Jump to content
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble
Strawberry Orange Banana Lime Leaf Slate Sky Blueberry Grape Watermelon Chocolate Marble

JoaoW

Senior Members
  • Content count

    126
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by JoaoW

  1. @Lisboa Santos e @sergio.m , o Lib Gen é mais para livros, se forem artigos publicados em periódicos científicos recomendo o Sci-Hub. É um projeto de uns cazaques revoltados com os altos preços impostos pelas editoras científicas, então eles fizeram um esquemão para quebrar os pay walls e disponibilizar os artigos de graça. Como as editoras vivem derrubando o site, eles ficam trocando de endereço. O endereço atual, conforme uma busca que fiz agora, é: https://sci-hub.tw/ Mas se alguém for ler esse tópico daqui a um tempo, o link pode estar quebrado, mas buscando "sci-hub" no google acredito que se encontre o endereço vigente.
  2. Coador de pano

    Achei alguns comentários aqui e ali no fórum sobre coador de pano, mas nenhum tópico específico... Então resolvi criar esse aqui para o que curtem o método. Até hoje nunca tinha dado muita bola para o coador de pano, não achava prático, tinha o lance de conservar, etc. Quando era pra coar algo, usava um coador de titânio da Bodum em cima de um melittão mesmo, ou então melittão de papel. Particularmente gostava mais do de titânio, mas de uns tempos pra cá os resíduos começaram a me incomodar, e também queria buscar um modo de coar o café da pressca mas que não tirasse os óleos, aí pensei em dar uma fervida num coador de pano e tentar. Curti o resultado, segura uns óleos mas deixa passar mais que o de papel, e quase não vai resíduo. Deixa um café mais encorpado, achei mais saboroso. Aí passei a tentar fazer o que eu fazia (em termos de técnica) com o coador de papel ou titânio com o coador de pano, seja segurando ele estilo peneira, seja usando o melittão como suporte. E fiquei fã cara, estou dando preferência de longe em relação ao de metal e ao papel... Seja como coado mesmo, seja dando um boost para filtrar o que faço numa infusão mais longa com a pressca (como o coador de pano é tradicional aqui em Minas, chamo esse preparo aí de "presscoado mineiro" rs) Pensei em montar esse tópico pro pessoal comentar experiências sobre técnicas, diferenças com outros métodos de coado, particularidades, macetes para armazenamento... Atualmente em termos de técnica, faço uma pré-infusão de 45 agitando bastante (estilo Scott Rao no V60), aí vou botando água devagarinho, e no fim raspo um pouco nos cantos. Nisso, antes o coador de papel eu jogo uma água fervente em cima pra "escaldar" e evitar perda de temperatura tão forte, e quando começa a gotejar seguro o coador e dou umas viradas para o café passar por umas partes ainda sem pó, com isso vai mais rápido, até ficar bem pouquinho. É isso. Faço na louca, adaptei umas coisas de outros métodos, e estou curtindo. Até me surpreende, considerando o resultado (minha mulher também percebeu) que mais gente não utilize esse método regularmente, parece bem subestimado! Pra lavar, lavo com água só, deixo secando. E na hora de usar de novo, água fervente. Mas já vi que muitos recomendam armazenar com água gelada na geladeira, estou pensando em fazer também. Então é isso pessoal, quem tiver alguma dica ou consideração, tá aberta a discussão.
  3. Coador de pano

    E tás moendo como @Vitor Costa ? Mais fino, mais grosso..?
  4. Coador de pano

    Experiências no coador de pano... Nas férias fiquei fazendo uns coados individuais (naqueles egoístas) num coadorzinho bem pequeninho, fazia altos cafés, bem extraídos, uma beleza. Aí voltei pra casa, fui fazer um num egoísta que tinha aqui em casa, despejei rapidão, passou tudo de uma vez rs... Acho que sei lá, devia ter moído mais fino, não ficou legal. Imagina se fosse um daqueles coadores um pouco maiores. Nisso fiquei encafifado e fiz meio diferente. Para testar, não moí mais fino, mas fui despejando devagarinho e não deixando subir muito além do pó. Além disso, o tempo todo agitando, revolvendo paca, feito louco. Aí sim, ficou um café beeem melhor. A única coisa é que fiz uma "pré-infusão", mas sem olhar o tempo, botei a água um pouco acima do pó e mexi até pararem as bolhas, até continuar os despejos. Não sei se estou viajando, mas fiquei com a impressão que se for fazendo aos poucos com um coadorzinho menor assim fica melhor pelo pó ficar mais concentrado, junto... Um coador maior espalha mais e passa mais rápido, não? Tem o limitante de ir entupindo os poros e aí o café começa a gotejar, mas com umas revolvidas vai liberando o fio de água de novo... Bem, mas que ficou melhor, ficou!
  5. Indicação de moedor manual

    Pois é, comprei uma parafusadeira para fazer essa gambiarra aí, mas acho que comprei uma muito fraquinha, não tem força pra girar rs... Aí fiquei meio assim de estragar o moedor e acabei deixando pra lá. Mas eu costumo fazer mais pra moka de 3 ("dose individual"), 6 é só quando tomo com alguma visita, não é tão comum... E pelo menos dá para ficar batendo um papo maneiro enquanto isso rs
  6. Indicação de moedor manual

    É, eu frequentemente uso o Hario Mini para a moka de 6 xícaras, quando está enchendo eu boto o pó numa xícara, depois moo o resto, junto tudo e coloco no filtro da moka com uma colherinha... Simples. Mas acho meio chatinho moer os 26-27g a 9 cliques, que é um pouco mais fino que a maioria usa pra moka, demoro mais que 5 min acho rs
  7. O que você comprou ou recebeu hoje?

    @alefmm , e a moka, já testou...? Vai um pouco no caminho do espresso...
  8. Se você pretende fazer muito café, não se importa em moer no braço (para moer mais fino, é chatinho com a maior parte dos moedores, e outros como o Bravo Mini custam bem mais), os manuais de mós são uma ótima indicação. Eu mesmo tenho um Hario Mini que me atende superbem para coados, aeropress (não muito fino), pressca e moka. Mas esses, apesar de relativamente baratos perto de muitos outros moedores que custam bem mais, realmente custam mais que os de lâminas. E tenho que concordar com o @Vitor Costa , sabendo usar dá para fazer ótimos cafés com moedores de lâminas. No caso, eu recomendo moer em "pulsos" (ir apertando o botão por uns 2-3 segundos de cada vez) e ocasionalmente (sei lá, a cada 5 clicadas) dar uma chacoalhada no moedor, umas batidinhas, etc.. Com isso você evita que o processo gere calor, e ao mesmo tempo vai "desgrudando" o pó das paredes e fazendo com que ele entre em contato com as lâminas de modo um pouco mais distribuído, permitindo (dentro do possível!) uma moagem menos heterogênea. Também tem que ir dando uma olhada periódica em como está ficando a moagem, para chegar perto do desejado, mais grosso para uma moka ou um coado por exemplo, mais fino para um aeropress, etc. Isso aí se pega com a prática, e os resultados evidentemente são mais "aproximados", mas podem ser satisfatórios sim. O principal dessa coisa toda de café, não podemos esquecer, é ter um bom grão! E vale muito mais, na minha opinião, um café feito com grão bom, moído na hora, com um moedor de lâminas bem usado (com macetes como os acima rs), que um café feito com grão mais ou menos, pré-moído, etc. Então vai muito da opção, paladar de cada um. Se o cara curte um coado gostoso, pega um moedor de lâminas, porta filtro e papel Melitta, com um grão de qualidade, dá pra se divertir um bocado gastando pouco. Se gosta de um café mais concentrado, pega uma moka e manda ver. São opções simples e mais baratas, que permitem curtir muito bom mundo do café especial, já colocando-se a léguas da experiência do café com torra de carvão, pré-moído, velho e amargão de térmica, que é o "padrão" da maioria.
  9. Hario V60

    Maneiro, valeu!
  10. Coador de pano

    Olha, inspirado pela defesa constante do @Lisboa Santos quanto à agitação e tentando evitar ou atenuar a subextração já que o coador de pano é ligeiro, agora basicamente faço uma pré infusão de uns 45 segundos mexendo forte, praticamente revolvendo o café, e depois à medida que vou despejando, cada vez dou uma revolvida forte dessas... Tô botando o café pra trabalhar rs... Acho que está melhor, sabor mais pronunciado. Não sei se vale manter essa pré infusão ou apenas fazer um despejo menor, mexer, e já dar seqüência sem esperar... Ou começar despejando normal e mexendo mesmo, sem a pré. Negócio é testar né.
  11. Hario V60

    Aproveitando a série "pergunte ao Lisboa": estou começando com o V60 depois de uns tempos no melittão, sou leigaço no assunto. Sem chaleiras de bico fino e di$posição para investir em filtros originais, minha ideia é me virar com filtros da melitta dobrados pra ficar em V ou simplesmente enfiados mesmo - aliás como presenciei o amigo forista @Fogo ruivo fazendo; tinha alguma dobra especial Fogo? rs - e uma pitcherzinha pra ter algum co trole da água. Leio frequentemente a defesa do @Lisboa Santos de uma técnica sem "frufru", despejando o que der no meio e agitando. Aí Lisboa, pergunto: como achas uma boa ou fazes? Despejando devagar no meio? Fazendo girinhos no meio? As mexidas duram um tempão ou umas cinco ou três vezes da frente pra trás a cada despejo resolvem...? Fica muito diferente do método do tutorial do V60 do forum, que entendo como técnica mais próxima de um "standard" do V60 (borra intocada, giros em espiral, devagarinho, evitando "incomodar" muito o café, etc... ?
  12. Coador de pano

    Opa, com selo de aprovação do grande @Lisboa Santos , os coadores de pano estão com moral rs
  13. Fellow Prismo

    Po, se ficar bom isso aí, avisa! Dá pra fazer muito café assim!
  14. Fellow Prismo

    Oi Lisboa, como assim "secar"...?
  15. Fellow Prismo

    Olha, em relação ao espresso do prismo, bem, não tenho aqueeelas expectativas não. Quem já tentou fazer um "aeropresso", isto é, uma bebida com moagem fina, 50 ml de água, 20 g de café fininho e 1 minuto mais ou menos de infusão, já viu que fica bem "parecido" com o espresso, mesmo com filtro de papel (claro, sem crema). Porque é forte, concentrado. Não fica parecido pros moldes do CdC, mas pega um leigão aí e diz que é um espresso, o cara vai achar que é, pois é forte, mais cremoso, etc. E se o café for bom, fica melhor que o de várias cafeterias que fazem por aí na tosquice rs. Então acho que o espresso-style do prismo vai ser mais ou menos por aí, mas com a creminha fake. Até mesmo porque já enviaram nos últimos dias mais um textinho do blog deles colocando várias condições para que o tal espresso style dê certo: café com 2 semanas de torra no máximo ("melhor se for até 1"), torra "de espresso" ("com torra clara é mais difícil de dar crema), prestar muita atenção no volume de água ("50 ml, se forem 55 já pode ferrar a crema"), mexer 20-30 segundos, etc. Então também não deve ser aquela coisa mais simples e straight away do mundo rs Mas eu mesmo comprei o prismo, daqui a um tempo ele chega (pedi pra adiarem o envio pra não correr o risco de o carteiro dar com a cara na porta pois estarei viajando de férias), mas mais no espírito de ver o que rola, se dá pra fazer um "tipo" com o espresso-style deles, e também para ter o filtro de metal e não ter mais que fazer o método invertido. Acho que pra essas finalidades, deve ser uma boa.
  16. Oi Vinicius, tudo certo? Rapaz, estou namorando mesmo esse handground. Mesmo com a velocidade equivalente, estava querendo ir atrás de um outro moinho com mais capacidade para quando for fazer um pouco mais de café, e estava até cogitando o Skerton, mas o lance dos ajustes é mais chatinho que no Mini. 

    Só queria saber duas coisas contigo: 1. vi que a girada de manivela no Handground é vertical, diferente da do Mini, que é horizontal. Achas mais confortável assim? Para um uso do tipo sentar e conversar com um pessoal e apoiar o moinho na mesa e ir girando, o Mini acho ruinzinho. Imagino que o Handground seja mais bacana. Qual tua impressão? 2. Se for à vista, existe a possibilidade de algum descontinho nem que seja simbólico? 

    Até, fico no aguardo!

    1. Show previous comments  11 more
    2. JoaoW

      JoaoW

      Beleza Vinicius, estarei de volta a Uberlandia dia 12, uns dias antes te mando um whats entao. Feliz 2018, muitos bons cafés rs!

    3. JoaoW

      JoaoW

      E aí @Vinicius-RS , pode,mandar, já estou quase voltando! Se não vires esta msg, amanhã te mando um whats do cel da minha mulher... Até!

    4. JoaoW

      JoaoW

      @Vinicius-RS , chegou o moedor, tudo certo! Vi ali que num saquinho tem uma chavinha e uma arruelinha, é para fazer alguma coisa com aquilo ali?

  17. Coador de pano

    Oi @AllenFGA , olha, resíduo resíduo deve ficar um pouco, acho que tem alguma memória, vai manchando aos poucos sim, não sei se é a mancha em que pensas, mas quando tu compras ele é branquinho e depois vai ficando mais escuro com o uso rs. Mas por enquanto não percebi influência no sabor. E depois que usar bastante é só trocar, um coador de pano é uns 3 reais, dura uns meses, aí troca.
  18. [VENDIDO] Moedor Manual Handground

    Pois é @Vinicius-RS , estava curioso com o Handground, mas estou priorizando a "velocidade" (= reduzir o tempo de moagem), dentro de um orçamento viável. É que quando faço uma moka de 6 xícaras para visitas é meio chatinho; para os outros preparos, que faço com moagem mais grossa, não me incomodo tanto. Como a diferença entre os dois moedores não é muito grande, acho que vou deixar passar e me virar com o Mini por enquanto. Mas agradeço pelo empenho de ter realizado o teste, obrigado!
  19. [VENDIDO] Moedor Manual Handground

    Oi @Vinicius-RS , fazendo uma moagem média fina - diria, equivalente aos 9 cliques do Hario Mini - você gasta mais tempo, menos tempo, ou mais ou menos a mesma coisa que o Mini no Handground?
  20. Pois é @ricardorg , é de um "naipe" superior, não? A torra é um pouco mais escura sim, acho que porque é o bruzi é pensado pra espresso, e além disso acho que as marcas optam pelo descafeinado com torra mais escura ou por alguma particularidade do processo (talvez pra matar o gostinho ruim que o Unique mais claro acaba apresentando? rs), ou então para ir mais ao encontro do que um público maior está acostumado, já que o descafeinado acaba saindo mais caro pra eles também, e tem que vender. Mas mesmo com essa torra, dá pra perceber que o Bruzi decaf um gosto melhor. De todo modo, esse Unique eu não consigo aceitar, vou acabar comprando de novo até achar algum jeito que ele fique bom... Porque a torra é bem bonitinha né, e gosto muito dos cafés da marca (frutado, bleng, orgânico, bourbon amarelo etc...). Uma hora consigo fazer dar certo rs Outra coisa notável é que o nosso paladar vai mudando... Fui tomar o "Alma Pura", decaf da Minas Estate Coffee, de que gostava bastante (e é mais barato que o Bruzi decaf), e agora estou achando bem mais amargo... Eeeeê com esse paladar "de rico" vai complicando rs!!!
  21. Moka: como eu faço

    Deve ser, @LUANSOFISTE . Na minha Bialetti isso nunca aconteceu, e tenho várias. E por muito tempo usei na barbeiragem, pó de supermercado etc., meio errado, mas esse problema não tive.
  22. Hario V60

    Aproveitando, tem algum tópico sobre "coador de pano" como método em geral? Estou me interessando e gostando do resultado, mas não sei as peculiaridades / técnicas que o pessoal segue a respeito...
  23. Hario Skerton

    Valeu @Luis Paulo, vou dar uma pesquisada e pensada! @Allexlimaa2 , pois é, esse Bravo Mini é o sonho de consumo, mas tenho que pensar um pouco porque não faço espresso, e a moka é até bem tolerante com a moagem, é o mais fino a que chego. Para AP, prensa e outros métodos, que uso com frequência, é bem mais grosso, e aí é rapidinho. Fica duro convencer a mulher que botar uns 1300 paus num outro moedor é algo que faz tanta diferença rs Vi que agora tem uma base, que deve deixar melhor - mas mais caro - ainda... Aí complica rs
  24. Hario Skerton

    Pessoal, uma pergunta, não sei se cabe aqui ou não; se tiver tópico mais apropriado, por favor moderadores sintam-se à vontade para deslocar o post. Dos moedores manuais mais em conta (pelo que vejo aqui, colocaria o Hario Mini, Skerton, Porlex), algum deles moi consideravelmente mais "rápido" que os outros - isto é, menos voltas? Pessoal, uma pergunta, não sei se cabe aqui ou não; se tiver tópico mais apropriado, por favor moderadores sintam-se à vontade para deslocar o post. Dos moedores manuais mais em conta (pelo que vejo aqui, colocaria o Hario Mini, Skerton, Porlex), algum deles moi consideravelmente mais "rápido" que os outros - isto é, menos voltas? Tenho um Hario Mini e gosto dele, mas para moer um pouco mais fino (de moagem "10 cliques" para baixo, uso 9 para moka), haja tempo e voltas... Não é questão de força, é tempo mesmo e cansaço por repetição. Por acaso o Skerton ou o Porlex são (consideravelmente) mais eficientes a esse respeito? Vejo por aí que o Bravo Mini seria o ideal, mas no orçamento não cabe, a questão é se me conformo com essa limitação mesmo ou se há alguma alternativa viável dentre os manuais mais baratos.
  25. Cafeterias em Uberlândia - MG

    Ele estava nos falando no encontro que está pensando em deixar de fazer o espresso, que os custos não compensam. Seria uma pena, pois eu por exemplo só tomo o espresso fora de casa...! Tomara que mude de ideia rs
×