6 xic. 

Só rosquear bem. Compra um refil de borracha, tem no MercadoLivre e vem com 3. Pode ser a borracha que veio com defeito. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,220

@ricardorgSem querer eu umedeço a borracha da parte superior pq uso com um filtro de AP, já que minha moagem é relativamente fina, e eu escaldo o filtro já grudado no filtro da parte inferior da moka. Estou falando isto mas com cuidado, já que vai contra as regras de uso da moka, mas não aconselho a tentar, veja meu advertising aqui: :PCUIDADO!

Outro cuidado importante, como já sugeri antes, é limpar bem o pó de café onde as partes são rosqueadas, acima do funil onde se coloca o café (outra recomendação de fábrica), pois isto pode contribuir para algum vazamento, ainda que leve.

Não parece que ele ferve antes a água, não vejo necessidade, além de complicar o manuseio pois a caldeira fica quente, a não ser que ele tenha as mãos calejadas e grossas, pois ele pega de leve (com as pontas dos dedos) na caldeira ao rosquear sem ajuda de um pano, ademais a água não parece estar soltando vapor, deve ser em temperatura ambiente mesmo. :P Ele usa um bulinho pescoço de ganso (eu também) só pra facilitar com um despejo mais controlado pra chegar com precisão no nível máximo certo de água, acho.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
ricardorg    18

@Lisboa Santos É verdade.. olhando bem novamente, a água não parece estar quente antes de colocar na caldeira, não sei o que me fez pensar que estava. 

 

Amanhã vou fazer um café na moka sem antes aquecer a água, boto fé que o resultado vai continuar bacana, com a vantagem de não dificultar o manuseio na hora de rosquear. 

 

Tenho limpado as bordas do reservatório para retirar pó, mas com esse detalhe eu já vinha tomando cuidado (mesmo aqueles dias com a cafeteira vazando).

 

Estou pegando o gosto pela moka cada dia mais.. Comprei pra usar vez ou outra, só para variar mesmo, mas estou usando praticamente todos os dias. Desde as últimas dicas que recebi aqui, o café está saindo muito muito bom (volume adequado e, principalmente, ótimo sabor).

 

Agora, fiquei curioso com sua experiência aí com o filtro da aeropress.. Como fica o resultado? Fica parecendo aeropress ou nada a ver? Vou observar a advertência para não fazer (pelo menos a princípio hehe), até porque estou começando agora a me acostumar com a moka, mas achei bem interessante a ideia.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoaoW    232

A moka é "animal", meu método preferido. Quando preparava "na louca, só nas tradições italianas, já gostava, e hoje vejo que era um café mais ou menos, amargo, meio queimado. Depois que incorporei várias das dicas daqui, ficou um café show de bola e super regular, sempre sai bom.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,220

A moka dá um café muito interessante, tenho feito mais cafés (experiências hehe) na moka do na minha queridinha AP. A moka tem uma grande praticidade, e estou entusiasmado com ela, e com as BR baixas que tenho feito (de 4% a 5%) tenho obtido uma intensidade ao meu gosto (baixa) mas com uma %Ext dentro da famosa caixa padrão de 18%-22%.

A pressão é uma variável importante em qualquer extração, e a moka tem uma pressão razoável, mas isto não se traduz na xícara, mesmo que o percentual de Extração esteja alto, em melhor qualidade (complexidade e equilíbrio), porque estas características dependem de outras variáveis importantes, como granulometria (que na moka é limitada) e tempo de infusão, que na moka não deve passar de uns dois minutos (desde o momento em que a água começa a subir para o funil onde está o pó) até o momento em que termina a extração na câmara superior.

Já fiz cafés em cápsulas reutilizáveis para nespresso (que tem muita pressão) que deram 24,5%Ext, mas que na xícara não chegavam aos pés de uma Extração de 19,5% na AP, com o mesmo café e mesma BR. Números são números, e quantidade alta de %Ext, não implica necessariamente em melhor qualidade, principalmente em métodos tão diferentes assim.

Ao usar filtro de AP eu consigo duas coisas significativas, e que pra mim fazem muuuuita diferença:

1º usando uma moagem muito fina (às vezes esqueço de reajustar o moedor, e acaba saindo ultra fina, só percebo depois), mas com o cuidado de usar entre 25% a 30% da capacidade do funil de pó, consigo uma intensidade e %Ext muito mais altas do que com a moagem tradicional pra moka com o funil cheio, já que quanto mais fina a moagem, e mais água passa por certa quantidade pó, mais eu extraio quantitativa e qualitativamente do café.

2º justamente porque uso moagem muito fina, cheia de fines, o filtro da AP que tem exatamente o mesmo diâmetro da base da parte superior da moka (eu coloco e escaldo o filtro da AP ali onde tem o filtro da moka, colocado nele, e não no funil que tem diâmetro menor que o filtro da AP), segura toda aquela microborra que passaria para o café pronto. A xícara fica muito limpa, mais do que sem filtro com moagem média. O filtro da AP também cria uma maior resistência à passagem da água, o que é bom para extrair, por isso mesmo é preciso cuidado com este tipo de técnica. Perde-se um pouco de qualidade pois o filtro de papel vai segurar os óleos, tirando uma das características da moka (maior oleosidade devido ao filtro metálico), mas no resultado final tem me agradado mais pq acaba sendo um café melhor extraído, que é o que sempre me interessa.

Enfim, tenho gostado muito da moka para uma extração rápida e prática, mas nada como um café bem extraído, mesmo que seja mais complicado e demorado, num método por infusão como AP (hehe) ou Clever. Tenho feito uns testes, esta semana que comprei uma bem simples, com French Press e faço a mesma coisa: infusão de 6 min, agitação a cada minuto, moagem ultra fina, e com ajuda de um filtro de papel (melitta ou hario, cortado a mão) e o resultado fica muito parecido, mas não tão bom quanto numa AP com dois filtros metálicos. :lol::ph34r: Não tem nada que se possa fazer numa FP que eu não consiga fazer melhor na AP, graças à sua versatilidade e quase ilimitado manejo de variáveis (principalmente granulometria, que tb é uma limitação da FP).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,220
2 horas atrás, ricardorg disse:

Agora, fiquei curioso com sua experiência aí com o filtro da aeropress.. Como fica o resultado? Fica parecendo aeropress ou nada a ver?

Sinceramente não sei dizer, e por uma simples razão: o jeito como eu faço café na AeroPress, não tem nada a ver com o café que fazem na AeroPress por aí.... :P então não sei (na verdade, sei, e muito bem) o que é um típico café de AeroPress. E também de nada adiantaria sabê-lo, já que o café que faço na moka, também não tem nada a ver com o café que fazem na moka por aí. Capiche? :rolleyes:

Mas posso dizer que o café na AP fica sempre superior ao da moka. O café tradicional na moka puxa pro espresso, o meu na AP não tem nada a ver com espresso.

No fim acabo usando as cafeteiras de um modo totalmente atípico, levando elas aos seus limites e novas fronteiras, mas não tô nem aí, porque (como costumo dizer) a única pessoa que eu tenho que agradar como os meus cafés geralmente (95% das vezes) sou eu mesmo!

E, finalmente, cafeteiras são meros instrumentos de extração, cada uma com suas características, pontos fortes e pontos fracos: não são um fim em si mesmas, não tem que ter regras-padrão para para cada tipo delas, acho sempre interessante explorar as variáveis de extração dentro dos limites de cada cafeteira (ou método) naquilo que elas têm de melhor no manejo de cada variável de extração (e para mim, já estou na casa das 12 variáveis de extração que influenciam o resultado na xícara, mas esta é uma outra e longa história).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
ricardorg    18
Em 13/09/2017 at 23:53, Lisboa Santos disse:

No fim acabo usando as cafeteiras de um modo totalmente atípico, levando elas aos seus limites e novas fronteiras, mas não tô nem aí, porque (como costumo dizer) a única pessoa que eu tenho que agradar como os meus cafés geralmente (95% das vezes) sou eu mesmo!

E, finalmente, cafeteiras são meros instrumentos de extração, cada uma com suas características, pontos fortes e pontos fracos: não são um fim em si mesmas, não tem que ter regras-padrão para para cada tipo delas, acho sempre interessante explorar as variáveis de extração dentro dos limites de cada cafeteira (ou método) naquilo que elas têm de melhor no manejo de cada variável de extração (e para mim, já estou na casa das 12 variáveis de extração que influenciam o resultado na xícara, mas esta é uma outra e longa história).

 

Eu boto muita fé nisso @Lisboa Santos, nisso de experimentar com os tipos diferentes de cafeteiras e com as variáveis envolvidas (caramba, controlando 12 variáveis o café deve sair bem do jeito que vc deseja - ou vislumbra no caso de uma tentativa nova). Tô contigo quando vc diz que a gente não precisa se prender aos cânones na hora preparar um café, afinal, ele tem que ficar ao nosso gosto mesmo. 

 

Como iniciante, minhas experiências são mais "conservadoras" ainda: estou tentando tirar bons cafés a partir dos métodos mais comuns (como no caso aqui da moka, que vim perguntar sobre alguns detalhes no preparo usual dela), para depois tentar lidar com mais variáveis (o que faz parte da graça de preparar café de diferentes formas).

 

 

Em 13/09/2017 at 23:53, Lisboa Santos disse:

Mas posso dizer que o café na AP fica sempre superior ao da moka. O café tradicional na moka puxa pro espresso, o meu na AP não tem nada a ver com espresso.

 

 

Com a AP, confesso que estou sendo meio negligente (uso ela no dia a dia na correria, sabe? No máximo alterno entre o filtro de papel e o filtro Able disk), mas fiquei com vontade de usá-la com mais zelo, controlando moagem, tempo de infusão e outros fatores. De qualquer forma sou fã da AP. Ela já me foi útil até com cold brew haha

Share this post


Link to post
Share on other sites
ricardorg    18

 

Em 13/09/2017 at 21:56, ricardorg disse:

Amanhã vou fazer um café na moka sem antes aquecer a água, boto fé que o resultado vai continuar bacana, com a vantagem de não dificultar o manuseio na hora de rosquear. 

 

 

Hoje preparei o café sem preaquecer a água. O resultado foi o mesmo: o café não queimou (estava ótimo) e não teve nenhum problema com a extração em si.

 

A única diferença é que, enquanto o preparo com água quente levou 3 minutos e meio, com a água em temperatura ambiente o tempo total foi de 9' 45'', ou seja, quase 10 minutos (o que pra mim não é problema nenhum, apenas deixo registrado).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoaoW    232

Nunca deu certo pra mim essa coisa de preaquecer a água, sempre fiz na temperatura ambiente, no fogo baixinho, "Italian style", e sempre deu certo... 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

Sign in to follow this  

×