Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Recommended Posts

eumemo    11

Boa noite pessoal.

Sou membro do fórum ha algum tempo mas quase nunca posto nada. Em termos de café ainda sou um tanto quanto inexperiente e a maior parte das informações que precisei encontrei nos posts aqui ou em sites internacionais, no entanto, agora estou precisando de uma força.

Recentemente adquiri uma gaggia do inicio dos anos 50. Pelo que consegui encontrar de informações trata-se de um gaggia espagna de 1953. Pela idade considero que esta em muito bom estado, mas esta sem operar faz mais de 30 anos. Meu objetivo é colocar ela de volta em operação e dar uma restaurada nela.

Encontrei bem pouca informação referente a esta maquina. Gostaria de pedir a todos que compartilhem todas as informações que por ventura tiverem dela.

Parece-me que ela tem o mesmo grupo que a internazionale que já foi citada em um post por aqui, no entanto ela trabalha com uma caldeira vertical.

Minha principal duvida no momento é referente ao acionamento dos resistores de aquecimento. Usualmente nas maquinas desta época utilizava-se um interruptor de pressão que ligava a caldeira toda a vez que a pressão caía abaixo da nominal. Algumas máquinas possuíam ainda uma válvula de segurança com um wobbler weight, que é uma válvula mecânica com um peso em cima. Toda a vez que uma pressão alta é atingida o peso é levantado e deixa parte do vapor escapar.

A minha maquina possui apenas uma dessas válvulas com o wobbler weight e não possui nenhuma saída complementar da caldeira onde se possa ligar um interruptor de pressão.

Alguém sabe me dizer se os resistores vão ligados direto na força e ficam permanentemente acionados ou se ha algum outro mecanismo de acionamento?

Outra duvida é referente aos manetes da frente. Inferi que o da direita superior é para a saída de vapor e o da direita inferior é o de entrada de agua mas os outros três não estou certo. Será que o da esquerda inferior é o de saída de agua quente? E os dois nas extremidades do tubo de nível, para que servem? Simplesmente para isolar este tubo?

Enfim é isso. Qualquer retorno, dica ou informação que possam dar é bem vindo.

Muito obrigado.

 

20180207_195425 (Copy).jpg

20180207_195505 (Copy).jpg

20180207_195513 (Copy).jpg

20180207_195521 (Copy).jpg

20180207_192610 (Copy).jpg

20180207_192617 (Copy).jpg

20180207_192557 (Copy).jpg

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    6,115

Parabéns verdadeira raridade e esta em ótimo estado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
viniesp    231

Que máquina espetacular. Como vc encontrou ela?

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    6,115

Essa maquina realmente nao foi mexida no passado , a caldeira esta com o isolamento de amianto original e se for da década de 50 mesmo deve ter também gaxetas de amianto no grupo e nas vedações  , o amianto só foi banido nos eletrodomésticos no final dos anos 60 início  dos 70 .

Mas a máquina é  uma raridade , onde vc mora ?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bernardo B    2,001

Essa é uma Gaggia Esportazione Modelo Milan 1950. Muito rara nesse estado.

Eu não mexeria em nada desde que pode valer bastante e quanto mais original mais procurada ...

Pergunta ao Marcio, ele deve saber mais sobre restauro e mercado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11

Valeu pessoal.

Encontrei no interior de são paulo, estava de decoração em um apartamento. Os antigos donos estão saindo do brasil e colocaram a venda.

Quanto a mexer nela eu gostaria de mexer o minimo possivel , mas gostaria de por para funcionar ao menos. O modelo espagna é uma variante do esportazione com esse acabamento mais vertical. Pela numeração na caldeira da pra saber que foi produzida em milão em dezembro de 1953.

Esta faltando algumas peças. Por hora o que pude identificar é o portafiltro, o tubo de nivel da caldeira e a bandeja inferior, mas acho que com pouca coisa da para por em operação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    6,115

Como o Bernardo falou quem entende de restauração de maquinas antigas assim é  o @Carneiro que se chama Marcio.

Mas uma máquina com 65 anos , para voltar a funcionar , essa caldeira deveria passar por um teste hidrostática no minimo , entra em contato com o Márcio , ele pode orientar vc.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bernardo B    2,001

A Gaggia tinha uma fabrica na Espanha, de forma que essa pode ter sido produzida la, porém conforme pelo que verifiquei se trataria de uma Esportazione Modelo Milan de 1950 (o modelo, a máquina foi fabricada por vários anos). 

 

Correção: consta que o modelo é Esportazione, de 1950 e feita em Milan.

Edited by Bernardo B

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11

Opa Valeu.

com relação a caldeira acredito que valha uma inspeção sim, mas não deve haver grandes problemas, a pressão de operação é relativamente baixa (menos de 2 bar) e se valvulda de alivio estiver desobistruida não deve haver grandes problemas.

com relação a data de fabricação, a caldeira tem identificado 18 de dezembro de 1953. tambem especifica a fabrica como de milão por meio do MI tbm gravado na caldeira.

A denominação espagna encontrei em alguns foruns internacionais, sendo recorentemente utilizado para designar este modelo, não sei exatamente porque. O colecionador lá da australia tem uma igual  de 1952. (http://www.espressomachineclassics.com/) . Não sei se foi o modelo inicialmente exportao para espanha ou algo do tipo. Bem dificil encontrar informações a respeito.

Vou entrar em contato com o Marcio.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    6,115

No site do Francesco Ceccarelli , tem a explicação ,a Gaggia se instalou em Barcelona em 1952 , ela vendia as máquinas feitas na sede em Milão, nos anos 50 a única máquina feita pela Gaggia na Espanha foi a pequena Gilda .

http://www.francescoceccarelli.eu/m_gaggiaes_eng.htm

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Burny    3,024

Bela maquina, mas não vai ser fácil restaurar ela com tantas peças importantes (e quase impossível de achar) faltando, como PF, suporte de xícara, vaporizador e saida de água, pressostato de mercúrio... nem falando sobre os restos de amianto cancerígenos. Toma cuidado com isso!

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11

Bom dia. 

De fato vai dar trabalho sim. O vaporizador esta com ela, um pouco torto mas da para restaurar. Saida de agua e portafiltro sao relativamente faceis de achar. A chave de mercurio ainda estou em duvida, creio que esta maquina nao utilizava. O que acho que dara mais trabalho sera a bandeja da xicara que provavelme nao encontrarei e terei se mandar alguem fazer um com base em fotos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Burny    3,024

No Kaffeenetz fala que esse modelo usa um pressostato de mercúrio, mas seja como for, claro pode usar uma chave moderna. Mercúrio tb não é uma substância muito agradável na cozinha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11

Então eu esperava mesmo encontrar a chave de mercurio. Todos os modelos com mais de um grupo e todos os modelos que utilizam caldeiras horizontais possuem esta valula, no entanto, nesta maquina não encontrei as conexões disponiveis. Ela tem uma outra valvula do tipo de segurança que não aciona nada mas só alivia a pressão. Li tambem em alguns foruns que está versão da cafeteira não possui nenhum controle de nivel ou de pressão. De qualquer forma, caso encontre uma forma de inserir a chave de mercurio, ela pode ser substituida por uma chave nova. O pessoal geralmente utiliza uma chave sinai.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fernando Lopes    800

Tudo indica que é uma maquina HX. A válvula de alívio("charuto") deve estar no casco do trocador de calor, que ao meu ver, será realmente mais seguro e funcional substituir por um pressostato (pode ser da Sirai). Junta da caldeira, é fácil fazer novas. Quero ver como é por dentro para poder entender exatamente como funciona 

Instalar na caldeira uma válvula de segurança (PSV) e uma quebra vácuo de outras máquinas (assim ficará segura)

Onde é o abastecimento de água ?

O grupo de extração vai ser a parte mais difícil. Será que teria um grupo novo(máquina semelhante) para adaptar ? Digo isso, pois creio que a mola e guarnições internas estarão danificadas

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Carneiro    1,417

Aconselho a restaurar a máquina completamente, deixar como está, ou então só cromar algumas partes e deixar também de enfeite. De qualquer maneira, se quiser usar, ideal é desmontar inteirinha e restaurar.

Ao desmontar, irá pintar o chassi, recromar todas as peças, latonar as decorações traseiras (tem que latonar e passar verniz), restaurar o grupo (mola nova, vedações tem o esquema de repetir 4 vezes o anel + borracha que tem 1 só lá, tem que procurar no Home Barista, mas a Cafelat tem o anel e a vedação), comprar porta-filtro da Gaggia (é pra servir, talvez com pouquíssima modificação), arranjar um pressostato e fazer a parte elétrica, considerando que as resistências estejam em ordem - senão, arranjar quem fabrique. Essa válvula que tem aí, teoricamente, é de segurança. Pode usá-la só como segurança se revisar e estiver tudo certo e se o peso dela (pressão de abertura) for razoável, não sei quanto se usava na época... Ou substituir por uma de segurança moderna e certificada. Também pode adicionar um expurgador de ar (vacuum breaker).

A bandeja vai ser muito difícil achar, terá que mandar fazer o adaptar algo.

É bom se livrar de todo resto de vedação antigo, limpar bem, pra colocar novas. Se não houver no mercado, não é difícil fabricar, principalmente vedações de flanges (normalmente arruelas). As válvulas normalmente é possível remontar usando fita teflon pra "fabricar" as vedações.

Não é uma máquina de trocador de calor, é "dipper", ou seja, o grupo esquenta pelo contato direto com a caldeira e a água vem do fundo da caldeira por um tupo (por isso "dipper"). Não tem tanque, terá que ligar na rede hídrica ou bolar alguma coisa pra carregar água, mas que precisará de pressão maior que a da caldeira (~1 bar) ou esperar esfriar para carregar por alguma porta mais pra cima da caldeira.

Pela nossa experiência (né @Santiago Luz?), se estimar 1 ano, conte com 2-3 anos! Na verdade, se botar sempre tempo disponível, anda, mas tem muitos fatores como achar peça, chegar peça, serviço de terceiros e por aí vai. Na cromação e pintura eu chuto que gastará algo entre 1000 e 2000 reais. Peças não será muita coisa, mas acho que pra deixar essa máquina boa conte com de 3 a 5 mil reais mais seu tempo! Tô chutando meio alto, talvez, mas melhor sempre estar preparado. É aventura, mas vale a pena!

Boa sorte!

Márcio.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Carneiro    1,417
Em 07/02/2018 at 23:08, carlos eduardo disse:

Como o Bernardo falou quem entende de restauração de maquinas antigas assim é  o @Carneiro que se chama Marcio.

Mas uma máquina com 65 anos , para voltar a funcionar , essa caldeira deveria passar por um teste hidrostática no minimo , entra em contato com o Márcio , ele pode orientar vc.

 

Certamente um teste hidrostático seria ideal. Não sei onde fazer nem quanto custa. Claro que dá para fazer testes com água fria e/ou ar comprimido num circuito fechado, com manômetro, sem passar muito da pressão máxima de trabalho especificada (talvez testar até 2,5 vezes por período curto de tempo).

Ideal mesmo seria inclusive achar alguém que inspecione a caldeira com mais recursos, além do teste. Essas mais antigonas parece que usavam mais metal e soldas mais exageradas, não sei bem se isso é bom ou ruim :P

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11

Muito obrigado pelo retorno.

Minha ideia é mesmo restaurar, mas não tenho pressa. Muita coisa creio que de para fazer por conta mesmo. Disponho de oficina com jateadora, compressor, etc., então a parte de preparação e pintura pretendo fazer eu mesmo.

Estou pensando em desmontar inteira, trocar as vedações, limpar e restaurar a caldeira e grupo. Por hora na parte de cromação, pretendo refazer apenas o grupo e as válvulas que já estão sem o cromo.  Os painéis estão em muito bom estado e a principio não pretendo mexer. Caso julgue necessário é fácil fazer depois.

A bandeja creio que terei mandar fazer mesmo, mas como será algo complicado e independente do estante da restauração vou deixar para o final. De qualquer forma caso encontrem fotos da maquina completa com visão da bandeja peço por favor que me enviem para que possa servir de referencia quando for mandar fazer.

Outra questão que até o momento tenho muito pouca informação é a parte elétrica. Caso alguém encontre qualquer referencia ou foto agradeço também.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Carneiro    1,417

Talvez nao seja indicado jatear a caldeira com areia. Talvez algo mais suave ok.

Acho que tenho foto no livro do Maltoni. Verei em casa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rcarvalho    93

Consulte as medidas da bandeja da ascaso Dream. Ela tem aquele jeito pseudo antiguinho. Eu sei que essa máquina é bem maior, mas o modelo da bandejinha da ascaso Dream ficaria muito bom

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11
2 horas atrás, Rcarvalho disse:

Passa as medidas aproximadas da bandeja aí pra eu ver se uma ideia funciona

Aproximadamente 22cm (largura) por 20cm (profundidade)

1 hora atrás, Carneiro disse:

Talvez nao seja indicado jatear a caldeira com areia. Talvez algo mais suave ok.

Acho que tenho foto no livro do Maltoni. Verei em casa.

OK. como a caldeira esta pouco oxidada acredito que apenas uma limpeza bem feita já resolva.

Quanto a foto se encontrar agradeço.

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11
1 hora atrás, Rcarvalho disse:

Consulte as medidas da bandeja da ascaso Dream. Ela tem aquele jeito pseudo antiguinho. Eu sei que essa máquina é bem maior, mas o modelo da bandejinha da ascaso Dream ficaria muito bom

Obrigado. Vou dar uma olhada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    6,115

Essa tem o acabamento em madeira igual sua.

c91eb16bea1953dd4c760f0604c264e7.jpg

Teve um alemão vendendo esse modelo em 2014 , por 2500 euros  a bandeja é  diferente da anterior .

Mas as fotos são bem nítidas. 

https://www.quoka.de/kueche/kaffee-espressomaschinen/c1121a190963921/gaggia-spagna-vintage-espressomaschine-1950er.html

Esse cara do HB é otima fonte de informação, mas é  impressionante a complexidade desses grupos antigos , faz uma E61 parecer simples.

O sujeito conseguiu até uma chave original Gaggia.

https://www.home-barista.com/levers/gaggia-lever-group-in-parts-t42056.html

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Gilberto    5,751

A bandeja dá para desenhar e mandar cortar a laser, se necessários dobras e solda também dá para fazer, nada difícil, e nem tão pouco caro.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11
Em 09/02/2018 at 19:42, carlos eduardo disse:

Essa tem o acabamento em madeira igual sua.

c91eb16bea1953dd4c760f0604c264e7.jpg

Teve um alemão vendendo esse modelo em 2014 , por 2500 euros  a bandeja é  diferente da anterior .

Mas as fotos são bem nítidas. 

https://www.quoka.de/kueche/kaffee-espressomaschinen/c1121a190963921/gaggia-spagna-vintage-espressomaschine-1950er.html

Esse cara do HB é otima fonte de informação, mas é  impressionante a complexidade desses grupos antigos , faz uma E61 parecer simples.

O sujeito conseguiu até uma chave original Gaggia.

https://www.home-barista.com/levers/gaggia-lever-group-in-parts-t42056.html

Muito Obrigado.Tanto as fotos quanto as referencias ajudaram bastante.

Share this post


Link to post
Share on other sites
eumemo    11
Em 09/02/2018 at 21:59, Gilberto disse:

A bandeja dá para desenhar e mandar cortar a laser, se necessários dobras e solda também dá para fazer, nada difícil, e nem tão pouco caro.

Agradeço o retorno. Pensei em algo do tipo mesmo. Você tem alguma sugetsão de lugar para faer isso? Até fazer simplesmente o corte é facil de encontrar mas para trabalhar as dobras e soldas ainda não encontrei um lugar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×