Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Moonarse

Moka 1/2 Xícara. Ristretto rudimentar?

Recommended Posts

Moonarse    16

Boa tarde, amados!

 

Tenho 23 Anos e tive uma curva bem acentuada quanto ao gosto por Café. Comecei a abominar o passado aguado e doce do papai logo de início (15 anos) e acabei por direcionar meu gosto sempre pelo espresso (obvíssimamente, sem açucar).

 

Acabei (acabei nada, tenho muito que aprender) por direcionar meu gosto específicamente pelo ristretto. Aquele shot único de café que persiste na boca por 15 minutos.

 

Fora de casa, direcioo meuspedidos por "ristretto", "Meio espresso", "espresso curto", "só um dedinho", "sim, isso mesmo, só um dedo" e "- Não precisa cobrar metade, tu usou a mesma quantidade de café".

 

Ocorre que, apesar de ter o meu paladar bem certo do que eu gosto em termos de sabor e tipo, não sei chongas sobre cafeteiras, moagem e como atingir o que eu gosto.

 

Enfim. Achei que Moka fosse uma maneira de fazer um expresso caseiro (de início, já lí bastante aqui como não é) e pedi para minha tia que estava na Itália me trazer a menor Moka que tivesse, à fim de fazer meu  "Ristretto" em casa.

 

passo meu café todo dia da mesma maneira antes de ir para o escritório e até agora, acho que tomei 458 cafés. Todos Diferentes.

 

Abri esse tópico somente porque ví que tem N tópicos sobre MOKA mas todos de 3 4 e 5 xícaras.

 

Se alguem também compartilha dessa minimoka e tiver algumas dicas para me passar e experiências para compartilhar, Fico Grato.

 

Um abraço!

 

Moonarse

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bernardo B    2,001

Tenho essa La Mokina Bialletti de 1 dose, funciona muito bem; 4,5 a 5gr dão unas 40gr de café, BR de 10-15%, forte para coados de 6-7% porém nada perto do ristretto de 50-100%.

Daria para tentar de tirar do fogo quando chegar na metade ou até antes, porém nunca experimentei.

 

Teoricamente renderia uma BR de 20-50%, por volta de um espresso forte, porém não saberia dizer do sabor dessa extração ...

Aliás, ajustando a dosagem nas mokas lembro de ter feito algumas extrações com pó muito fino, que extraíram parcialmente, o sabor não prestou ...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cortar a extração antes da capacidade da moka pode render um bom café, mas nada semelhante a um ristretto. Observe que não estou falando sobre melhor ou pior, apenas diferente.

 

Sobre a moagem, todas as minhas tentativas de moer fino na moka resultaram em café queimado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Moonarse    16

engraçado que todas as vezes que segui as orientações de moagem grossa + no tamping, o café ficou aguado e sem corpo nenhum. um passadão.

 

os melhores que eu fiz foi quando eu moí ao máximo - que a porcaria da minha cadence consegue -  e fiz um tamping bem forte. Saiu cremado e com bem mais corpo.

 

Concordo que os fines as vezes atrapalham nessa moagem, então fica uma roleta russa, já tomei os melhores que já fiz em casa, e os mais "sujos" também".

 

Mas igual, todos ficaram melhor assim do que da maneira que "tradicional". Acho que eu estou tentando buscar um café que a Moka não foi feita para fazer, mas confesso que á saíram esboços bem satisfatórios. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Freedom Force    170

Moonarse,

 

Eu tava pra falar bem isso que vc pensou.

Talvez o café que vc estava imaginando a Moka não foi feita pra fazer.

Mas isso não quer dizer que vc não vai poder tomar cafés que te agradem de outra forma :-)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Moonarse    16

Sinto que normalmente os cafés que eu faço nessa minha moka são um "rascunho de espresso".

 

Tem uma crema tímida dentro do bule mas que raras vezes se transfere para xícara, o café remete ao ácido mais do que ao amargo (o que pra mim são as caracteristicas mais buscadas no espresso) mas peca bastante no corpo. só de eu sentir esse "hint" do cítrico/ ácido eu já tenho me dado por satisfeito. 

 

Erro inúmeras vezes, as vezes sai amargo e aguado - os piores saíram seguindo a idéia de pouco/nenhum tapping e grãos moídos mais grossos - as vezes os fines dominam o café e perpetuam o gosto de charuto na boca.

 

Por óbvio, quero evoluir disso. mas só de as vezes sair algo que remeta à um espresso, já me dou por satisfeito (por hora).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Álvaro Ford    224

Moonarse,

 

Erra em tampear a Moka, além disso o tamanho não favorece.

 

A moka funciona através de vapor, quando você restringir essa passagem do vapor através do pó pela compactação, e por ironia a sua válvula não estiver funcionando corretamente, fatalmente haveria um acidente ali. Portanto por motivos físicos, não recomendo você "tempear" sua moka.

 

Quanto ao ristretto, acho que a moka não consegue extrair as mesmas qualidades de um espresso, mas é um dos métodos que mais consegui retirar óleos visíveis. Uma cafeteira de qualidade faz realmente a diferença, assim como acertar na moagem. Se a sua moka é uma cadence, recomendaria você comprar uma Bialetti para experimentar, uma pequena de 2 ou 3 xícaras e experimentar uma quantidade de água reduzida, coisa que dificilmente na sua moka pequena você vai conseguir. 

 

No demais, acho que é bem difícil chegar no corpo do espresso com a moka, mas confesso que uma AP faz extrações que me satisfazem muito mais.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Moonarse    16

Álvaro,

 

Minha moka é uma miss moka prestige italiana, não tenho do que reclamar. Cadence é o meu moedor (Ou liquidificador como vi que alguns gostam de chamar). Assim que eu conseguir dar o passo para uma máquina dou o upgrade no moedor, por enquanto está de bom tamanho.

 

Meus pais vão para a Itália em agosto e estou educando eles à respeitoe passando as coordenadas para eles me trazerem uma La Pavoni Europiccolla. Caso isso não ocorra vou dar meu primeiro passo com a Aram até conseguir ter coragem de comprar a Breville.

 

Quanto ao tamping, coloco uma pressão para que fique compacto, mas como a moagem da cadence é longe de ser fina, não tem - aparentemente - causado qualquer problema de bloqueio. Entendo o porque de não fazer isso, mas sempre que eu não compacto o corpo fica ainda mais líquido. Mas estou longe de colocar as 30lbs! ahahahah fique tranquilo.

 

Gabriel,

 

isso é uma coisa que eu tenho prestado bastante atenção. Levei minha moka na casa do meu sogro e falei pra ele esquecer a Nespresso dele por um dia que eu iria fazer um café bom na moka, levei moedor e tudo. Ocorre que, quando voltei da Indonésia, presenteei ele com um saco de Kopi Luwak que eu fui até uma fazenda ver a preparação e buscar - isso faz 2 anos - mas era pra estar selado à vácuo e ele nunca abriu, pois só toma nespresso, e ele me fez abrir o pacote e fazer com aqueles grãos.

 

Resultado, não sei quanto da porcaria que ficou o café foi o fato do grão ter ficado guardado por muito tempo ou o fato da boca do fogão dele ser muito forte, mas no final o café ficou uma vergonha! subiu muito rápido, sem crema, sem corpo, gosto de charuto. Joguei fora e fiz outro, baixei mais o fogo e igual, subiu rápido e terrível. Tive que pedir desculpas e disse que não é assim  que eu bebo café.

 

Fiz hoje igual, com meus grãos no meu fogão e ficou muito bom (para uma moka). Como mudaram 2 variáveis, não sei o que realmente foi o problema, mas sei que ficou uma vergonha! hahaha

 

Abrazo!


Meu deus, agora que eu vi.... escrevi xícara com CH no Título do tópico. 

 

Que vergonha. Desconsiderem, sou um cara legal.

 

hahahaha

 

abrazo!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Axot    4

Apenas para dizer que também sou desse clube, gosto de ristretto curtinho sem açúcar e enquanto não tenho cafeteira para espresso estou me virando com duas mokas em inox que peguei dos pais (estavam paradas faz muito tempo, borrachas velhas já substituídas), sendo uma delas pequeninha de 1 dose. Trata-se de uma Lavazza Carmencita que eles compraram na Itália no fim dos anos 80 / inicio dos 90 e fiquei muito feliz de botar na ativa de novo - lembro do dia que estreamos, nós todos em volta do fogão vendo a "mágica" acontecer. Foi uma época muito boa e só o fato de fazer um café na Carmencita já me deixa feliz.

Dito isso, o café fica melhor na outra moka, uma Bialetti de 2~3 xícaras. Não sei se é a marca ou se simplesmente a de 1 xícara é pequena demais para desempenhar direito. Noto por exemplo que a água residual no tanque (eu corto a fervura antes para fazer um "ristretto") da 1 xíc tem um pouco de borra, o que é menos perceptível na 2~3 xíc. Tenho gostado dos cafés, mas muito longe de um espresso (crema nem pensar) e portanto o chimarrão continua minha bebida principal - resultando em menos testes nas mokas, um circulo vicioso...

Para moagem estou usando o magnífico Bravo Mini com 2 voltas seguindo instruções do Gilberto, e cafés comprei há pouco para experimentar os do Mario (torra Amendoa e Chocolate). Estou aprendendo ainda, mas a única conclusão mais definitiva até o momento é usar água já quente no tanque. Queria ter coragem para compactar o pó um pouco, mas mesmo sendo italianas eu fico com um pouco de medo. Vamos bebendo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×