Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Burny

Fellow Prismo

Recommended Posts

sergio.m    2,380
13 minutos atrás, Lisboa Santos disse:

O Prismo criaria um novo fator de aumento de resistência (consequentemente aumentando a pressão), ao um dado padrão normalmente usado, seja lá qual ele for...

Só aumenta a pressão se colocar mais força no êmbolo. A pressão só depende da força. (e da área do êmbolo, que no caso é sempre a mesma)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
riozebratubo    50
1 hora atrás, Lisboa Santos disse:

(...) Por exemplo: quando uso meus dois filtros metálicos (63µm e 35µm) (...)

Lisboa, onde você achou filtros tão finos? Por acaso algum desses dois é aquela malha de inox da Altura? O mais fininho que eu achei foi esse, e é o que eu costumo usar.

Pra quem não viu ainda, aqui: https://alturahq.com/collections/all/products/the-ultra-premium-filter-for-aeropress-coffee-makers-by-altura-free-ebook-with-recipes-tips-and-more-stainless-steel-washable-reusable-lifetime-100-guarantee

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luis Paulo    902

Meu palpite é que só se consegue uma otimização da extração quando o fator de aumento de pressão é a força no êmbolo ou alteração no pó, alterando a velocidade da água passando pelo pó na percolação em nível microscópico. Se o fator de aumento de pressão é a redução da área de saída da vazão, esse efeito microscópico da percolação não vai ocorrer, e só vai ocorrer uma infusão em pressão mais alta, o que suspeito que não faz muita diferença... mas isso pode ser testado fazendo uma infusão em mesma temperatura da água em pressão atmosférica e numa câmara pressurizada.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,144
15 horas atrás, sergio.m disse:

Só aumenta a pressão se colocar mais força no êmbolo. A pressão só depende da força. (e da área do êmbolo, que no caso é sempre a mesma)

Sem dúvida, por isso comecei o post dizendo "Supondo-se que se pretenda uma descida do êmbolo rápida (o que gera maior pressão, por si só)" pois para descer mais rápido precisa pôr mais força, o que gera maior pressão.

 

13 horas atrás, Luis Paulo disse:

Meu palpite é que só se consegue uma otimização da extração quando o fator de aumento de pressão é a força no êmbolo ou alteração no pó, alterando a velocidade da água passando pelo pó na percolação em nível microscópico. Se o fator de aumento de pressão é a redução da área de saída da vazão, esse efeito microscópico da percolação não vai ocorrer, e só vai ocorrer uma infusão em pressão mais alta, o que suspeito que não faz muita diferença... mas isso pode ser testado fazendo uma infusão em mesma temperatura da água em pressão atmosférica e numa câmara pressurizada.

Por isso eu disse "criaria", pois tenho minhas dúvidas. De qualquer forma, e estando reduzida a área de saída, para descer o êmbolo num mesmo tempo "x" será preciso pôr mais força; neste sentido e nesta condição de "mesmo tempo" é que se criaria maior pressão.

Hoje, para 11 g de pó e 200g de água, eu desço o êmbolo em aproximadamente 1:30m com o peso de 4,5Kg. Pretendo com o Prismo colocar 6Kg no peso (e alguma força a mais, com o simples peso de duas mãos) e ver quanto tempo demorará. Isto acaba não fazendo tanta diferença, se um pouco mais ou um pouco menos, já que minhas infusões são longas e o que tinha que ser extraído já o foi na infusão: a descida do êmbolo funciona quase que apenas como uma filtragem, embora conte também como tempo de percolação. Neste contexto o efeito microscópico da percolação deixa de ser relevante pois a infusão já fez pelo menos uns 95% do trabalho de extração. Se houver maior pressão nesta fase final (percolação), pode ser que dê alguma diferença no resultado final, mas não creio que seja significativo (talvez eu possa reduzir o tempo total de preparação), e alguma coisa diferente virá para a xícara.

Sempre pus pouca pressão na AP, com meus tempos longos de descida do êmbolo, porque o objetivo sempre foi o de minimizar a borra, uma vez que uso filtros metálicos: com estes (e mesmo com os de papel), quanto mais lenta a descida, menos borra na xícara. E, como já disse antes, não pretendo usar o Prismo para fazer fake espresso, mas para testar de maneira mais prática a tese do @sergio.m de uma maior extração qualitativa e quantitativa com a técnica cervejeira (dupla infusão com extração).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,144
13 horas atrás, riozebratubo disse:

Lisboa, onde você achou filtros tão finos? Por acaso algum desses dois é aquela malha de inox da Altura? O mais fininho que eu achei foi esse, e é o que eu costumo usar.

Acabei de abrir um tópico a respeito: Filtros Metálicos para AeroPress. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×