Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Burny

Fellow Prismo

Recommended Posts

sergio.m    2,463
13 minutos atrás, Lisboa Santos disse:

O Prismo criaria um novo fator de aumento de resistência (consequentemente aumentando a pressão), ao um dado padrão normalmente usado, seja lá qual ele for...

Só aumenta a pressão se colocar mais força no êmbolo. A pressão só depende da força. (e da área do êmbolo, que no caso é sempre a mesma)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
riozebratubo    72
1 hora atrás, Lisboa Santos disse:

(...) Por exemplo: quando uso meus dois filtros metálicos (63µm e 35µm) (...)

Lisboa, onde você achou filtros tão finos? Por acaso algum desses dois é aquela malha de inox da Altura? O mais fininho que eu achei foi esse, e é o que eu costumo usar.

Pra quem não viu ainda, aqui: https://alturahq.com/collections/all/products/the-ultra-premium-filter-for-aeropress-coffee-makers-by-altura-free-ebook-with-recipes-tips-and-more-stainless-steel-washable-reusable-lifetime-100-guarantee

Share this post


Link to post
Share on other sites
Luis Paulo    1,016

Meu palpite é que só se consegue uma otimização da extração quando o fator de aumento de pressão é a força no êmbolo ou alteração no pó, alterando a velocidade da água passando pelo pó na percolação em nível microscópico. Se o fator de aumento de pressão é a redução da área de saída da vazão, esse efeito microscópico da percolação não vai ocorrer, e só vai ocorrer uma infusão em pressão mais alta, o que suspeito que não faz muita diferença... mas isso pode ser testado fazendo uma infusão em mesma temperatura da água em pressão atmosférica e numa câmara pressurizada.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,210
15 horas atrás, sergio.m disse:

Só aumenta a pressão se colocar mais força no êmbolo. A pressão só depende da força. (e da área do êmbolo, que no caso é sempre a mesma)

Sem dúvida, por isso comecei o post dizendo "Supondo-se que se pretenda uma descida do êmbolo rápida (o que gera maior pressão, por si só)" pois para descer mais rápido precisa pôr mais força, o que gera maior pressão.

 

13 horas atrás, Luis Paulo disse:

Meu palpite é que só se consegue uma otimização da extração quando o fator de aumento de pressão é a força no êmbolo ou alteração no pó, alterando a velocidade da água passando pelo pó na percolação em nível microscópico. Se o fator de aumento de pressão é a redução da área de saída da vazão, esse efeito microscópico da percolação não vai ocorrer, e só vai ocorrer uma infusão em pressão mais alta, o que suspeito que não faz muita diferença... mas isso pode ser testado fazendo uma infusão em mesma temperatura da água em pressão atmosférica e numa câmara pressurizada.

Por isso eu disse "criaria", pois tenho minhas dúvidas. De qualquer forma, e estando reduzida a área de saída, para descer o êmbolo num mesmo tempo "x" será preciso pôr mais força; neste sentido e nesta condição de "mesmo tempo" é que se criaria maior pressão.

Hoje, para 11 g de pó e 200g de água, eu desço o êmbolo em aproximadamente 1:30m com o peso de 4,5Kg. Pretendo com o Prismo colocar 6Kg no peso (e alguma força a mais, com o simples peso de duas mãos) e ver quanto tempo demorará. Isto acaba não fazendo tanta diferença, se um pouco mais ou um pouco menos, já que minhas infusões são longas e o que tinha que ser extraído já o foi na infusão: a descida do êmbolo funciona quase que apenas como uma filtragem, embora conte também como tempo de percolação. Neste contexto o efeito microscópico da percolação deixa de ser relevante pois a infusão já fez pelo menos uns 95% do trabalho de extração. Se houver maior pressão nesta fase final (percolação), pode ser que dê alguma diferença no resultado final, mas não creio que seja significativo (talvez eu possa reduzir o tempo total de preparação), e alguma coisa diferente virá para a xícara.

Sempre pus pouca pressão na AP, com meus tempos longos de descida do êmbolo, porque o objetivo sempre foi o de minimizar a borra, uma vez que uso filtros metálicos: com estes (e mesmo com os de papel), quanto mais lenta a descida, menos borra na xícara. E, como já disse antes, não pretendo usar o Prismo para fazer fake espresso, mas para testar de maneira mais prática a tese do @sergio.m de uma maior extração qualitativa e quantitativa com a técnica cervejeira (dupla infusão com extração).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,210
13 horas atrás, riozebratubo disse:

Lisboa, onde você achou filtros tão finos? Por acaso algum desses dois é aquela malha de inox da Altura? O mais fininho que eu achei foi esse, e é o que eu costumo usar.

Acabei de abrir um tópico a respeito: Filtros Metálicos para AeroPress. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
rbata    310

Acabei de receber o meu Fellow, não foi tributado.

Vou ver se consigo testar na hora do almoço.

Mais alguém já recebeu? Testou?

Sent from my ONEPLUS A3003 using Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites
helderbarreto    288

Os nossos (meu, do Lisboa e um amigo) estão em Curitiba agora... Ainda não sabemos se vai ser tributado. Momentos de tensão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde galera, o meu também chegou hoje, sem tributação também, porém ainda não conseguir usar ele, irei testar ele hoje de noite, mas como acabei não me adaptando muito com AP, vou acabar vendendo os dois.

Share this post


Link to post
Share on other sites
riozebratubo    72

Alguns pontos de fiscalização aduaneira estão em greve, alguns poucos dos Correios também em Curitiba e São Paulo. Nenhuma notícia na grande mídia, só quando o movimento começou. Muita coisa de muita gente via DHL e UPS está retida por prazo indeterminado desde novembro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
rbata    310


Consegui fazer um teste rápido no almoço, sem muito comprometimento com pesos, etc:

  • Pré-aqueci a AP com água fervendo;
  • Uma colherada cheia da AP (aprox. 18g) café W&S (não lembro qual grão) torra média-clara de 22/jan;
  • Moído no Bravo Mini (moagem fina, 01 ou 02 marcas acima do que estou acostumado para espresso na Aram);
  • Metade da AP cheio com água fervendo (100ml?);
  • Mexi vigorosamente durante uns 10segundos;
  • Iniciei a extração direto sobre uma caneca de vidro grosso durante um tempo total aproximado de 30 segundos (contei de cabeça..rs);


Observações:

Quando mexi o café durante os 10 segundos, ele liberou MUITO gás carbônico, o que acabou resultando em zero crema na xícara. Então para obter um resultado mais próximo do espresso teria que colocar o café e fazer uma leve compactação e extrair direto, sem mexer.

Sobre a extração, no início fluiu bem rápido, um esguicho, depois de alguns segundos começou a pesar um pouco e o fluxo ficou mais lento. Acho que ainda aceitaria afinar só mais um pouco antes de chocar a AP.

O sabor do café em si ficou OK, devido a diluição utilizada não foi nem uma AP tradicional e muito menos um espresso...rs Mas o objetivo era mais testar o brinquedo novo. Já ficou melhor que muito espresso longo de padaria. Passou uma quantidade pequena de fines para a xícara, ficou um lodinho no final, mas bem pouco, bem similar ao filtro metálico xing ling vendido no mercado livre que considero muito bom, superior ao filtro de papel neste quesito de reter fines.

A peça visualmente é bem bacana, bem construída. Porém quando fui rosquear a primeira vez na AP tive uma certa dificuldade, o encaixe está bem justo. Talvez porque a minha AP é uma das mais antigas, e o molde de referência tenha sido o modelo mais novo.

Na hora da limpeza também me atrapalhei um pouco. Quando você desrosqueia o Prismo, parte da borra se quebra, ficando um pouco dentro da AP e um pouco no filtro. Para soltar o filtro de dentro do Prismo, tive que dar uma batida contra a pia.

A operação de limpeza não foi muito intuitiva mas o restante achei bem prático de usar.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,210

@rbata, colocando esse filtro no PF da AP, e olhando contra a luz, quantos furinhos do filtro tem em cada buraco do PF? Salvo engano o Able Fine tinha em torno de 27, e o IMS de 63µm (acho que é isso) tinha quase 80. Esse da Fellow parece ter os furos bem pequenos, na faixa do IMS.... eles não dizem o tamanho dos furos?

Share this post


Link to post
Share on other sites
cankblunt    44
Em 03/01/2018 at 19:42, riozebratubo disse:

Lisboa, onde você achou filtros tão finos? Por acaso algum desses dois é aquela malha de inox da Altura? O mais fininho que eu achei foi esse, e é o que eu costumo usar.

Pra quem não viu ainda, aqui: https://alturahq.com/collections/all/products/the-ultra-premium-filter-for-aeropress-coffee-makers-by-altura-free-ebook-with-recipes-tips-and-more-stainless-steel-washable-reusable-lifetime-100-guarantee

Esse da Altura é bom? Evita que passe pó pra xícara?

Share this post


Link to post
Share on other sites
rbata    310

@Lisboa Santos No manual/embalagem não informa a "malha" deste filtro.

Colocando contra a luz contei entre 25~30 furos.

Uma vantagem que já percebi é que voltando a utilizar o método normal da AP (não invertido), eu estou conseguindo extrair aprox. 250ml na xícara. E no método invertido conseguia aprox. 200ml.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,210

@rbata, então deve estar na casa bem acima de 100µm, como o Able Fine... isto é muito grosso, se não descer bem devagar o êmbolo (que é justamente o contrário da natureza do Prismo) vai passar borra e particulados (visíveis a olho nu).

3 minutos atrás, rbata disse:

Uma vantagem que já percebi é que voltando a utilizar o método normal da AP (não invertido), eu estou conseguindo extrair aprox. 250ml na xícara. E no método invertido conseguia aprox. 200ml.

Esta é uma das ideias que quero testar: fazer muito mais café de cada vez na posição normal. Já dá para fazer isto atualmente na AP normal, com um misto de percolação com infusão, mas não é muito prático.

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoaoW    212

Pois é, estou no aguardo do Prismo principalmente para eliminar a "virada" do método invertido e fazer um pouco mais de café também. E de quebra vem um filtro de metal né, também vou experimentar.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lisboa Santos    2,210
20 horas atrás, cankblunt disse:
Esse da Altura é bom? Evita que passe pó pra xícara?

Abri um tópico recentemente chamado "Filtros Metálicos para AeroPress". Não tenho este da Altura, mas parece ser igual ao KoHi que é excelente. A questão de passar borra e principalmente particulados depende, entre outras coisas, da velocidade de descida êmbolo.

 

Enviado de meu LG-K430 usando Tapatalk

 

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jonas Felipe    82

Gostei do acessório.

5a775d3508181_CapturadeTela2018-02-04s16_49_10.png.553470c836ec1fb6d48aa23b0b56260a.png

  • Like 1
  • Thanks 1
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Esse da Altura é bom? Evita que passe pó pra xícara?
Tenho esse da Altura, The Mesh. É muito bom sim.

Enviado de meu SM-A520F usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites
riozebratubo    72
Em 1/31/2018 at 17:43, cankblunt disse:

Esse da Altura é bom? Evita que passe pó pra xícara?

Só garantindo que estamos falando da mesma coisa: é o the ultra, não o the mesh. Eu gostei muito dele. Evita sim. É quase como o de papel, mas passando mais óleos. Uma coisa importante sobre ele é que se você não limpar direito ele vai entupindo com o tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Jonas Felipe    82

testei ontem o Fellow Prismo. três extrações fracassadas.

na embalagem cita algo como “moagem super fina”, inocentemente coloquei na mais fina do kitchenaid (8/8), travou. subi pra (7.5/8), travou. depois pra (7/8) e troquei de xícara (poderia estar impedindo o ar de circular), travou novamente...

no 6/8 já é a moagem que uso pro V60, media-fina...

será que estou fazendo algo errado? o kitchenaid produz bem poucos fines, o 6/8 é um médio-fino bem fino e mesmo assim o café filtra rápido e não amarga no V60.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites
rbata    310

Será que faltou forçar mais o êmbolo? Ou talvez começar com um movimento bem leve, e deixar a pressão aumentar gradualmente. Moagem fina de espresso requer bastante pressão.

Ainda não testei o método "espresso". Vou ver oq observo aqui.

Sent from my ONEPLUS A3003 using Tapatalk

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoaoW    212

Chegou meu Prismo!

Já de cara fui testar pra fazer o tal espresso-like, mas devido à muquiranice psicológica usei grãos da Nuance mais simples, com torra média e já moídos. Essa versão vende no supermercado, uso para fazer café de manhã quando tenho que ser ligeiro e não quero fazer barulho pra minha mulher e meu filho.

Usei a receita da Fellow, 50g de água fervendo para 20g de café, 1 min de tempo de infusão, mexendo uns 15 segundos.

Depois de ver vários vídeos de teste do Prismo no Youtube em que o pessoal não conseguia a crema, fui lá sem expectativas, afinal aquele café também já estava velho.

Mas veio a creminha And...

...So what...?

Rs

Bem, essa parte de café espresso-like aí eu não tinha grandes expectativas, é um café concentradão, já consegui resultados muito parecidos e até melhores (com grãos melhores, evidentemente) sem Prismo nenhum fazendo um "aeropresso". Só não tinha a creminha fake, agora teve. Mas não pretendo fazer de novo, é muito café pra ir assim de um gole só mesmo.

O bacana do Prismo: não precisar mais fazer o método invertido. Isso é uma mão na roda. 

E também experimentei o filtro de metal, que não conhecia. Acho que no aeropress prefiro com filtro de papel mesmo, mas os caras da Fellow dizem que dá pra botar um filtro de papel em cima, na próxima vou tentar ver se funciona direito assim também. Se sim, aí ótimo.

Em síntese, Prismo para mim = um filtro de metal, mais um equipamento no batcinto de utilidades + o conforto de não ter que ficar girando a AP. Mas é isso. Esse espresso-like é meio marketing rs... Mas se alguém quiser impressionar alguma visita que não conhece muito, sou testemunha de que dá pra tirar a pseudocrema até com café velho e pré-moído - talvez com um pouco de sorte de principiante.

EDIT: @Lisboa Santos , o teu já chegou? Estou curioso com as tuas impressões e experimentos.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fogo ruivo    722

João se quiser vender..... Kkkkkkkk tô aqui!

  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoaoW    212

E aí Ricardo! Cara, na real pretendo manter, fiz um testezinho agora botando o filtro de papel em cima do de metal e deu certo... Só funciona com o de papel assim, tentei botar só o filtro de papel sem o de metal por baixo e não passa nada, trava. Felizmente botando o de papel em cima do de metal tudo bem, estranho né; deve ser alguma vedação.

Quanto ao filtro de metal sozinho estranhei um pouco o gosto, afinal é menos "limpo" né, passam alguns resíduos... Mas talvez seja bacana com uma moagem mais grossa e fazer algo como prensa.

Pelo lance de não ter que fazer a virada da AP achei legal, uma coisa a menos pra se preocupar. Mas não é a revolução mundial que os caras da Fellow falam não rs.

EDIT: Uma coisa bacana que percebi do Prismo e de que não tinha me dado conta antes é que aumenta um pouco a capacidade da aeropress, já que ele é um pouco maior que a "tampa" comum. Fiz agora à noite um café (decaf, pelo horário) com 21g de café e 300 ml de água.

  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
rbata    310

Ainda acho o prismo um pouco mais difícil de encaixar e de limpar em relação ao filtro metálico comum ou de papel.

Uma teoria a ser validada pelos colegas: o fato de usar método normal (não invertido), associado a muita agitação/tempo, faz com que muitos finos passem pelo filtro e se acumulem já no bico de saída. Resultando em muito mais"lodo" no fundo da xícara, comparável ao filtro de papel original. Talvez por ter uma malha/orifícios mais abertos também.

Talvez possa fazer um teste descartando um primeiro jato para drenar o fundo, e posteriormente avaliar o restante da bebida.

Sent from my ONEPLUS A3003 using Tapatalk

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×