Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Carneiro

Filtros VST

Recommended Posts

sergio.m    2,350

Hehe Cal, confiante que acertará de primeira hein!

 

Sobre as extrações no single. Vcs percebem que a extração é mais quente devido a menor massa de pó?

Share this post


Link to post
Share on other sites
José Cal Neto    1,817

não, na verdade congelei até por isso. Sem falar que sabe deus quando vou receber meu filtro.

Quando chegar (olha meu otimismo aí), vou pedir o calcador na loja do cdc (40,8mm) e, se achar alguma tampa de remédio, vou tentando com um unique frutado da vida.

Quem sabe não chega junto o café do concurso de torra. No meu caso acho que é esse ravello de que tanto falam. Um bom candidato também.

 

Ah, li que alguém achou que a borra é dura na queda nos vst. Notei isso também nem associei ao filtro de imediato, mas antes caía sem problemas. A borra como ela é.

Share this post


Link to post
Share on other sites
sergio.m    2,350

Blz, entendi.

 

Da borra não cair é pq as paredes do vst são paralelas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
José Cal Neto    1,817

tem o tal sulco também. Pelo menos no meu de 15g, que comprei ridged.

Share this post


Link to post
Share on other sites
sergio.m    2,350

Humm, meu não tem e mesmo assim não sai fácil.

Share this post


Link to post
Share on other sites
José Kizner    99

Galera, esse vídeo é bem interessante, sobre as razões pelas quais usar filtros de precisão.

 

É da Decent espresso, mas vale também para a VST e IMS.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cabral    1,984

Bem didático, José!

 

Belo achado.

 

Em 2 minutos e 1/2 de edição e texto ele resumiu um argumento de páginas e páginas que tivemos por aqui...  :lol:

 

E ele disse que se associaram a uma das duas grandes, então o filtro deles é VST ou IMS. Só o tamper dinamométrico que poderia ser melhor, poderiam ter feito parceria com o Gil!  :P

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
sergio.m    2,350

Se bem que é muita balela isso dos furos terem que ser precisamente iguais. Para começar a pressão ali já é a atmosférica, não a da máquina. Variação "razoável" entre furos não vai mudar nada no café.

Share this post


Link to post
Share on other sites

vou comprar um filtro duplo para a mini bar que veio apenas com o single, to entre um rancilio e um ims ambos de 18-22g, o ims está 130 a mais, tem uma grande diferença na xícara para justificar esse valor? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    5,612

Não , é Raio gourmetizador.

 

Tenho uma pilha de filtros , duvido que esse pessoal que faz essas matérias sobre filtros , teria a coragem de fazer um teste cego , a diferença é sutil para quem tem paladar capaz de perceber , para a grande maioria das pessoas é Raio gourmetizador.

 

Gastei dinheiro em filtros , ECM , VST , IMS , Lá Marzocco, Rancilio , Gaggia e espresso parts , meu paladar quase não percebe diferenças.

 

Se quer jogar dinheiro em filtro "gourmet" compra o IMS single , esse faz diferença se vc for fazer um single .

Vai de Rancilio.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
lipe_oa    738

João tente comprar o Espresso Parts HQ, na minha opiniao é o melhor custo beneficio e é de extrema qualidade e repetibilidade. Já usei IMS, VST, Gaggia, Rancilio e EP, mas sempre acabo usando meu EP HQ 14g ridgeless (q na vdd fica bom com 17g)

Share this post


Link to post
Share on other sites
José Kizner    99

João, só pelo fato de você poder moer muito mais fino, vale a compra.

Você poderá extrair mais, e seu moedor poderá entregar uma faixa de moagem bem mais estreita.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cabral    1,984

Heh...

 

vai começar a discussão toda de novo!  :lol:  :D  :lol:

 

Depois falam que eu escrevo artigos...  :rolleyes:

 

Hoje não precisa de "microscópio eletrônico" pra ver se seu filtro é bom ou não.

 

Basta colocar o celular ou câmera digital numa resolução bem alta (8Mp pra cima) e tirar uma foto "macro", aproximando ao máximo a lente do fundo do filtro sem perder o foco, sem usar zoom nenhum, e iluminar bem pra não ficar com sombras. Num editor de foto, use a função de "círculo" pra criar um template de um dos furos e vá testando os outros furos com esse template. Se houver diferenças, dá pra criar outros templates até achar o maior e o menor, daí é calcular a variação do diâmetro e ter a porcentagem de "erro" do filtro. Se tiver uma opção/plugin no estilo "magic capture", já pra ajustar pra buscar todos círculos da imagem e comparar automaticamente as medidas.

 

Aliás, pra quem tem intimidade com CAD, tem um plugin da Autodesk que faz isso sozinho no Revit e no Autocad, e dá as medidas na escala desejada.

 

Não acho que a diferença seja irrisória entre os filtros estampados e os cortados a laser ou jato d'água, mas o preço dos IMS e VST atingiu valores estratosféricos por conta da "falta de noção" da maioria dos coffee-geeks como nós, fascinados pelo efeito do "raio-gourmetizador" que o CaÊ sempre menciona. Aliás, como ele, também tenho uma pilha de filtros...  :ph34r:

 

O Filtro duplo original da ECM não dá diferença de sabor do IMS ou do VST, tanto que continuo usando e preferindo o original, pela dose me agradar mais. (mas sou fanboy da ECM,  ;) leiam com parcimônia)

 

O da Gaggia e o da Astoria deram diferença, sim, pro VST. Em ambos, testados na Gaggia Baby Class na época, passava mais particulado com a mesma moagem e dose: ficava mais particulado no fundo da xícara e tendia mesmo a ficar subextraído, pois ambos tendiam a encher a xícara mais depressa do que o VST 16g, nas mesmas moagem e dose... eu tinha de sobredosar pra ajustar, pois se afinasse passava ainda mais particulado e ficava "laminha" da xícara. Passei a usar o VST e fiquei muito feliz com o ganho de qualidade na xícara.

 

Tenho 2 LaMarzocco, um duplo "antigo", creio que seja estampado, mas de alta qualidade, muito melhor que o original da Ariete-Roma Dlx e o "genérico" usado no grupo 58mm adaptado na SGL Big Bar Duetto, unicas máquinas em que esse LM encaixou. Com esse LM duplo, a Roma Dlx manda muito bem, praticamente pareia o café com o da Gaggia Baby usando filtro VST.

 

Já o LM Single, tão adorado por aqui, não deu café melhor que o single ECM que veio na minha máquina. Aliás, o single não-pressurizado da Breville também dá resultados surpreendentemente bons, quase iguais aos "irmãos mais caros". A vantagem do LM é que é mais fácil preparar sem errar por conta do "kit" do JC-Tampers. Pra usar tamper normal, o ECM é campeão (opa, fanboy! ^_^ )

 

O filtro triplo que veio no PF naked da Breville dá mais trabalho de acertar do que os "grandes" da ECM e da VST, mas é muito, muito melhor que o triplo que veio no PF naked da Astoria e o primeiro triplo que comprei, na Orphan Espresso - baratinho e péssimo. O Triplo da ECM é idêntico ao VST 22g que comprei anos atrás, não fosse pela gravação à laser na borda e lateral do VST eu não poderia diferenciá-los, nem na aparência, nem no sabor.

 

Aliás, o IMS single que comprei parecia, nas fotos, bem diferente do LM single que eu já tinha. Quando chegou era idêntico. Usando-os na sequência, não consegui perceber diferença de sabor. Comédia  :D ,,, Vendi o IMS pelo valor de custo pra um colega aqui do CdC, que "se ofereceu" para comprá-lo quando contei o caso...

 

Então, na minha opinião, baseada na experiência, há sim diferença. Essa diferença justifica o preço? Não. Quem tá na situação que eu tava com a Gaggia, se comprar um VST ou IMS a preço de ouro e conseguir aprender a usar direito, vai achar que valeu a pena? Depende da sensibilidade do paladar da pessoa. Pra mim, na época, valeu. Mas o Raio Gourmetizador ainda não era tão forte, paguei uns 18 ou 20 dólares nos meus VST pelo Ebay, mas depois paguei uns 30 dólares nos IMS e trouxe na mala. Comprar no Brasil é que tá uma loucura.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    5,612

:lol: injustiça , vc não escreve artigo , escreve monografia .

 

 

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agora fiquei com vontade de comprar os dois e comparar kkk, mas como dinheiro infelizmente não nasce em árvore, vou pegar o Rancilio por agora, pois já é garantido que é bom e compro um ims ou vst quando algum amigo for para fora.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cabral    1,984

:D  :lol:  :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Aurélio Penna    356

Eu uso o IMS ridgless de 16g gramas que acaba levando 20g e acho ele muito bom, Mas tenho um LM Strada de 14 e 17g também que o café tem mais dificuldade de passar então quando moo fino ele choca.
Pra mim dá muita diferença principalmente na moagem o que acaba influenciando no gosto. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlos eduardo    5,612

Já experimentou o original da nuova simonelli , teve diferença?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Aurélio Penna    356

O original da nuova simonelli eu tenho também dois tipos os flat e o conico. Acho que eles dão mais fines. Talvez porque os buracos sejam grandes demais. mas não são ruins também não.

Share this post


Link to post
Share on other sites
helderbarreto    181

Vou trazer uma discussão aqui que talvez já tenha até sido feita, mas não achei. Estava lendo o livro do Scott Rao, quando me deparei com a afirmação dele que filtros simples com formato cônico extraem melhor o café só que os com formato cilíndrico. Vou colar aqui o capítulo em que ele afirma isso. Tal afirmação vai de encontro a tudo que é discutido atualmente sobre uniformidade na extração. O livro é de 2008.

 

1e72df13aea5a6b00be2c349ee80d52b.png

969745433b8014d12b367fff89acc500.png

de384200cfc2bceda591c7490eaf510f.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Aurélio Penna    356

Olha o cônico da Nuova Simonelli e da IMS que eu tenho extraem lindamente o café, mas com relação ao gosto, se você consegue uma extração uniforme (que não é tão fácil) no cilindrico, já percebi que o café tende a ficar mais próximo do "perfeito" no gosto.

 

O cônico que eu tenho aqui são duplos não singles.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×