Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Fabio

Senior Members
  • Content count

    91
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Fabio last won the day on December 30 2012

Fabio had the most liked content!

Community Reputation

95 Neutro

About Fabio

  • Rank
    Participante
  • Birthday 08/12/1970

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Sao Paulo
  • Equipamento
    AP, Clever, ice & cold brew, FP, Vario, Bravo mini, Gene
  1. Koar, o coador de café pernambucano

    Legal o ceramista ser discípulo do Brennand, bom apelo em especial aí no Recife. Agora, interessante também é a discussão de quando um descendente aperfeiçoado duma invenção passa ser uma espécie própria. Talvez quando “cruzando com o original não produzir descendentes férteis“ ?
  2. Como armazenar o grão torrado?

    Obrigado pelo link @Schiavon Bruno por curiosidade, o que seria um cupping alla Brasiliana? SCAA / ABIC com alguma mudança? Reparei três pontos que talvez façam diferença. 1) o período de teste foi relativamente curto de 10 dias, geralmente nossa preocupação é de conservar bem mais, coisa de meses. 2) a torra parece ser alla Italiana no padrão espresso tradicional, privilegiando baunilha/ chocolate/ tostados ou seja com bastante caramelização externa o que "sela" bastante o grão como na quarta foto deste post do Ensei http://www.thecoffeetraveler.net/new-blog/ 3) a temperatura ambiente de uma dispensa no inverno europeu será de quanto, uns 20 graus? Dependendo do local, menos? Para reproduzir o que o consumidor mais comum aqui nesse post de conservação encontra, sugiro o seguinte: pega uma torra mais leve padrão nórdico, compara por um e por dois meses guardando como um leigo na cozinha perto do fogão durante o verão, versus freezer (geladeira acho roubada mesmo). E testa no coado- AP, Clever, prensa francesa, Hario. Aí quero ver os aromas mais delicados que caracterizam um africano ou centro-americano ficarem intactos. Na minha (e nossa aqui) experiência eles perdem, mas menos no congelador- desde que protegidos de condensação. Veja bem: Todos concordamos que nada substitui torra fresca. No mais, como guardar provavelmente depende de qual torra se escolhe armazenar, por quanto tempo, em quais condições. Parece ser consenso também que o grande inimigo é umidade, daí a quase-obsessão de conservar com pouco ar (portanto pouco vapor d'água) dentro do pote ou saquinho.
  3. É Leandro & Guaçuí (ES) na cabeça!

    Bom recebi uma amostra de lambuja do 2SL vinda do @Lisboa Santos , e tenho que dizer: um dos melhores cafés do ano. Equilibrado e com descritores extremamente focados, se bem que mim mais pra garapa/ lichia/ jasmim - parabéns também a quem torrou, Lisboa (ainda não sei quem é).
  4. Bravo - produtos para café

    @carlos eduardo .. já de madrugada, Gil continua tentando finalizar as 2500 peças, agora com estímulo positivo de colegas foristas. Segura o home!
  5. Bravo - produtos para café

    Ou como sugere @Cabral anel e pés (que são as partes “colorizáveis”) na mesma cor, seja preto seja análoga às do Mini. Boa sugestão de acabamento.
  6. Amigo Oculto de café torrado

    Bom eu estava dando um tempinho aqui pelo suspense... mas o Lisboa já me dedou aí em cima, sim fui eu o felizardo! Pensa num cara feliz, estava sofrendo pra instalar uma coisa aqui em casa, toca o interfone que "chegou encomenda" Posso tranquilamente dizer que a dupla "nanolote" do compadre Lisboa não faz feio frente ao trio da Isabela que ele também mandou... o Cereja bem frutado, o Boia com mais corpo, não sei o quanto por açúcar residual ou por perfil de torra. Beleza amigo, obrigado!
  7. Má Deus me livre, se esse mundo depender da Nestlé para garantir continuidade (e diversidade ) no mundo dos cafés. Com o aquecimento global a faixa ideal de cultivo vai migrando pra mais longe do equador, e desbravando terras antes frias demais. Sem trocadilho, um mundo novo há de se ajeitar ... já acontece com o vinho E que caras de pau, ecológicos poxa 1 kg de pó embalado nas pequenas porções individuais Nespresso vai usar o que, 150, 200 capsulazinhas de alumínio - é um balde inteiro de lixo! Eco friendly é o oposto, colheita local, torra na brasa do fogão da cozinha, idem pra aquecer a água e fazer um coadim da hora...
  8. Amigo Oculto de café torrado

    Aê, os pacotes começando a chegar... Tem umas coisas finas aí hein! A exemplo do Thiago, meu presente sai no começo da semana que vem mas chega logo. Testando umas coisas aqui, torro no domingo.
  9. [OLX] La Pavoni Milenium

    Essa aqui Durval. Engraçada a diferença de preço 230 x 110 v, maior que em outros modelos. https://www.lapavoni.com/en/product/professional-pl/
  10. Cafeterias em SP

    Etíope bem complexo, floral como esperado, acho que foi o melhor café do ano... Gabriel ainda tem um pouco, se correr e pedir com jeitinho! E o salvadorenho também é ótimo, mais familiar para nós, mas com notas difíceis de achar por aqui Pena que com a chuva e trânsito estava pouco cheio. Gostei da ideia de usar taças ISO de degustação.
  11. Cafeterias em SP

    Ontem no Cupping, duas belezas estrangeiras: Heirloom de Yirgacheffe, Etiópia com torra La Cabra; e de quebra um Bourbon de El Salvador por Proud Mary.
  12. Amigo Oculto de café torrado

    Ainda bem que me inscrevi logo antes Cal. Sou uma besta com Excel e congêneres...
  13. Legal, tema interessante e oportuno pela seleção dos candidatos da compra coletiva. Se for resumir numa palavra, o que procuro é equilíbrio. Equilíbrio no tripé entre corpo, acidez e complexidade aromática. Corpo pode ser aproximado para doçura; mas sem ácido e algum aroma para “ornar” é só um café comum. Os super ácidos que lembram aquela bala antiga, Azedinha, podem ser até eletrizantes mas me cansam rápido, só para de vez em quando. E não adianta ser complexo se for ralinho, sem corpo/ retrogosto. Parece contraditório querer corpo e acidez, se nos perfis de torra e extração estão em extremos opostos; mas justamente estes extremos perigam matar p melhor de um café. Não é que odeio extremos, mas é só de vez em quando. Já um Equilibrado, é companhia bem-vinda sempre...
  14. Cafeterias em SP

    Oi Krauze bem completo hein? Haja cafeína... Já falaram, repito: cheque quem está aberto na quinta feriado. Coffee Lab tem incomodado de tão cheio, melhor ir cedo. No resto, normal. Em Santa Cecilia tem também o antigo Beluga, acho q agora chama Takko, meio que entre Bio e PPD em frente a uma praça, tomei bons cafés lá. Faz tempo que não vou, não sei qual fornecedor atual. Do começo da Paulista- Japan House- é fácil ir até o Fernando 1268 de bike (ciclovia mais ou menos plana) ou metrô. Na Vila Madalena/ Pinheiros tá redondo Tastemade, Cupping, Coffee lab, Academia e Isso é café do Beco. De lá segue para o KOF, daí Sofá pinheiros na minha opinião ... Do KOF para Little Coffee Shop/ Atrium/ Torra Clara é uma subida razoável... pelo menos acaba perto do Metrô. Ou começa por esses e desce pra Vila Madalena. Lembrando que a cidade é grande, mesmo racionalizando vc vai andar muito. Bons cafés!
×