Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

Leaderboard


Popular Content

Showing most liked content on 10/15/2018 in all areas

  1. 7 points
    Salve. Entrei pro clube dos proprietários deste incrível moedor. Alias, Isso não é um moedor, é um tanque de guerra. Partir para a modificação agora para doserless. Abraços
  2. 4 points
    Salve pessoal, Estamos na estrada desde sexta para buscar os cafés. Já estamos com três que vão entrar na Compra Coletiva e os outros dois vão chegar durante a semana por transportadora! Logo logo tem postagens sobre os cafés e sobre a viagem. Estamos tão envolvidos no processo todo que nem postamos nada no instagram... Esquecemos... Como ainda estamos viajando e visitando fazendas, vamos tentar postar um pouquinho do que tá rolando por lá nos próximos dias. Grande abraço, Igor
  3. 3 points
    Depois de um ano usando minha Aram, resolvi criar coragem e desmontá-la por completo. A coragem para desmontá-la veio do fato de que a vazão da água durante o expurgo caiu drasticamente. Eu abria a válvula e a água caia lentamente. Apenas um detalhe sobre a minha máquina. Em maio desse ano ela sofreu um upgrade com relação à versão original do Catarse. Foi trocada a "tampa" da máquina, por onde coloca-se a água e onde o eixo do pistão se apoia. Originalmente a tampa era de latão, e o atrito com o eixo gerava um desgaste de material, provocando a famigerada "aramalha" (limalha de metal). A peça foi substituida por uma nova, feita de inox e com a castanha em bronze. Atualmente, essa peça não mais é usada. A Aram passou a ser fabricada com um eixo de rosca trapezoidal e castanha em algum material que eu não sei qual é, mas acredito que enfim tenha atingido o resultado ótimo nesse ponto. Também foi trocado o conjunto do pistão em si e trocado o eixo roscado. Voltando ao assunto, acabei descobrindo o problema na minha Aram que estava provocando a restrição no fluxo de água no expurgo. O oring da válvula do pistão está danificado. Eu acabei mantendo o mesmo oring, porque não tenho outro. Apenas o coloquei invertido, com o defeito para baixo. Vou entrar em contato com a Aram para verificar se eles disponibilizam orings para reposição. Na minha opinião, a peça que toca esse oring tem a quina muito viva. Somada a pressão da extração, a peça acaba cortando a borracha. Então temo que o problema de desgaste desse oring volte a acontecer cedo ou tarde. Segue abaixo álbum no imgur com todas as fotos do processo de desmontagem. As fotos estão todas com descrição. tags: aram disassembly, repair, teardown
  4. 2 points
    Bom dia galera do clube do café, Sou novo aqui no fórum, e gostaria de uma ajuda de vocês! Ganhei uma "muda" de pé de café esse final de semana. Ela esta meio grande já e eu queria plantar ela em um vaso. Gostaria de recomendações de tamanho de vaso, solo, adubos que eu deveria usar! Sou novato em cuidar de plantas. Segue uma foto da mudinha. Abraços.
  5. 2 points
    @Simo, tenho prata sim, qual sua máquina ? @EduardoAlemao, estou meio atrasado, o protótipo vai ficar pronto este mês. As mos não comprei ainda , vou esperar o EURO chegar a R$ 4,00 para comprar as mos, vou esperar até 1 semana depois das eleições.
  6. 2 points
    Ruben, respondendo no tópico certo agora, uma parte do problema pode ser causada pelo aquecimento do sensor que, aliás, é um fenômeno comum a todas as balanças digitais; porém, estando bem isolada termicamente a base balança, também a evaporação causa uma nítida supressão da massa líquida. Portanto, pode ser algo relativamente normal isso que vc está observando. Você pode comparar a contribuição da evaporação pro fenômeno usando algum recipiente que conduza calor e que tenha tampa (pote de vidro, por exemplo). Encha de água quente e deposite sobre a balança, uma primeira vez aberto, e de outra fechado. Provavelmente você notará diferença. No caso do coado, normalmente a área de contato com o ar é grande, o que maximiza o efeito da evaporação.
  7. 1 point
    Prezados! Aqueles que gostam de bebidas à base de leite provavelmente já desejaram vez ou outra que determinado leite fosse mais encorpado, mais doce ou até mais gordo nos seus cappuccinos e lattes. Porém, como todos sabem, leite é algo orgânico, e sua composição/concentração depende das condições biológicas das vaquinhas, sem falar de diversas outras questões comerciais e sanitárias. Pois bem, nos campeonatos internacionais de barista alguns concorrentes já estão utilizando uma técnica bastante conhecida daqueles que fazem destilados caseiros e pretendem aumentar a gradação alcoólica de uma bebida: a destilação a frio. Na destilação a frio, nos valemos dos diferentes pontos de fusão dos líquidos de uma mistura. No caso do leite, que é um colóide, as proteínas, gorduras e açúcares tem um ponto de fusão mais baixo que o da água. Assim, podemos concentrar o leite na medida em que desejarmos, separando uma parte da água nele contida. A técnica é muito simples e efetiva. Congela-se o leite e, uma vez congelado, coloca-se o bloco de leite dentro de um recipiente com um furo, através do qual os líquidos que derretem primeiro escorrem e se separam da fase sólida. No final, sobra quase que só um bloco de água congelado e poroso no recipiente superior, e o leite concentrado no copo de coleta. No meu exemplo, utilizei uma coqueteleira simples em que cabem 500g de leite congelado, que depois eu emborco em cima de um copo capaz de coletar o leite derretido. O rendimento varia conforme o tempo de geladeira. Pra obter uns 300g de leite concentrado, leva aproximadamente 24h. Isso pode variar um pouco de acordo com a diferença de temperatura entre o gelo e a geladeira, mas serve como parâmetro. A 60% de rendimento, como no exemplo, o leite fica muito doce, encorpado e com um leve toque mineral, por conta dos sais minerais dissolvidos. Você pode deixar diluir mais, deixando o processo correr, ou simplesmente misturar com o leite original para dar o ponto da sua preferência. Como disse, o processo é muito simples de reproduzir e o resultado é bastante interessante. Espero que curtam a técnica. Se vocês aprovarem, podemos até fixar o tópico, como utilidade pública. Abraço, Rodrigo Kirsch
  8. 1 point
    Comprei um vaso de 50L (o maior que achei), terra vegetal, substrato, argila expandida e pedras brancas (decoração). Chegando em casa hoje a tarde já vou plantar ele no vaso, ao posto mais fotos!
  9. 1 point
    Muito massa ! Essa planta tem no mínimo dois anos. Boa sorte vai contando pra nós os acontecimentos
  10. 1 point
    É verdade!!! Bem, alguns vídeos que vi, eles não comentavam nada. To na expectativa que não ficara quase nada..agora é esperar chegar!! hehe
  11. 1 point
    Grande @Gilberto estamos ansiosos para ver o Prototipo ai do novo Bravo. Mas Gil e @Mesquita assim não querendo desanimar não, mas as expectativas do dolar é para 3,70 pos-eleição podendo bater 3,60. Se o euro acompanhar a escalada (proporcional) vai bater de 4,20 a 4,10 (cenario otimista e olha que la ainda tem o Brexit, que ta osso tambem). Tomara que estejam enganados e os deuses do café nos ajudem!!! hehehe Abraços.
  12. 1 point
    Salve @André Santos Savini!! Você já deu uma lida nesse tópico do Rodolfo ?? Ele é bem legal...só não mostrou como fica na xícara!! Mas já da pra ter uma noção..
  13. 1 point
    Parabéns, super pé de café! De mudinha não tem nada. Vaso de no mínimo uns 70 de profundidade. Diâmetro semelhante, pelo menos para caber esse baita torrão. Depois sugiro dar uma lida desde o começo desse tópico, tem muita informação. Adubação a cada período de 20 - 30 dias é importante para manter a planta saudável. Sugiro um adubo animal, casca de ovos triturada e um adubo de manutenção NPK 10 - 10 - 10 alternado com o adubo animal. Em casa uso um vaso de barro de 60cm de altura e um de plástico quadrado de 65cm. Como estão em locais diferentes estão se desenvolvendo bem distintamente um do outro. Coloque em um lugar da casa que tenha muita luz e passe a maior parte do dia na sombra, tipo 2 horas de sol apenas, algo assim. Certamente já está produzindo essa muda, ano que vem já deve ter café!
  14. 1 point
    Valeu @Carneiro, @Rodolfo M e @LUW! Realmente, comprar do exterior, pelo menos os livros são só os 15 xinglings dos correios! Queria aguardar uma futura edição, fora que o doleta tava pela hora da morte, mas colegas aqui me mandaram um link para um material muito bom, valeu @Marcos Sampaio! De todo jeito quando sair uma nova versão do livro devem publicar digital também, daí facilita. No site do Rao está por 47 e frete 20. Abraços a todos! PS: @Carneiro vi uma foto sua esses dias ...
  15. 1 point
    Olá, @sandro_ventania, legal que vai participar! Você pode achar muita coisa sobre conservação de grãos verdes aqui:
  16. 1 point
    O álbum está embutido no post. Talvez não apareça no tapatalk, não sei. Vou tentar deixar o link aqui: https://imgur.com/a/MwDdtl4
  17. 1 point
    Gil, o distribudor ainda está em venda? Eu gostaria um prata mas em falta desta cor... dourado, preto, etc, tanto faz.
  18. 1 point
    Como curiosidade, no último preparo de coado isolei bem a balança e coloquei a chaleira aberta em cima com uns 800ml de água a 90C. Perdi 1g de água em 47s. No coado o efeito é potencializado pelo papel, que aumenta muito a área de contato com o ar.
  19. 1 point
    Tem a Curto café que ficava numa galeria do centro quando fui pro RJ Enviado de meu ONEPLUS A5000 usando o Tapatalk
  20. 1 point
    Grande @Mesquita Eu fiquei fazendo uma força pra lembrar deste tópico, vi a data de setembro e achei que enfim a caduquice me pegou... mas foi em 2017 ..., por enquanto abaixo o geriatra e continuo apenas com o oftalmo kkkkkkkkkkkkkk Não li o livro do Scott Rao, mas como o @Carneirobem pontuou, importação de livro é tranquilo. Nesse gap de 1 ano, li algumas coisas sobre o assunto. Hoje entendo mais o porque não existe um livro do gênero. Simplesmente porque se fosse um livro bom, teria que ter vários volumes!!! E mesmo assim, provavelmente, estaria incompleta! Para começar, teria que definir onde você gostaria de começar. Antes eu pensava apenas sobre a espécie do grão, localidade, clima e altitude, tipo do solo. Hoje sei que existem as linhagens genéticas de uma mesma espécie, indicada mais para um ou outro local. E também as “experiências “ que estão sendo feitas hoje em dia, tentando aclimatar espécies de outras localidades (exemplo: o guesha ou gueisha aqui no Brasil). Um bom lugar para você procurar são as bibliotecas digitais das universidades. Eu andei lendo alguma coisa que achei nas bibliotecas de lavras e do Paraná. Vale a pena essa pesquisa.
  21. 1 point
    Isso mesmo Miguel, é do pessoal do Fruto Mineiro. Cara, o café da Ucha por se tratar de um fermentado pode ser um pouco difícil de torrar. Já os outros não devem apresentar muitas dificuldades. Entretanto é meio cedo ainda pra afirmar isso com convicção. A gente mesmo torrou esses cafés de uma a duas vezes no máximo até agora e focamos em fazer uma torra de prova somente. A ROAST Cafés vai aquirir um pouco de café junto a Compra Coletiva para torrar exclusivamente para os membros do fórum. Os cafés serão disponibilizados exclusivamente no site a partir do dia 29/10. Mais detalhes sobre a comercialização dos cafés torrados pela ROAST, assim como das outras torrefações, serão disponibilizados aos poucos por aqui.
  22. 1 point
    Opa, me tira uma dúvida Igor. Já que eu nao torro, vou ter que pegar do pessoal que vai torrar. Você falou que a Roast vai comprar uns para torrar. Sabe +/- quando a Roast vai ter esses cafés para venda? Enviado de meu SM-G800H usando Tapatalk
  23. 1 point
    Salve pessoal, estamos vendo que está rolando uma certa confusão com as postagens. Vamos tentar esclarecer um pouco sobre o que está acontecendo. Esta Compra Coletiva será somente de Cafés VERDES (cru), serão 5 cafés no total, conforme já divulgado. Algumas TORREFAÇÕES de membros do clube vão adquirir os mesmos cafés VERDES e irão oferecer esses cafés torrados ou o serviço de torra para os membros que tiverem interesse. A Compra Coletiva não terá participação alguma na torra dos cafés. A venda e disponibilidade desses cafés torrados, assim como do serviço de torra, será de responsabilidade de cada torrefação. O nosso cronograma atualizado é o seguinte: de 12/10 ~ 14/10 viagem para buscar uns cafés na região da Mantiqueira. de 14/10 ~ 19/10 - período para que os cafés restantes cheguem por transportadora. 19/10 - ABERTURA OFICIAL DOS PEDIDOS DA 1ª COMPRA COLETIVA DE 2018; A partir de 22/10 - Despacho dos pedidos. Os pedidos deverão ser realizado em um site que vamos disponibilizar em breve. Qualquer dúvida é só chamar pessoal. Abraços e bons cafés Equipe Compra Coletiva
  24. 1 point
    Salve pessoal, vou compartilhar com vocês as últimas atualizações da CC. Seleção Coletiva De 21 a 23 de setembro aconteceu, em sete cidades distintas, a prova dos cafés candidatos a entrar da Compra Coletiva. Os membros dessas cidades se reuniram para provar os cafés pré-selecionados. Foram mais de 50 amostras que coletamos e no fim separamos 10 cafés distintos para enviar para as cidades. Esses 10 cafés foram torrados aqui em BH, identificados com códigos, separados em 3 rodadas e enviados para as cidades por SEDEX ou JadLog Express. Como sempre, se faz necessário um grande esquema de logística para que todos recebam os cafés o mais fresco possível para realizar as provas. Felizmente deu tudo certo e todos receberam os cafés a tempo para as provas. As únicas informações que os cafés continham eram códigos (cada amostra tinha um) e um identificação sobre em qual rodada o café deveria ser provado. Montamos as rodadas por qualidade e preço. Os cafés da primeira rodada eram os mais baratos, até R$1100,00 a saca, já os cafés da segunda rodada começavam em R$1.200,00 a saca e os cafés da terceira rodada em R$1.500,00. Em cada rodada os membros que participaram da seleção deveriam escolher qual era o café favorito. Ao final da seleção, o responsável local ficou encarregado de somar os votos e passar pra gente o primeiro e o segundo colocado de cada rodada. Fizemos um sistema de pontuação para classificar os cafés. O primeiro de cada rodada ficou com 2 pontos e o segundo colocado ficou com 1 ponto. Para provar os cafés, cada cidade escolheu um método diferente. São Paulo, Campinas e Florianópolis fizeram cupping, Goiânia provou na French Press, no Rio de Janeiro a galera fez no v60, em Maceio na Aeropress e aqui em BH provamos nos Melittas 01. Montamos um álbum com algumas fotos para vocês: https://www.flickr.com/gp/124413837@N08/E4gkHC Resultados Passamos agora aos cafés e resultados. Inicialmente vamos compartilhar a lista dos cafés enviados. Vejam que esta C.C. a Mantiqueira de Minas dominou um pouco. Isso se deve basicamente porque a região colhe precocemente em relação as outras, o que significa que já há cafés excepicionais disponíveis. Vamos aos resultados e classificação geral: Nesta tabela temos a pontuação que cada café recebeu. Lembrado que 2 pontos significa que foi o café preferido da cidade e 1 ponto foi o segundo colocado por preferência. Quando ocorreu empate prezamos por pontuar os dois cafés. Nossa ideia inicial era pegar somente 4 cafés para a CC. Entretanto, após a vermos que disputa foi acirrada e que não houve unanimidade em nenhum café, decidimos colocar um 5 café na CC na tentativa de agradar a maioria, Nossa Proposta: Propomos então a entrada dos seguinte cafés: HJM - Faz. Furnas - Café do Rinaldo; YWO - Faz. Serrado - Café do Caio ; FHF - Faz. Cachambu - Café da Ucha; ZLF - Faz. Alto da Sera - Café do Thiego e Felipe; YHS - Faz. Vargem Alegre - Café do Cleverson. Ao longo da semana vamos comentando mais sobre os cafés!!! Torra Coletiva Temos 4 interessados em participar da Torra Coletiva dos cafés. Vamos passar alguns detalhes iniciais e vamos atualizando vocês assim que possível sobre novas informações. Coffee Break Cafés Especiais - Maceió O @tencelcal, responsável pela Coffee Break de Maceió manifestou interesse em adquirir com a gente 3 cafés diferentes para oferecer na modalidade torrado para a galera. Ele irá adquirir o café verde, torrar e vender já torrado pelo preço e disponibilidade a ser definido por eles. Os cafés que mostrou interesse foram: FHF - Faz. Cachambu - Café da Ucha; ZLF - Faz. Alto da Sera - Café do Thiego e Felipe; YHS - Faz. Vargem Alegre - Café do Cleverson. Leandro Marco - Campinas O @Leandro Marco de Campinas também manifestou interessem em adquirir alguns café com a gente para oferecer torrado. Até o momento em dois cafés, um deles não irá entrar na Compra Coletiva, mas ele gostou e vai adquirir um pouco para ele de qualquer maneira. HJM - Faz. Furnas - Café do Rinaldo; SUF - Café do Niquinho. ROAST Cafés - Belo Horizonte A ROAST Cafés não vai ficar de fora e vai adquirir alguns cafés também para trabalhar na modalidade torrado. Preço e disponibilidade vão ser divulgados mais pra frente. Inicialmente os cafés: YWO - Faz. Serrado - Café do Caio - Torra exclusiva para ESPRESSO; FHF - Faz. Cachambu - Café da Ucha; ZLF - Faz. Alto da Sera - Café do Thiego e Felipe; YHS - Faz. Vargem Alegre - Café do Cleverson. Campo Místico Cafés - São Paulo O @Valmor do café Campo Místico vai entrar na brincadeira também, mas diferente dos outros interessados o Valmor se dispôs a torrar o café verde que a galera adquirir A ideia é que cada pessoa compre a quantidade que quiser diretamente com a CC e leve na torrefação dele em um dia préestabelecido para torrar o café lá. Ele deverá cobrar uma pequena quantia para cobrir os gastos com energia e gás, o valor ainda vai ser definido por ele. Bem, por enquanto é isso galera. Ao longo da semana vamos trazendo mais novidades para vocês e já vamos ir adiantando mais informações sobre os cafés. Grande abraço, Equipe Compra Coletiva
  25. 1 point
    Só pra pontuar, dps que minha ARAM voltou do recall, nunca mais tive problemas com limalha, vazamentos, etc... Tenho feito poucos espressos nela, por falta de tempo, mas sempre que esqueço de ligar a Rancilio para esquentar, eu faço espresso com ela. Esquento a agua na chaleira eletrica, mou o café no Sette e ja era, espresso EXPRESSO!
  26. 1 point
    ... mais os 15 sestércios que os Curreios cobram para demorar 60 dias para entregar sua encomenda
  27. 1 point
    Mas importar é só frete, não paga impostos.
  28. 1 point
    Descobri hoje que meu obatãsinho dará a primeira florada [emoji120] estou orgulhoso!! - quando sair foi fazer chá! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
×