Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Luis Paulo

[VENDO] Cafés torrados da 1a Compra Coletiva 2017 - Relançamento

Recommended Posts

Luis Paulo    924

Boa notícia, pessoal! O Igor e eu vamos disponibilizar mais um pouco dos cafés da compra coletiva de abril! Torrados!

Desta vez, como os cafés foram adquiridos dos produtores previamente, antes de abrir a CC, acabou sobrando um pouco de alguns deles. Decidimos que o melhor a fazer será colocar os cafés à venda, e torrar sob demanda o que for comprado para envio na semana que vem. Será uma forma de alguns que não conseguiram participar da CC conhecerem os cafés, e dos que já esgotaram o estoque de torrados poderem repô-lo.

São 3 os cafés que ainda temos disponível. Dois deles são os mesmos já distribuídos em abril, e um é uma meia-novidade especial! Vou listar cada um novamente com suas características, começando por esse último:

 

Fazenda Barinas - Topázio Amarelo 17/18 UP
 
Esse café veio do mesmo lote do famoso moka, que vários elogiaram como o preferido da última CC. E após uma aparição discreta dele no Jamboree deste ano, há quem quem disse que nenhum outro café no evento conseguiu batê-lo. Mas vamos à novidade: é do mesmo lote, mas não é moka! Como o Igor já explicou anteriormente, para uniformizar os grãos nós passamos ele por peneira antes de distribuí-lo na CC. Acontece que daí saíram alguns preciosos quilos de grandes grãos chatos, peneira 17/18 acima. Ou seja, é semelhante ao café que ganhou o título de vice-campeão do Cerrado. Já fizemos algumas torras dele, e apresenta toda as notas e a complexidade do moka, mas com maior suavidade e uma acidez mais brilhante. Dependendo do gosto do freguês, vai gostar ainda mais que do moka! Vamos ao resumo:
 
Cerrado Mineiro - Araxá
Altitude: 940m
Variedade Topázio Amarelo
Peneira: 17/18 acima
Processo: Natural
Produtor: Marcio e Thiago Castro Alves
 
Valor: R$50 (500g)
Quantidade Disponível: 16 pacotes
 
 
 
Fazenda Vargem Grande - Catucaí Vermelho
 
Foi um café meio subestimado durante a CC... Não tem a exoticidade do Barinas, por exemplo, mas é bem doce, tem bastante corpo e um aroma frutado incrível. Vários elogiaram depois de experimentá-lo. Para mim é o que vai melhor no espresso. Vamos ao resumo do café:
 
Matas de Minas - Serra do Caparaó
Altitude: 1400m
Variedade Catucaí Vermlho
Processo: Natural
Produtor: Renato Assumpção
 
Valor: R$36 (500g)
Quantidade Disponível: 45 pacotes
 
 
 
Café Irmãos Moscardini - Obatã Amarelo
 
Este é um natural fermentado da família Moscardini. Atualmente é um café que está em todo lugar, várias torrefações grandes colocaram as mãos em lotes como este e o CdC não podia ficar de fora. Oferece uma bebida extremamente elegante com notas de abacaxi, maracujá e acidez tartárica (lembra a acidez de um vinho branco). Segue resumo:
 
Alta Mogiana - Franca/SP
Variedade: Obatã Amarelo 
Processo: Natural Fermentado
Produtor: Elder Moscardini
 
Valor: R$35 (500g)
Quantidade Disponível: 4 pacotes
 
 
Os cafés estão disponíveis como antes em:
 
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sall    68

O Ubatã fermentando ainda tem cru?

Enviado de meu XT1563 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites
Igor    3,034

Olá pessoal, 

agora sobre a torra desses cafés.... Desta vez eu e o Luís que vamos executar as torras. Teremos a nossa disposição um Átilla de 15kg completinho para realizar tal façanha. Como o torrador está equipado com o Cropster, iremos disponibilizar os logs, perfis desenvolvidos e abordagens utilizadas durante as torras.

A ideia é torrar o café na segunda feira dia 10/06 e enviar os pedidos no dia seguinte. 

Já temos traçado os perfis que vamos executar nesses cafés e gostaríamos de adiantar que as torras serão voltadas para coados, ou seja, serão torras média-clara para clara. Entretanto, gostaríamos de acrescentar que isso não significa que os cafés não poderão ser apreciados no espresso. Inclusive um deles, o Moscardini, tem sido meu café preferido para espresso ultimamente, mesmo em uma torra mais clara.

Outra informação importante é que não faremos blend de torras de um mesmo café, isso significa que cada participante da compra recebe todo o seu café resultante de uma única batelada de torra. A distribuição será aleatória. Fazemos isso acreditando que, apesar de realizar torras muito parecidas entre as bateladas de um mesmo café, é mais fácil extrair um café que não é um blend de torras do que um café blendado. Para muitos torrefadores isso que vamos fazer é preciosismo, mas para a gente do clube que é hobbista e entusiasta do café isso é compromisso com a qualidade. 

Qualquer dúvida estamos a disposição. 

Grande abraço,

Igor 

@sall, temos só 3kg do Obatã Amarelo. Reservamos ele para torrar. Agora o Vargem Grande deve sobrar verde. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
rbata    289

Legal, eu tinha me arrependido de não ter participado da última CC. Desta vez não deixei passar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
TAMORIM    77

O Obatã amarelo ainda tem? No site consta como esgotado. Quero 1 pacote.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sall    68

Entendi @Igor, tranquilo, na verdade tava afim de um fermentado, por isso perguntei.

deixa para a próxima,

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luis Paulo    924

@TAMORIM, o obatã esgotou mesmo, só tinha um pouco. Maaaas, dependendo da perda durante a torra é possível que complete mais um pacote, aí a gente entra em contato, ok? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
TAMORIM    77

Valeu! Quando vc pretende torrar?

Share this post


Link to post
Share on other sites
GuilhermeB    77

Prezados,

 

Tenho interesse no Fazenda Barinas. Como faço a reserva?

EDIT: ja encontrei. valeu.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comprei lá pelo site 2 Catucaí Vermelho, preciso fazer mais alguma coisa ou tudo se resolve por lá mesmo ?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luis Paulo    924
2 horas atrás, TAMORIM disse:

Valeu! Quando vc pretende torrar?

Início da semana que vem 

1 hora atrás, GuilhermeB disse:

Prezados,

 

Tenho interesse no Fazenda Barinas. Como faço a reserva?

EDIT: ja encontrei. valeu.

Tudo Ok, Guilherme, acabei de checar seu pedido.

1 hora atrás, marcos.ribeiro disse:

Comprei lá pelo site 2 Catucaí Vermelho, preciso fazer mais alguma coisa ou tudo se resolve por lá mesmo ?

Tudo certo, Marcos, já vi seu pedido. A gente vai atualizando aqui semana que vem sobre a torra e o envio dos pacotes.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Igor    3,034

Olá pessoal,

pedidos encerrados. Amanhã a tarde já iremos torrar os cafés e enviaremos as encomendas na terça feira de manhã. 

Vamos fazer um balanço do que sobrou nos próximos dias e daí voltamos para oferecer uns grãos verdes pra quem está interessado em torrar. 

Grande abraço e obrigado pela participação, 

Igor 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Igor    3,034

Salve pessoal,

tivemos um contratempo hoje e vamos ter que torrar amanhã. Os cafés serão enviados no dia seguinte, ou seja, na quarta. 

Quantos aos cafés verdes, não sobrou muita coisa não. Temos só 4kg do Vargem Grande disponível. Vou liberar esse café no site e quem quiser dele deverá fazer o pedido por lá. Só para lembrar:

http://www.comprecoletivo.iluria.com/

 

Abração, 

Igor 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
tuliolener    0

Nossaa...já acabou, estava d olho na proxima compra coletiva d grãos torrados. Sou novo aq no forum e tinha ficado feliz sobre esta oportunidade, ainda mais por estar proximo ao local d distribuição.  Fica p proxima então. E parabens para os idealizadores deste projeto. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Igor    3,034

Tudo certo hoje e os cafés saem daqui amanhã. 

Preciso dar uma editada nos logs para que fiquem claros para vocês e devo disponibilizá-los em breve. 

Só para dar um gostinho, na imagem a seguir tem os logs das 4 torras do Vargem Grande que fizemos: 

 

35737166691_f5ac9a105f_b.jpg

 

Observem que 3 ficaram praticamente idênticas...

 

Att,
Igor

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Burny    2,611

Putz Igor, ROR decrescente e uma fase de desenvolvimento de +/- 1,5 min no fim. Achei que vc já desapegou desse estilo de torra antiquado Rsrsrs

Abçs, Burny

Share this post


Link to post
Share on other sites
Burny    2,611

Guilherme, foi só para zoar o Igor. Ele falou ontem que desapegou desse modo de torra e agora faz curvas com RoR constante sem desenvolvimento. Mas com o Vargem Grande obviamente escolheu uma outra abordagem, e com certeza porque ficou melhor assim.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Igor    3,034

Você me entendeu errado alemão. Eu desapeguei do seguinte mantra: desenvolvimento ocorre depois do crack. 

Antes eu forçava minhas torras para terem um %RAO próximo de 20% e até tinha bons resultados com essa abordagem. Entretanto, hoje não sigo mais esse mantra e faço torras com %RAO de 5~22%. E mesmo com %RAO de 5% consigo torras bem desenvolvidas, desde que a abordagem utilizada tenha sido adequada! 

No Vargem Grande utilizamos uma abordagem conservadora, porque acreditamos que é o melhor para o café. Ainda assim o %RAO delas ficaram baixos, acho que em torno de 12~15%... 

 

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
Burny    2,611

Legal, Igor! São informações muito úteis. Sem querer ser chato demais, numa maneira geral acho que o pessoal que pega o jeito com a torra de café não posta mais esse tipo de informações e experiências. Assim o torrador domestico tem que fazer cursos de x mil reais, ou acreditar o que tem no site da Sweet Marias, e fica sem saber se a abordagem do Rao ou a nórdica faz mais sentido (e para quais cafés etc.), ou até o double roast do Fricke Rsrs

Abçs, Burny

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luis Paulo    924

Pessoal, todos os pedidos foram enviados hoje pela manhã:

A6KglURl.jpg

Já atualizei no site com os códigos de rastreio.

@Vojnovskis, não temos uma data exata ainda. Mas já esgotamos o que havia restado da última Compra Coletiva, e agora não compensa ir atrás de cafés da safra passada. Iremos esperar a safra atual acabar, dar tempo pros cafés descansarem, pedir amostras pros produtores, e a próxima CC deve ser só lá pra novembro.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Igor    3,034

Olá colegas, 

postei os logs das torras no tópico: http://forum.clubedocafe.net/topic/5430-torrando-os-cafés-da-1ª-compra-coletiva-de-2017/#comment-189281

Vamos discutir um pouco por aqui da questão do blend de torras e dos perfis sensoriais de cada café. 

Alguns membros vieram me perguntar em off por que não fizemos o blend das torras. Vou dar uma resposta aqui mesmo no tópico para todos. Primeiro, a questão do blend de torras é algo comumente utilizado por vários torrefadores. Se um mestre de torras precisa de 30kg de café torrado de um único café, ele muito provavelmente irá fazer uma certa quantidades de batches e vai misturar tudo no final. Se forem batches de 3,5kg de café verde, para ter 30kg de café torrado é necessário blendar 10 batches de um mesmo café. Se a execução das 10 torras foram idênticas, os cafés devem ficar com perfil sensorial semelhante e ao blendar o resultado deve ser consistente. Acontece que realizar 10 torras idênticas é muito complicado e ao blendar torras com execuções diferentes, o resultado vai ser uma mistura com grãos de solubilidades diferentes.

A grande pergunta é, até que ponto a questão da solubilidade interfere na bebida final? E a resposta para essa pergunta é, eu não sei ainda. Tenho, por hipótese, que grãos que foram torrados com abordagens diferentes vão possuir solubilidades diferentes. Desta forma, ter um blend com grãos de solubilidade diferente pode ser mais difícil de conseguir uma extração homogênea, uma vez que uma fração dos grãos pode extrair mais que outras. Por outro lado, comercialmente ter várias torras com perfis próximos pode não ser uma boa estratégia, assim blendar pode ser uma boa alternativa para garantir, por exemplo, 30kg de café com o mesmo perfil (blendado). 

O que sei é que aqui no clube estamos sempre em busca da xícara perfeita! Discutimos sobre extração, sobre como extrair mais de um café e como levar uma extração de café ao extremo. Discutimos sobre como conseguir extrações homogêneas e balanceadas e obter a melhor xícara possível.

Assim, acreditando que o fato de blendar as torras só tem uma vantagem, a comercial, tomamos a decisão de não blendar as torras de um mesmo café. Pois conhecendo o perfil dos membros do clube, queremos que vocês tenham acesso a um café que possa atingir o seu máximo potencial na xícara de vocês. No fim, vocês não possuem a garantia de que todos receberam o mesmo café (ou ainda que você recebeu dois pacotes de um mesmo café provenientes de um único batch), mas sei que isso pouco importa para vocês. Além disso, o trabalho que tivemos para não blendar as torras foi mínimo e se no fim blendar não trás benefício algum para a bebida, não blendar pode significar a possibilidade de conseguir extrações mais homogênas (ainda que não tenhamos certeza se essa diferença é significativa).

Mais tarde volto para falar do perfil sensorial dos cafés que torramos. 

Att,

Igor 

 

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luis Paulo    924

Apenas completando o que o Igor disse: os perfis das torras de um mesmo café estão bem próximos, com dá pra ver nas curvas acima. Chegamos a medir a perda de massa do Vargem Grande, e a variação ficou numa faixa de 0,3%. Ainda fizemos depois um cupping de amostras de cada batch. Há sim uma diferença sensorial perceptível, mas bem sutil. Eu particularmente não acho que um blend das torras fosse alterar muita coisa não. Mas no fim das contas preferimos deixar separado pelos benefícios que o Igor trouxe aí. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
riozebratubo    51

Muito legal essa abordagem de vocês, incluindo uma explicação detalhada da motivação. O perfeccionismo de vocês aplicado em torra é um caso onde vale muito a pena, porque o resultado é sensível depois. Parabéns.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Igor    3,034

Salve pessoal, 

voltei pra finalizar o ciclo de postagens com o perfil sensorial de cada café. 

No dia seguinte ao dia que torramos, antes de enviar os cafés para vocês, eu e o Luís provamos todas as torras que fizemos em um grande cupping. Além disso, ao longo dos últimos dias continuamos tomando os cafés e finalmente chegamos no resultado que compartilhamos a seguir. Esperamos que os perfis possam servir apenas para orientar as extrações e as provas de vocês. 

Vargem Grande: Aroma intenso, mel. Na xícara doçura alta com notas de mel e rapadura, acidez cítrica presente e corpo médio. Um café delicado e bom para tomar o tempo todo.

Moscardini: Café exótico. O aroma (seco) pode até enganar o bebedor iniciante, entretanto essa percepção muda ao molhar o café e desabrocha um aroma intenso e característico de cafés fermentados. Na xícara abacaxi, maracujá, com um frutado bem gosto. A acidez deste café é intensa, predominantemente málica (acidez da maça verde) e tartárica (acidez do vinho, puxando para o vinho branco). O corpo é médio alto. Já a finalização, apesar de persistente, deixa um pouco a desejar (uma pena). 

Topázio 17/18 up - Fazenda Barinas: A fragrância e o aroma deste café já são marca registrada, quem provou o moka já vai conhecer de imediato. Na xícara uma acidez brilhante e complexa, predominantemente málica. As notas de morango tão presentes no moka persistem, essa característica em conjunto com a doçura alta faz deste um café fácil de beber. O corpo é médio baixo e a finalização é agradável e duradoura, daquelas que deixam a boca salivando depois de beber. Um café extremamente elegante e sofisticado. 

E aí, o que estão achando dos cafés?

Grande abraço,

Igor 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
rbata    289

Recebi ontem meu PAC. Agradeço ao empenho dos envolvidos na CC e no processo de torra.

Sabor do Moscardini fecha muito bem com a descrição do Igor. Hj vou provar os outros cafés.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
helderbarreto    195

Recebi os cafés e gostaria de deixar registrado aqui o IMENSO profissionalismo de Igor e Luis. Na verdade, eu nem chamaria de profissionalismo, pois isso os restringiria a profissionais, eu iria além e os chamaria de de pessoas extremamente generosas. Ambos foram muito presentes na resolução de um problema que tive com os correios na compra passada. Enfim, o que posso dizer é que graças a eles (e demais organizadores da CC) eu pude enfim contemplar a maravilha de cafés selecionados e torrados por eles. 

Em nome de todos os amigos de Aracaju que foram contemplados pela generosidade e ajuda, nosso muito obrigado!

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×